Luis Soares
Colunista
Barbárie 26/Apr/2013 às 17:54
33
Comentários

Facebook não tira do ar vídeo de mulher sendo decapitada

Facebook mostra vídeo de mulher sendo decapitada e não o retira do ar. Rede social alega que usuários compartilham imagens para condená-las

Um vídeo de uma mulher sendo decapitada no Facebook tem causado polêmica na rede social. Embora a imagem publicada por um usuário seja explícita, o site afirma que não pode retirar o conteúdo do ar porque ele “não viola os padrões de comunidade do Facebook”.

mulher decapitada facebook

Facebook mostra vídeo de mulher sendo decapitada e não o retira do ar (Foto: Reprodução)

De acordo com o Facebook, as pessoas que comentam e compartilham o vídeo o estão fazendo “para condená-lo” e que, por isso, não pode removê-lo. “Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas”, diz a empresa.

“Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem”.

O vídeo publicado por um usuário da rede social, aparentemente mexicano, mostra uma mulher sendo decapitada por supostos integrantes de uma gangue mexicana. Até a publicação da reportagem, o conteúdo foi compartilhado por mais de 5,6 mil usuários do Facebook, teve quase 3,9 mil comentários e mais de 1,4 mil “Curtir”.

O que pode e o que não pode

Segundo os termos de direito e responsabilidades do Facebook, a rede social está autorizada a remover qualquer conteúdo que infrinja os direitos autorais de alguém. Os usuários estão proibidos ainda de publicar conteúdo que “contenha discurso de ódio, seja ameaçador ou pornográfico; incite violência; ou contenha nudez ou violência gráfica ou desnecessária“.

Leia também

É vedado também aos usuários publicarem conteúdo que “infrinja ou viole os direitos alheios ou a lei”, informações financeiras confidenciais de ninguém no Facebook e que contenham quaisquer atos ilegais, equivocados, maliciosos ou discriminatórios.

Leia a seguir a íntegra da nota eviada pelo Facebook

As pessoas estão compartilhando este vídeo para condená-lo. Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas. Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem“.

PS de Pragmatismo Politico: Estranha a política de uso do Facebook. Enquanto mulheres que divulgam fotos amamentando têm seus perfis bloqueados, páginas com conteúdo claramente discriminatórios e um vídeo que revela a decapitação de uma mulher são mantidos no ar.

com Agência Globo

Posts relacionados

Comentários

  1. Igor Postado em 26/Apr/2013 às 18:05

    Estranho que vários eventos (Protestos) foram excluídos, agora, vídeos como esse não são excluídos. E mais, não é só esse vídeo, são vários os casos em que vídeos de pornografia, violência etc, não são apagados. Não dá pra entender.

    • Jaqueline Postado em 26/Apr/2013 às 18:19

      Já cansei de denunciar ao Facebook imagens e textos de incitação ao ódio e até de pedofilia, mas nada foi feito. Os critérios estão de cabeça pra baixo.

  2. Hellen Karl Postado em 26/Apr/2013 às 18:41

    A violência é mais bem aceita do que o amor... :/

  3. alpha Postado em 26/Apr/2013 às 18:42

    todos os que eu denunciei foram retirados

    • Gustavo S Postado em 26/Apr/2013 às 18:46

      Parabéns ao site por não reproduzir o vídeo e compactuar com essa barbárie

  4. Kellbonassoli Postado em 26/Apr/2013 às 18:47

    Eu denunciei e recebi a seguinte mensagem Status Video not removed Details Thanks for your report. We reviewed the video you reported, but found it doesn't violate Facebook's Community Standard on credible threat of violence, which includes depicting harm to someone or something, threats to the public's safety, or theft and vandalism.

  5. Thiago Postado em 26/Apr/2013 às 18:48

    Em breve as redes sociais serão tão ou mais autoritárias manipuladoras quanto os atuais gigantescos grupos de mídia como News Corporation, Viacom, Globo, Abril etc etc etc.

  6. Vanderlei Postado em 26/Apr/2013 às 19:17

    " o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas” A realidade é dura, portanto não há motivo de fingir que não existe, esta certo do Facebook não remove, isto serve de como as coisa funcionam para que se tomem as providências necessárias para tal atitude, não do vídeo e sim da brutalidade humana.

  7. Socorro Viana Postado em 26/Apr/2013 às 19:20

    É o fim dos tempo!!!

  8. Movie43 Postado em 26/Apr/2013 às 19:45

    alguém tem o link desse video?

  9. Selton Postado em 26/Apr/2013 às 19:54

    Eu me livrei dessa idiotice:Facebook.Exclui o meu a um tempo e digo que,o ser humano só será feliz quando se livrar das distrações que o cerca.O tempo que muitas pessoas perdem nele,muitas das vezes se desinformando,poderiam estar lendo um livro,ou outra coisa produtiva.

  10. Diego Duarte Postado em 26/Apr/2013 às 19:56

    Ah eu já cansei de denunciar pornografia explicita no Facebook e assemelhados, e eles simplesmente dizem que não ha nenhum problema nas imagens ou videos. Parece que eles simplesmente não estão nem ae, e deletam o que os "chefes" mandam, sacume...

  11. claudio Postado em 26/Apr/2013 às 20:07

    Porra, Diego... vc ta comparando um video de uma mulher sendo decaptada com pornografia!?? Vc é evangélico ou o que? Já tive uma página de trabalhos fotográficos limada sem dó por conter alguns trabalhos de nu (sou fotógrafo de nu e sensual). Meu portfolio está no link em meu nome, confiram se tinha algo demais para ser excluido...

  12. D. Postado em 26/Apr/2013 às 21:04

    Facebook ta cheio de foto de gurias de 16 anos nuas, videos pornos tbm e.e O negócio ta tenso ...

  13. A Postado em 26/Apr/2013 às 22:10

    Esta rede social usa critérios totalmente sem fundamentos em relação a esse tipo de coisa, como que videos pornográficos são mantidos na rede? Agora a imagem de tre porcos que juntos pareciam um orgão sexual foi removida pela rede sendo que era apenas uma brincadeira, e por que que bloqueiam as pessoas quando mandam convites? se não fosse pra mandar convites não precisaria de existir a rede .

  14. Yasmin Postado em 26/Apr/2013 às 22:20

    Meu Deus esse vídeo é muito forte, eles tem que entender que isso não vai diminuir a violência, no facebook, varias crianças tem acesso a essa rede social, imagina uma criança ao assitir ese vídeo? Vai ficar traumatizada pelo resto da vida. Não estou exagerando. pra que não viu esse vídeo é muito forte mesmo.

  15. Gabriel Postado em 26/Apr/2013 às 22:33

    Alguem tem o link aii pra mim ver .

  16. Loren Postado em 26/Apr/2013 às 22:52

    se vc pensar na lógica do capital, é completamente compreensível! Eles querem publicidade, cliques, movimentação no site! A vida dessa mulher pra eles é só um número... essa desgraça por facebook só significa uma coisa: LUCRO!

  17. Francisco Matheus Postado em 26/Apr/2013 às 23:14

    Mas tira do ar o facebook de uma mulçumana sem camisa. É lindo ver o proseletismo criado. Cada vez mais, fortalecendo o ódio, da forma que for conveniente a quem governa

  18. Fabricio Postado em 26/Apr/2013 às 23:58

    Como eu vejo o video?

  19. Frederico Postado em 27/Apr/2013 às 03:33

    O Facebook não é uma empresa de capital aberto? Poderíamos dizer uma "Facebook S/A"? Quanto mais capital entrar melhor p/ essa empresa não é? Com o Face é assim agora: danem-se os usuários, desde que os retornos e recursos de marketing e campanhas virais possam render lucro ao grupo. O que me deixa p%$#@! da vida é que há crianças que acessam o site e são obrigadas à ver conteúdos que não condizem com a idade delas. Violência, mutilações, mídias impróprias,... Mas vejo também que boa parte dessas sandices vem dos próprios usuários, que saem postando fotos impróprias sem pensar que outras pessoas mais sensíveis possam estar vendo e/ou que possam revoltar o pudor alheio. Tudo bem que a intenção pode ser até das melhores, vamos um pouco de bom senso nessas horas também não faria mal nenhum, pelo contrário...

  20. FLAVIO Postado em 27/Apr/2013 às 07:27

    Milhares de pessoas estão se deliciando com as maldades distribuidas na rede e aprendende, neste caso, como se faz para arrancar a cabeça de outro "ser humano". O MAL ESTÁ SE ESPALHANDO!

  21. Ricardo Postado em 27/Apr/2013 às 09:40

    Um peso, duas medidas? Denunciei uma página do facebook que tinha o vídeo e ele foi removido. StatusVídeo removido DetalhesAgradecemos sua denúncia. Analisamos o vídeo denunciado. Como ele viola nossos Padrões da comunidade em violência gráfica, incluindo sinais de danos a alguém ou a algo, ameaçadas à segurança pública ou roubo e vandalismo, foi removido. Informaremos Eliandro Ferraz de que o vídeo dele foi removido, mas não divulgaremos quem o denunciou. O Facebook nunca divulga o nome de quem enviar uma denúncia.

  22. debora Postado em 27/Apr/2013 às 12:57

    Vídeo denunciado E removido! Status: Video removed Details: Thanks for your report. We reviewed the video you reported. Since it violated our Community Standard on credible threat of violence, which includes depicting harm to someone or something, threats to the public’s safety, or theft and vandalism, we removed it. We let Tem coragem ? Curti aqui know that their video has been removed, but not who reported it. Facebook never discloses who submits a report.

  23. mari Postado em 27/Apr/2013 às 13:11

    Olha,eu sou daquelas pessoas duronas,que não tem medo de nada,já vi de tudo,estudava enfermagem,fazia pesquisas em cadaveres,sempre ví filmes de terror,mas sempre durmi bem e tranquila,ontem tive o desprazer de clicar neste horrendo vídeo,e vou te contar,é de arrepiar o cabelo da churréia!Ele corta o pescoço da moça a sangue frio,nunca vi algo parecido e espero nunca ver,Deus tem misericórdia da vida de quem viu e guarde as crianças destas cenas,tremendo demais!

  24. Viviane Postado em 27/Apr/2013 às 15:10

    O Facebook também bloqueou uma foto sobre um documentário Indígena que está sendo produzido. O fato das índias estarem com os seios à mostra foi o motivo, sendo que elas estão expressando sua cultura. No entanto, não é de se admirar atitudes desse tipo, mas principalmente com a política do Facebook, considerando que ela é pautada em padrão norte-americano. Existem filmes mais gratuitamente violentos do que os produzidos lá? Mulher amamentando não pode, índio em sua tribo também não, mas imagens chocantes que remetem a atos de violência e desumanidade...

  25. JC Postado em 27/Apr/2013 às 22:23

    Antes das regras do Facebook, temos a nossa que deve ser respeitada: Código Civil Brasileiro "Art. 187. Também comete ato ilícito o titular de um direito que, ao exercê-lo, excede manifestamente os limites impostos pelo seu fim econômico ou social, pela boa-fé ou pelos bons costumes". Longe de ser moralista e apenas pretendendo dar consequência legal ao fato, mas postar o vídeo de uma mulher sendo decapitada - seja lá por qual motivo - excede "os bons costumes" e, principalmente, bom senso.

  26. Marcos Postado em 27/Apr/2013 às 22:56

    Esse vídeo de fato tem que ser tirado do ar, porem toda violência mexicana é fruto do trafico de drogas, eu tenho certeza que muitos aqui usam drogas e acham que não tem nenhuma relação com o vídeo, eu não tenho e vcs?

  27. Denis Postado em 27/Apr/2013 às 23:14

    Os culpados são os usuários.

  28. edivania Postado em 23/May/2013 às 15:20

    nao pode

  29. Thiago Teixeira Postado em 22/Sep/2013 às 14:08

    É impressionante. Onde está a sede pela democracia? A liberdade de expressão, não a censura...? A sociedade gosta de restrição, censura e todo tipo de patifaria. "... eu já cansei de denunciar pornografia..." Cara, se você não gosta, vai se ferrar e mude de site, deixa as pessoas compartilharem o que quiserem. O que você tem a ver com isso?

O e-mail não será publicado.