Redação Pragmatismo
Compartilhar
América Latina 12/Mar/2013 às 09:51
85
Comentários

O dia em que um alienado foi merecidamente humilhado

Assista abaixo o que ocorre quando uma pessoa (aluno de Oxford, diga-se) que se considera muito bem informada pela mídia tradicional encontra George Galloway

George Galloway é um político e ativista que merece ser ouvido.

Ele se opôs à Guerra do Iraque, e por isso foi expulso do Partido Trabalhista na era Blair, um premiê alinhado completamente com os Estados Unidos de Bush.

George Galloway venezuela oxford

O vídeo abaixo é parte de uma conversa de Galloway com estudantes de Oxford. Galloway faz um ponto extraordinário: como o “conhecimento limitado sobre tudo” embota a mente das pessoas e as faz vomitar preconceitos, mentiras e bobagens.

Um aluno de Oxford – e estamos falando de um dos mais nobres centros de ensino da humanidade – tenta colocar na parede Galloway e recebe uma resposta que jamais esquecerá.

Aplausos, de pé, para Galloway. Assista:

Leia também

Por Paulo Nogueira, Diário do Centro do Mundo e outras fontes

Recomendados para você

Comentários

  1. Max Demian Postado em 12/Mar/2013 às 11:05

    Depois dessa, eu sairia e ia chorar no colo da mamãe por ele ter me mimado tanto.

  2. Max Demian Postado em 12/Mar/2013 às 11:05

    onde se ele, é ela.

  3. Rodrigo Postado em 12/Mar/2013 às 11:08

    O lado bom é ver que todo essa teatralidade vige não apenas nos EUA, no Brasil, sendo presente também na Europa. Achei que situação andasse "feia" só "pra banda de cá"... Suspiros, gestos... "Joga pra galera"... Ofende a parte, mas não ataca seus argumentos, tergivensando... Aparentemente segue à risca a cartilha do falso ofendido, que se esconde atrás da turba ou de uma falsa discriminação... E, olha só: vale-se da mesma linha de argumentação que cunhou a "ditabranda", ao dizer que Chavez admitia 30 partidos de oposição... Falou de homossexuais na Venezuela, mas a pergunta era sobre o Irã... Não falou das redes de tv fechadas à força... Palmas pra ele, pois sabe levar a multidão no "gogó". No mais, ante tantos jovens, somente posso me lembrar da realidade tucana e de governos prévios, face aos meus anseios ao votar no PT: feliz do homem que acreditou em 'esquerdistas' (nos falsos, diga-se de passagem) até seus 20 e poucos anos e infeliz daquele que continou a neles acreditar após tal idade. Os jovens estão certos, pois estão na idade de achar que há alguém realmente diferente do status quo, que realmente existe ideologia político-partidária, que realmente há dicotomia entre partidos ditos de "esquerda" e os ditos de "direita". O mal é a desilusão que se segue...

    • Renato Postado em 08/Oct/2013 às 09:44

      Apoiado Rodrigo. É isso mesmo.

    • Perfeito Postado em 19/Dec/2013 às 16:37

      Perfeito

    • Raissa Postado em 19/Dec/2013 às 16:47

      Rodrigo, eu não diria melhor. Parabéns!

    • Eduardo Postado em 19/Dec/2013 às 17:49

      Aqui bastava apenas um "like" igual ao do Facebook, porque realmente falou tudo Rodrigo. Parabens.

    • sergio Postado em 19/Dec/2013 às 19:06

      Exatamente isso Rodrigo!

    • Rogério Postado em 20/Dec/2013 às 00:30

      Parabéns

    • Sérgio Bernardes Postado em 21/Dec/2013 às 07:51

      Muito bom Rodrigo.

    • Washington Postado em 23/Dec/2013 às 09:43

      Também tive a mesma impressão, Rodrigo, o "iluminado" saiu pela tangente e não respondeu as perguntas do rapaz...

    • Pedro Postado em 23/Dec/2013 às 19:05

      Pra mim qualquer um que precisa ficar "berrando" como George Galloway não merece respeito...

    • Rui Menezes Postado em 04/Jan/2014 às 11:29

      Você deveria ter participado do debate assim faria uma boa companhia pro alienado de plantão!..

  4. João Postado em 12/Mar/2013 às 11:18

    Como este paulistano de “higienópolis” alienado até as tripas estuda em Oxford?

    • Gilson Postado em 12/Mar/2013 às 11:21

      O bitolado de Oxford, deve ter sido admirado por certa classe brasileira. Deixa para lá. Agora, a resposta de Gallaway, foi sensacional. Ele não mediu as palavras, nem os gestos, nem o tom de voz. Não falou pela via da razão. Explodiu em emoção franca e verdadeira. Deixou a alma falar em santa ira. Gostei quando ele disse que o menino era mais Capriles do que o próprio Capriles. Me lembrou Mino Carta, quando diz que na grande mídia há jornalistas piores que os seus patrões.

      • fernando Postado em 23/Dec/2013 às 09:47

        sensacional ele distorceu tudo, o cara perguntou do homossexualismo no ira e ele distorceu falando da Venezuela, ele levou no bico a plateia isso sim. sim como dito acima levou o povo no gogó , não sei onde eu já vi isso aqui no Brasil. Parem de endeusar o cara é o maior enrrolão.

  5. Israel Postado em 12/Mar/2013 às 11:43

    Acho que vi este vídeo no site da Globo. (Ironia)

  6. Amora Postado em 12/Mar/2013 às 12:26

    é bom também pensar o que é o conhecimento nobre... o de pouco acesso e elitizado? separado da vivência com outros povos, separado do território?

  7. Andrão Postado em 12/Mar/2013 às 13:03

    "O POUCO conhecimento é ruim", sensacional, estamos cheios de jornalistas, juristas, colunistas e outros "istas" cheio de POUCO conhecimento e muito preconceito...Alienados!!! Meu caro Rodrigo, ele não foge do tema Irã, apenas diz que não falou nada daquilo que o infeliz lha acusou, e condenou com veemência as atrocidades do Irã. Em nenhum momento ele usou o termo "admitir", foi muito claro e disse que Chavez VENCEU 30 partidos juntos, quem "admitia" era a nossa ditadura, e apenas 1 partido...Ainda que Chavez mandasse (irreal isto) na composição oposicionista, convenhamos, matematicamente 30 é muito mais que 1, teu argumento não cola amigo.

    • Fabio Postado em 20/Dec/2013 às 13:10

      Bravo!!

    • [email protected] Postado em 06/Jan/2014 às 15:59

      a "nossa ditadura" permitia que os "30" partidos se unissem contra ela, já a "democracia" chavista pulveriza a oposição para ficar mais fácil vence-la.

  8. lyra Postado em 12/Mar/2013 às 13:12

    É o encargo de qualquer ciência. Conhecer do que fala demanda mais trabalho do que replicar conceitos simples. Quem pesquisa se cansa muito mais, para comprovar o óbvio aos ignorantes por opção.

  9. Rodrigo Postado em 12/Mar/2013 às 14:26

    Vencer dando o peixe, mas não ensinando a pescar (no Brasil, a principal discussão, ou melhor, acusação, eleitoral é "a turma do contra vai acabar com o bolsa família", ao que a "oposição" cai no jogo e dá atenção a tanto, limitando o debate), é fácil. Luiz Gonzaga já dizia que: "uma esmola para um homem que é são, ou lhe mata de vergonha, ou vicia o cidadão" - sou Advogado no interior da Bahia e o que mais vejo são pessoas querendo "encostar", querendo um benefício ao qual não fazem juz, sendo eu o terceiro ou quarto Advogado a dizer o mesmo. Então, parabéns a Chavez, por se igualar aos "coronelistas" e promover a formação de curral eleitoral. Enquanto a falsa distribuição de renda prosseguir, qualquer um que repita tal prática será eleito em seu lugar. Engraçado que ninguém fala sobre a criminalidade e qualidade no ensino da Venezuela. Aqui no Brasil os estudantes já têm dificuldades com a língua estrangeira (não me esqueço de que, levando-se em conta que um aluno de pós-graduação conta ao menos com 23-24 anos, essa deficiência surgindo em goveno sarney, passando ao de Collor, Itamar, FHC, Lula e Dilma - http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-03-07/mercadante-brasil-quer-estimular-formacao-de-pesquisadores-do-programa-ciencia-sem-fronteiras)... E, novamente, não há no vídeo a resposta sobre o Irã, sobre o quê foi expressamente questionado. Ele simplesmente não trata do Irã, tentando transferir a questão para a Venezuela, com fuga do assunto. No mais, quanto à ditadura, não a admiro, assim como não admiro a repetição de práticas de violações de direitos humanos e liberdade de expressão tão admiradas por alguns... Assim, como você constatou, meu argumento não "cola" em ti, assim como o teu não "cola" em mim. P.S.: só cuidado ao julgar que "30 é mais que um", pois alguém pode usar seu raciocínio para dizer que as ditaduras comunistas são as piores, pois assassinaram muito mais que as sul americanas. Mas fique tranquilo, pois, para mim, ambas são odiosas e revelam que o ser humano é capitalista, o "comunista" sendo apenas o mais inteligente, que consegue concentrar mais bens de produção nas mãos dos companheiros, enquanto o povo agradece satisfeito pela esmola. Segue os números comunistas - 20 milhões na União Soviética (Periodo de Stalin, coletivização forçada) – esse numeros são oficiais do atual governo russo, por isso o numero de vitimas pode ter sido muito maior; * 65 milhões na República Popular da China (periodo do grande salto para frente); * 1 milhão no Vietname (os americanos e sul vietnamitas podem ter matado mais do que isso na guerra); * 2 milhões na Coreia do norte (sem contar as vitimas do atual ditador Kim Jong Il que no entanto deve ser muito menor); * 2 milhões no Camboja (khmer vermelho); * 1 milhão nos Estados Comunistas da Europa de Leste; * 150 mil na América Latina (numero provavelmente exagerado); * 1,7 milhões na África; * 1,5 milhões no Afeganistão (invasão sovietica do afeganistão); * 10.000 mortes “resultantes das acções do movimento internacional comunista e de partidos comunistas não no poder” (ou seja guerrilhas comunistas, como as FARC por exemplo).

  10. Rodrigo Teixeira Postado em 12/Mar/2013 às 15:15

    Desde o início dos anos 90, o antiamericanismo se tornou o principal meme nas mentes simpatizantes do comunismo e orfãos do fracasso soviético. Eu gosto de chamar a falácia de "Reductio ad Americanum". Que tem basicamente 3 versões : 1- " Americanos praticam X conduta. Americanos são maus ! Logo a conduta X é má !" 2 - " Americanos acreditam na idéia Y. Americanos são maus ! Logo a idéia Y é malígna !" 3 - " Pessoa Z é inimiga declarada dos EUA. Americanos são maus ! Logo Z é uma boa pessoa" Acredito que Chaves é só mais um dos exemplos do tipo 3. Todos os fatos que Galloway apresentou sobre a Venezuala são profundamente vazios. Todos os argumentos dele se resumem a uma coisa : " Chavez é popular na Venezuela" E ? BBB é popular, Michel Teló é popular e usando o exemplo político a ditadura militar é muito popular entre os que viveram nela ( não é a toa que o Bolsonaro vive se re-elegendo). Popularidade não valida uma ideia ou a competência e a idoneidade de alguém. Chavez é um líder populista anacrônico que cometeu absurdos como tentar mudar a legislação para poder se reeleger indefinidamente. Chavez só é defendido e exaltado aqui seguindo a lógica de que os inimigos dos nossos inimigos são amigos (outra falácia).

    • Fran Jung Postado em 21/Dec/2013 às 21:59

      Que simplismo mais auto-degradante.

    • Adriano Postado em 22/Dec/2013 às 13:43

      Fala Rodrigão, qual tua opinião sobre este vídeo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=pt7VXoFI1Cs ? Neste houve bastante argumentos, e vejo que a maioria desdenha a causa palestina por pura ignorância ou conformismo ao "american way". Com todo respeito aos teus argumentos, mas o Galloway é profundo e não como a maioria, como dizia Nietzsche, "turvam sua água" para assim parecerem. Um abraço

  11. Roberto Neves Postado em 12/Mar/2013 às 16:39

    Rodrigo Teixeira, você é um ignorante. Vá procurar informação, ela está aí e é de graça. Cale-se e faça um favor a sociedade. Procure se informar. Galloway ganhou prêmios e mais prêmios por lutar pelos direitos humanos, você é só um capitalista de sofá na frente do computador reclamando.

    • zé povo Postado em 19/Dec/2013 às 16:43

      E você é o que? que argumentos? que explicação deu contra o que ele falou?... Ofensas sempre assim querem sair de tudo... SIM SOU UM CAPITALISTA, E NO SOFÁ TAMBÉM MAS COMO BOM CAPITALISTA TRABALHO... e você faz o que?... engraçado isso, muito engraçado... muito mesmo... "você é só um capitalista de sofá na frente do computador reclamando"

  12. Daniel Santos Mont'Serraint Postado em 12/Mar/2013 às 16:40

    Nossa, até aqui tem reaça comentando, acho que eles tem orgasmos multiplos em ir em midias de esquerda tentar "refutar" rs

  13. Diego Postado em 12/Mar/2013 às 18:15

    Eu perdi tempo lendo todas as asneiras que este Rodrigo disse. Aconselho os navegantes, não percam tempo, é uma pior que a outra. Você lê, lê, lê, formula uma réplica e logo pensa "Melhor não". Deixe este ser com tamanha sabedoria, afogar-se no mar de sua própria ignorância. Sem mais.

  14. Robson Postado em 12/Mar/2013 às 18:20

    O cara quer derrubar os argumentos de um docente de OXFORD, usando Michel Teló, BBB, como exemplo. Galloway ainda citou Jimmy Carter, as eleições da Venezuela foram acompanhadas por diversos "auditores" por assim dizer, mas não é o suficiente para o espécime ali acima. Eu não teria a paciência de Galloway com estes tipos de pessoas. O cara fez um favor pra vida do infeliz em nunca mais fazer papel de idiota.

    • zé povo Postado em 19/Dec/2013 às 16:47

      PERA AI AMIGO,... QUANDO QUE O JOVEM CITA QUE AS ELEIÇÕES FORAM FRAUDADAS????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? Pense melhor antes de cair na asneira de argumentos contra o vento... NUNCA falou isso, mas ele respondeu o que era conveniente, não to nem ai quem é a figura do Galloway, a forma como ele responde não é argumentativa, não responde, e se mostra intolerante a críticas... Simples.

  15. Lucia Postado em 12/Mar/2013 às 20:10

    Primeiro, a vida não é perfeita! Ninguém é perfeito! Eu tento ser síndica do meu prédio e já é difícil pra caramba! Não consigo fazer todas as melhorias que gostaria... Imagina governar um país que envolve tanto jogo de poder! O que eu quero dizer com isso é que Chavez pode não ser perfeito, assim como Lula, e Dilma... Cometem erros (mas vamos convir... existem erros e erros... invadir o país dos outros, fazer guerra com desculpas esfarrapadas vizando apenas o lucro, destruir tudo e todos que se oporem à sua vontade... digamos que seja um "defeitinho" um pouco grave de mais, não é?!) e sempre cometerão! Mas o que temos que aprender a ver na política é a serviço de quem àquela pessoa (por sua história... por sua luta... por sua identificação de classe social... ) está governando!!! Está governando para o povo? Ou está governando para os ricos? E não venham me dizer que isso não existe, pq existe... e se a pessoa tiver um mínimo de esclarecimento... ela saberá qual candidato representa a manutenção das diferenças sociais... e o que lutará... dentro dos limites que a política impõe... para mudar a vida dos menos favorecidos para melhor. Acho uma graça as pessoas criticando "as bolsas" do governo Lula, Dilma, e Chavez... É bom sinal a pessoa criticar... pq é sinal que a pessoa tem o que comer! Queria ver se a pessoa estivesse com o estomago roncando... sentindo DOR!!! De tanta fome! Se ia tá com tanta teoria... achando tão prejudicial ganhar essa fortuna que são essas bolsas... que mal colocam uma pouca comida no prato. É o mesmo q tua casa estar pegando fogo... chegar o bombeiro... e ao invés de apagar o fogo (te dar o peixe), querer te dar o curso de como apagar incêndios (querer te ensinar a pescar na hora errada... sem condições nenhuma, entende?)!!! Primeiro tu tem que tirar as pessoas da extrema miséria... dar o mínimo de dignidade à elas. Enfim... São tantos absurdos... temos q aguentar todos... e EUA acusando CUBA de não respeitrem os direitos humanos... enquanto mantém a prisão de Guantânamo... Enfim... Os EUA vive de fachada mesmo. E como dizia Chavez vivemos num mundo capitalista, ditador e desigual, mas parece que ninguém vê isso!

  16. Rafael Postado em 12/Mar/2013 às 20:16

    Rodrigo Teixeira. Nós é que somos democráticos né? Aqui é mais chique. Aqui paga-se parlamentar com centenar de milhares de reais. Lembra quem fez isso né? E quanto ao Irã, ele não só respondeu como fez o leitor de veja e fã de Arnaldo Jabor engolir o que disse. Infelizmente algumas pessoas estão tão satisfeitas com suas "verdades" que acabam construindo um mundo imaginário ao seu redor pra justificar, ou para tornar plausível sua própria existência.

  17. fabão Postado em 12/Mar/2013 às 21:40

    Essa resposta é comum a quem não concorda com os marxistas.

  18. Jubileu Postado em 12/Mar/2013 às 22:18

    Rodrigo... você acredita mesmo nesses números??? kkkkk... conta a do português agora...

  19. Diego Santos Postado em 12/Mar/2013 às 23:16

    Lúcia meus parabéns. Eu não pretendia escrever nada mas teu comentário foi ótimo. E o exemplo da casa em chamas excepcional. Um abraço.

  20. Rodrigo Teixeira Postado em 13/Mar/2013 às 08:08

    É irônico, pois vejo todos os comentários ofensivos e sinceramente não me sinto ofendido. Não vou me dar ao trabalho de demonstrar que idiota é quem me chamou de idiota, mas deixo apenas um conselho : Aprendam a debater. Se você não gostou do que eu disse, ou discorda plenamente, então demonstre isso no campo das idéias. Dizer que eu sou um idiota não é um argumento é uma falácia lógica. Mandar eu procurar me informar, não é um argumento. Eu sei exatamente quem é o Galloway,(sei inclusive que ele é um muçulmano fervoroso, coisa que acredito muitos não sabiam !) e ainda que ele tivesse ganho 3 prêmios Nobel seguidos isso não torna correto tudo o que ele tem a dizer sobre tudo. Dizer que ele está certo porque ele tem vários prêmios é uma falácia lógica (argumentum ad verecundiam). Eu jamais disse que aqui há mais democracia que lá, como sugeriram. Inclusive nunca desmenti nada do que ele afirmou sobre a Venezuela. O que eu disse e continuo dizendo,é que tudo o que ele disse sobre a Venezuela se resume a Hugo Chavez não é um ditador, ele tem amplo apoio popular. Usei BBB e Michel Teló como exemplo para que até o mais ignóbil dos indivíduos fosse capaz de entender que ser popular não é igual a ser bom/correto/benéfico (obviamente não foi o suficiente !). Disse que Chavez é um populista, assim como foram Getúlio Vargas e Lula em seus governos ( e qualquer um que não seja capaz de admitir isso, ou não entende o conceito de populismo ou está deliberadamente sendo cínico). Sim, ele promoveu profundas transformações na Venezuela no campo social, mas não transformando o sistema educacional ou o sistema de saúde público e sim com políticas assistencialistas. É óbvio que esses 3 líderes que citei são diferentes entre si em vários aspectos, mas esse não foi o foco do meu argumento. O que disse é que o "anti-americanismo" é um sentimento viral dentro dos movimentos de esquerda latino americanos e todos os defeitos e problemas graves de governos como o de Cuba e Venezuela, são ignorados de maneira apaixonada. Quando me respondem me agredindo, tudo o que eu ouço é : " No fundo eu não tenho uma boa resposta pra sua questão, mas você está atacando os meus valores pessoais. Te xingar é o melhor que meu intelecto consegue produzir".

    • Paulo Postado em 14/Mar/2014 às 18:12

      Perfeita a explanação e enumeração das falácias. Tirando as falácias dos discursos políticos de quaisquer cores, não sobra nada!

  21. Lyndy Luca Postado em 13/Mar/2013 às 08:32

    Concordo com vc, Lucia! Plenamente! Quiçá todos tivessem essa sua lucidez!

  22. Philipe Postado em 13/Mar/2013 às 08:35

    A mão que dá o alimento é a mão que será beijada. Seja na Venezuela, seja no Brasil.

  23. Rodrigo Postado em 13/Mar/2013 às 08:41

    E quai são os números, Jubileu? Se estiverem incorretos, aguardo a correção, pois é sempre salutar a correta exposição dos números, em vez de ficarmos no puro: "isso é uma falácia" "isso é uma pantomima, uma patuscada"; desviar a discussão, agredir o interlocutor, não revelam argumentos, deixando a questão sem resposta. Isso os nossos políticos de "direita" e de "esquerda" já fazem todos os dias, cansando a inteligência dos brasileiros.

  24. Lyndy Luca Postado em 13/Mar/2013 às 08:44

    Rodrigo Teixeira, qual é o problema do homem ser um "muçulmano fervoroso"??? Você fala isso como se fosse um defeito dos piores que há, como se todos as pessoas de determinada religião fossem párias das sociedades, como se todos tratassem-se de fundamenalistas! Qual é o problema mencionar o credo pessoal que ele professa, se o mesmo é conhecido pela luta dos direitos humanos, por exemplo??? Você critica as pessoas que lhe criticaram "de forma vazia" com "xingamentos pessoais", alegadamente, ao seu ponto de vista, sendo "o melhor que os seus intelectos conseguisse, produzir", mas consegue descer ainda mais, apelando ao preconceito religioso. A sabedoria, meu caro, nem sempre está naqueles letrados, que citam termos em latim (língua morta - apesar de ter sido a base de outras, mas, ainda assim, morta - que só conhecem padres e pessoas do meio jurídico)... Ergo-me e aplaudo verdadeiros sábios, como Cora Coralina... Sabedoria verdadeira, de quem muito sabe, mas pouco se exibe (e não humilha a outros) por saber...

  25. Michel Delespinasse Postado em 13/Mar/2013 às 08:46

    Parabéns Rodrigo Teixeira! Mesmo não estando completamente de acordo com você, até mesmo pq acho que o Galloway teve alguns bons argumentos (não os melhores), acredito ainda que o rapaz que fez as perguntas a ele foi um tanto infeliz, especialmente por ter colocado palavras na boca do Galloway, o que é muito perigoso em um debate. Fora outras coisas, acho que vc foi mais feliz trazendo argumentos, do que os que te atacaram com comentários de falácia ad hominem. Deixo aqui uma "reflexão" para quem quer debater sem fervorismos e não sair poraí falando baboseiras, que inclusive pra mim desfaz um dos argumentos do Galloway. - Einstein ao ser avisado por um amigo de uma publicação intitulada "Cem contra Einstein", ele comentou simplesmente, "Bastaria um." - O que decide se uma ideia vence ou não, é sua aproximação aos dados, e não as opiniões das massas ou das autoridades.

  26. Frederico Postado em 13/Mar/2013 às 09:00

    Eu sinceramente apoei a resposta de Galloway no sentido de mostrar à esse moleque como realmente são as coisas na Venezuela. Aliás, seria bom que Oxford promovesse uma estadia desse cara em alguns países da América Latina p/ ele ter alguma noção de realidade p/ no futuro apoiar bem suas decisões... Defendo o ponto de vista dele quando ele expõe algumas verdades sobre o mito de Chávez. E boa parte do que ele falou está certo. Não sinto que ele fugiu à pergunta sobre o Irã, acho que ele somente esqueceu de mencionar esse fato devido à idiotice do Branquelinho lá. Chávez ganhou de forma esmagadora as três eleições às quais concorreu e, como um líder, mas bem também à seu modo, mudou a face da Venezuela. Ele foi buscar alianças políticas e financeiras em Portugal, pois de alguma forma sabia que precisava entrar na Europa passando longe da Espanha. No fundo Chávez era um idealista, um trabalhador (Militar) que sentia a dor do povo na pele e lutou p/ mudar isso, como todos nós sentimos dentro de nós mesmos. Sua língua afiada realmente apenas disse a maior verdade: os Estados Unidos repetem, instintivamente, o mesmo processo de colonização iniciado em 1754 contra os índios. Chávez, como todo bom aspirante à Ditador (ele percebeu à tempo que não seria com armas que ele conseguiria chegar ao poder e, mais do que isso, conseguir o apoio irrestrito do povo) foi um ser Humano, que comete erros e acertos, como todos nós. Seus ideais de libertação não são diferentes dos de Che Guevara, Fidel Castro, entre outros. Todos no fundo lutam contra a opressão do Capitalismo e defendem um ponto de vista Comunista e igualitário p/ a sociedade, mesmo sabendo que até o Comunismo possui grandes falhas em seus conceitos. Será que Maduro agora manterá esse ideais vivos? Acompanhemos...

  27. Rodrigo Teixeira Postado em 13/Mar/2013 às 12:00

    Lyndy Luca, Não entendi o seu "você fala isso como se fosse". Eu apenas afirmei um aspecto pessoal bastante pessoa do Galloway, para deixar claro que eu sei de quem estou falando, não fiz qualquer juízo de valor sobre o fato dele ser religioso. Aliás você respondeu sua pergunta logo em seguida : "Qual é o problema mencionar o credo pessoal que ele professa, se o mesmo é conhecido pela luta dos direitos humanos, por exemplo?" Exato, qual é o problema ? Eu apenas disse que ele era um muçulmano fervoroso, nada mais. As conclusões sobre o que eu quis dizer, quem tirou foi você ! Não apelei ao preconceito religioso, apelei ao fato dele defender o Chavez baseado em sua popularidade e não em dados concretos. Já que você citou o assunto religião, eu apenas disse que a esquerda aqui na America Latina tem uma visão muito apaixonada, quase dogmática do mundo, uma paixão cega que não separar suas convicções dos fatos. Banca , defende e acoberta tudo que qualquer líder comunista faça, pelo simples fato dele ser comunista. Esse é o caso do Galloway. E para finalizar, gostaria que você analisasse a sua última acusação. "Ergo-me e aplaudo verdadeiros sábios, como Cora Coralina… Sabedoria verdadeira, de quem muito sabe, mas pouco se exibe (e não humilha a outros) por saber…" Quanta ironia você dizer isso acreditando me criticar, quando estamos nós debatendo sobre uma matéria cujo o título é : "O dia em que um alienado foi merecidamente humilhado ( Pelo Galloway, a quem você defendeu)"

  28. Felipe Postado em 13/Mar/2013 às 12:28

    Acho que já escrevi isso N vezes pela internet, e vou repetir. O que mais me assusta são as pessoas que se dizem esclarecidas, eu sou isso e sou aquilo, defendendo a ferro e fogo a própria ignorância e falta de liberdade, a lavagem cerebral feita nela mesma. Exatamente a história do pouco conhecimento. Na boa? Só quem não quer não enxerga a merda em que o mundo ta afundado.

  29. Rodrigo Postado em 13/Mar/2013 às 12:32

    Parabéns, Frederico! Posso discordar de sua posição, assim como você da minha, mas você soube responder de maneira salutar, serena, sem agressões. Precisamos de mais pessoas assim, com a sua educação, urbanidade.

  30. Rodrigo Postado em 13/Mar/2013 às 13:07

    E olha só o que a internet nos reserva... FHC cunhou o "Esqueçam o que escrevei", Lula o "eu não sabia de nada" e qual será a de Galloway? Talvez: "era meu irmão gêmeo!" Eis o vídeo "George Galloway meets Saddam Hussein", no qual, ao dizer que era um dos poucos oponentes do regime iraquiano, é contraditado por sua própria fala no vídeo que segue, no qual parabeniza Saddam, o saúda, sendo ao fim aplaudido pelo ditador: http://www.youtube.com/watch?v=LzWNXEtwHUc

  31. Marcos Quaresma Postado em 13/Mar/2013 às 13:24

    Eu tinha uma péssima impressão do Hugo Chaves até a sua morte. Depois vi e ouvi o que ele fez pela Venezuela durante o seu governo,e fico desejando que Deus levante um homem como ele aqui no Brasil.

  32. H.92 Postado em 13/Mar/2013 às 16:51

    Bem feito ao leito da Veja e espectador da Globo lá de Oxford... rs

  33. João Carlos Postado em 13/Mar/2013 às 21:50

    30 partidos de oposição? 97% de redes televisivas privadas? Da onde esse DINOSSAURO saiu? Piada. Quis ganhar no grito com argumentos jogados ao vento. 'Chora mais quem pode menos'... O governo venezuelano fez bem-feitorias para o país mas está LONGE de ser a oitava maravilha.

  34. Diego Postado em 14/Mar/2013 às 07:01

    Ok amigo, esperamos você lá em OXFORD, rebatendo os argumentos de um DOCENTE de lá. AHUAHAUHAUAHUAHUAUA Dá onde surgem estes caras? Parece que brotam do chão para nos fazer rir. Que piada.

    • Rafaela Postado em 19/Dec/2013 às 18:03

      Engraçado que por ser um docente de uma universidade suas palavras são levadas como verdades universais que não podem ser contestadas por 'pessoas inferiores?'

  35. Frederico Postado em 14/Mar/2013 às 08:57

    Obrigado Rodrigo pelo seu elogio, e você não só tem o direito universal de concordar e discordar com o que eu disser como tem a NECESSIDADE e o DEVER de sempre questionar qualquer ponto de vista e o sistema em que vivemos. Só a união faz a força. Lá no Congresso todo mundo sabe disso rsrsrs, quando o povo se conscientizar disso então...

  36. Ismael Postado em 14/Mar/2013 às 09:04

    Rodrigo Teixeira e Rodriguo vocês estão atrasando a história, seu bonde já passou. O Teixeira: por favor meu caro não inverta o discurso da endemonização ou da derrota porque quem esteve enquadrada desde 1991 foi a esquerda e no mais "o fim da história" morreu em 2002 com a guerra da água na Bolívia - se bem que muitos pensam sua "doença" já havia se manifestado em 1993 com a ascensão do Comandante Marcos - a quem a Veja (aquela que fascistas e desinformados adoram adorar) no México ultraneoliberal de Fox (da Fox?). Vocês Rodriguo e Rodriguo Teixeira são uns olos escancarados, mas também são perigosos como quando chama de "esmola" o que as pessoas mais pobres têm direito de receber nesse país diante da dívida social brutal do estado brasileiro - o terceiro mais desigual do mundo e substancialmente melhorado ao longo desses três importantes governos petistas! Em outro momento eu explico porque seu conceito e suas comparações sobre populismo (repetindo a ladainha da Veja sobre populismo e ditadura, caudilhismo latino e coronelismo brasileiro) estão essencialmente equivocados e são um desserviço ao desenvolvimento do Brasil.

  37. Ismael Postado em 14/Mar/2013 às 09:15

    Só idiotas imersos na filosofia da miséria intelectual liberal diria que num debate o que importa é "debater, competir, convencer as massas, falar bonito com cursos de marketing"! Que tolices!! As ideias tem mais utilidade quando podem ser capazes de transformar a mentalidade estacionária da humanidade! Ao longo da história houveram inúmeros filosófos e pensadores que influenciaram o mundo a seu tempo e do seu modo. Mas o genial filósofo alemão Karl Marx foi o primeiro na história a propor que o filósofo não deveria ser apenas um ser contemplativo e passivo no mundo, a serviço de grupos elitistas (Kant, Hume e outros) para entretenimento ou empoderamento. O verdadeiro filósofo deveria lutar para trasnformar a realidade social e tentar tornar a miséria material e a miséria espiritual humanas menos desgraçada.

  38. cauim ferreira Postado em 14/Mar/2013 às 09:20

    O título desse artigo é assustador. Ninguém merece ser humilhado.

    • Xisto Postado em 05/Mar/2014 às 02:12

      Pra esse boboca ficou barato...

  39. Rodrigo Postado em 14/Mar/2013 às 10:06

    Quando eu digo... Nada em resposta a Galloway elogiando Saddam. Como disse o ex-Ministro tucano Ricúpero, "o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde", comportamento repetido pela "esquerda". E vemos o de sempre: "se critica, é leitor do PIG tucano." Só fico sem entender porque, quando critico os tucanos e demistas, me chamam de petista... Ambos precisam mudar seus "argumentos", pois o chavão iguala-se à postura vigente à Ditadura, quando prontamente o crítico era um "comuna comedor de criancinha ateu", o que sequer revela um argumento. Por isso minha dificuldade em distinguir o petista do tucano, o "socialista" (salvo esceções) do capitalista, especialmente após ver notícia demunciando que jornalistas da Caros Amigos eram explorados pelos "socialistas" detentores dos meios de produção (prensas, computadores etc.) - não teriam o contrato registrado em CLT, não teriam recolhido o INSS e depositado o FGTS, não haveria respeito ao piso salarial, ao fim sendo proposta redução salarial de 50%. Sobreveio o exercício do direito de greve e, em resposta, demissões (http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1245175-revista-caros-amigos-demite-jornalistas-apos-greve-contra-cortes.shtml). O que é isso, companheiro? Parafraseando Galloway, os empresários socialistas responsáveis pela Caros Amigos seriam "capitalistas mais capitalistas protofacistas antidemocráticos que os assim quistos capitalistas do PIG"? Realmente, é tudo para inglês ver. Apesar dos rótulos ("esquerdista, "direitista", "socialista", "capitalista", "religioso", "ateu"), o ser humano é sempre previsível quanto à sua sede de lucro. Uns, pois, imersos na filosofia, outros imersos em seus gabinetes e bibliotecas, longe dos rincões de nosso país, de nossa realidade. Eu conto do que vejo, diariamente, saindo de meu escritório e indo a cidades menores e maiores, em atendimentos, trabalhando e defendendo o direito de quem o tem à aposentadoria rural, ao LOAS, a pensões, a ações possessórias, indenizatórias; vários são os que sabem não ter direito a tanto, mas insistem, em vez de buscar uma ocupação digna. Mas torna-se alentador saber que essa realidade que vejo é centralizada exatamente aos locais que visito. Obrigado, Ismael, pela informação, pois agora ficarei menos triste com os brasileiros em geral.

  40. Rodrigo Postado em 14/Mar/2013 às 10:14

    Quando eu digo... Nada em resposta a Galloway elogiando Saddam. Como disse o ex-Ministro tucano Ricúpero, "o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde", comportamento repetido pela "esquerda". E vemos o de sempre: "se critica, é leitor do PIG tucano." Só fico sem entender porque, quando critico os tucanos e demistas, me chamam de petista... Ambos precisam mudar seus "argumentos", pois o chavão iguala-se à postura vigente à Ditadura, quando prontamente o crítico era um "comuna comedor de criancinha ateu", o que sequer revela um argumento. Por isso minha dificuldade em distinguir o petista do tucano, o "socialista" (salvo esceções) do capitalista, especialmente após ver notícia demunciando que jornalistas da Caros Amigos eram explorados pelos "socialistas" detentores dos meios de produção (prensas, computadores etc.) - não teriam o contrato registrado em CLT, não teriam recolhido o INSS e depositado o FGTS, não haveria respeito ao piso salarial, ao fim sendo proposta redução salarial de 50%. Sobreveio o exercício do direito de greve e, em resposta, demissões (http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1245175-revista-caros-amigos-demite-jornalistas-apos-greve-contra-cortes.shtml). O que é isso, companheiro? Parafraseando Galloway, os empresários socialistas responsáveis pela Caros Amigos seriam "capitalistas mais capitalistas protofacistas antidemocráticos que os assim quistos capitalistas do PIG"? Realmente, é tudo para inglês ver. Apesar dos rótulos ("esquerdista, "direitista", "socialista", "capitalista", "religioso", "ateu"), o ser humano é sempre previsível quanto à sua sede de lucro. Uns, pois, imersos na filosofia, outros imersos em seus gabinetes e bibliotecas, longe dos rincões de nosso país, de nossa realidade. Eu conto do que vejo, diariamente, saindo de meu escritório e indo a cidades menores e maiores, em atendimentos, trabalhando e defendendo o direito de quem o tem à aposentadoria rural, ao LOAS, a pensões, a ações possessórias, indenizatórias; vários são os que sabem não ter direito a tanto, mas insistem, em vez de buscar uma ocupação digna. Mas torna-se alentador saber que essa realidade que vejo é centralizada exatamente aos locais que visito. Obrigado, Ismael, pela informação, pois agora ficarei menos triste com os brasileiros em geral.

  41. Rodrigo Postado em 14/Mar/2013 às 10:21

    Quando eu digo... Nada em resposta a Galloway elogiando Saddam. Como disse o ex-Ministro tucano Ricúpero, "o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde", comportamento repetido pela "esquerda". E vemos o de sempre: "se critica, é leitor do PIG tucano." Só fico sem entender porque, quando critico os tucanos e demistas, me chamam de petista... Ambos precisam mudar seus "argumentos", pois o chavão iguala-se à postura vigente à Ditadura, quando prontamente o crítico era um "comuna comedor de criancinha ateu", o que sequer revela um argumento. Por isso minha dificuldade em distinguir o petista do tucano, o "socialista" (salvo esceções) do capitalista, especialmente após ver notícia demunciando que jornalistas da Caros Amigos eram explorados pelos "socialistas" detentores dos meios de produção (prensas, computadores etc.) - não teriam o contrato registrado em CLT, não teriam recolhido o INSS e depositado o FGTS, não haveria respeito ao piso salarial, ao fim sendo proposta redução salarial de 50%. Sobreveio o exercício do direito de greve e, em resposta, demissões (http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1245175-revista-caros-amigos-demite-jornalistas-apos-greve-contra-cortes.shtml). O que é isso, companheiro? Parafraseando Galloway, os empresários socialistas responsáveis pela Caros Amigos seriam "capitalistas mais capitalistas protofacistas antidemocráticos que os assim quistos capitalistas do PIG"? Realmente, é tudo para inglês ver. Apesar dos rótulos ("esquerdista, "direitista", "socialista", "capitalista", "religioso", "ateu"), o ser humano é sempre previsível quanto à sua sede de lucro. Uns, pois, imersos na filosofia, outros imersos em seus gabinetes e bibliotecas, longe dos rincões de nosso país, de nossa realidade. Eu conto do que vejo, diariamente, saindo de meu escritório e indo a cidades menores e maiores, em atendimentos, trabalhando e defendendo o direito de quem o tem à aposentadoria rural, ao LOAS, a pensões, a ações possessórias, indenizatórias; vários são os que sabem não ter direito a tanto, mas insistem, em vez de buscar uma ocupação digna. Mas torna-se alentador saber que essa realidade que vejo é centralizada exatamente aos locais que visito. Obrigado, Ismael, pela informação, pois agora ficarei menos triste com os brasileiros em geral.

  42. jorge Postado em 15/Mar/2013 às 08:05

    Eu acreditava no que eu realmente via, hoje não sei mais no que acreditar... não vou falar da resposta de George Galloway ele foi bem só não sei se isso já teria sido combinado só por produzir uma realidade que viesse a públco.

  43. Rodrigo Teixeira Postado em 15/Mar/2013 às 08:42

    Ismael, Não inverti absolutamente nada. Tanto o episódio de Cochabamba quanto o suposto tal enquadramento que começou em 1991 ( sinceramente não sei o que você quis dizer com isso), e o sentimento anti-americano não são mutuamente excludentes. O que você tem a dizer sobre a utilidade do debate é realmente revelador a cerca de como pensa um militante "vermelho". Não quero ser injusto, e deixo claro que você não chegou a dizer exatamente isso, mas quando você nega a importância da "competição de ideias" ficou um cheirinho de "os fins justificam os meios" ou seja contanto que eu consiga conscientizar as pessoas da "verdade" (a minha verdade é claro), é compreensível que eu use ofensas pessoais e falácias e desinformação para convencer as pessoas. Aliás isso acontece e MUITO isso por aqui. O primeiro ponto é que existem milhões de posições políticas dentro do espectro" direita". Ser de direita não significa ser conservador e muitas pessoas tem muita dificuldade em entender isso. Esse é o exato motivo pelo qual se chama o PSDB um partido de "direita" quando ele claramente não é. O que temos no Brasil "representando" a direita são os partidos conservadores. Outra desinformação muito comum na esquerda é achar que direita = neoliberal. Aliás muito gente nem sabe na prática o que liberalismo econômico significa ! Eu tanto quanto você (provavelmente) quero ver transformações sociais e um mundo menos injusto e desigual. Nós apenas divergimos acerca do melhor caminho para chegar lá. Eu jamais usei a palavra esmola, pois tenho plena consciência de que políticas de assistência social fazem parte do processo de transformação. Eu chamei de assistencialismo, pois as transformações se limitam a planos como bolsa família. A debate é sim muito importante, pois oferece ferramentas para que cada um tire suas próprias conclusões sobre o tema em questão.

  44. maria costa Postado em 20/Mar/2013 às 17:53

    Esse tal de Galloway é esperto. Palmas não pela resposta propriamente dita, e sim pelo jeito como ele reverteu tudo a favor dele, e deixando o rapaz mais raso que o chão. Cada uma, e os babacões de plantão ainda endeusam... Aff Maria.

  45. José Carlos da Costa Postado em 27/Mar/2013 às 10:18

    Mas, então, passados alguns dias, o que os dignos e responsáveis brasileiros, indignados de um lado e de outro, estão efetivamente fazendo para reduzir ou minorar as mazelas apontadas? Tudo bem que o tempo é pequeno, mas será que, ao menos, pensaram em algumas hipóteses? O que eu quero dizer é que, como sempre, o prazer de bater boca, de vociferar argumentos inconsistentes - que, inclusive, brigam com a obviedade dos fatos - continua a impedir um avanço mais célere das nossas instituições políticas, econômicas e sociais. Enfim, li tudo e achei um bla-bla-blá inútil, um esgrimir de posições ideológicas inconciliáveis. Contudo, meu respeito a quem se dispôs a debater civilizadamente.

  46. Victor Postado em 27/Mar/2013 às 22:32

    Não concordo. O vídeo só mostra a PERGUNTA do estudante. Aí, depois, o palestrante se defende e também acusa o rapaz. Não dá pra saber o que foi dito para opinarmos sobre se o estudante está ou não "certo".

  47. Victor Postado em 27/Mar/2013 às 22:55

    E outra coisa. É possível alguém ser "merecidamente humilhado"??? Caramba, muito infeliz o título dess matéria! Será que o que o estudante fez é digno de ser "merecidamente humilhado"? Apesar de eu achar muito interessante tudo o que foi dito pelo palestrante, eu não concordo com a forma como foi colocado. Ou seja, ele humilha o garoto e ainda é aplaudido. Tipo, humilhar alguém é digno de aplausos??? Se o estudante não é merecedor de Oxford, quem aplaudiu quem o humilhou também não é.

  48. Berzof Postado em 30/Mar/2013 às 15:20

    Éééé... mas ninguém quer falar osbre o fato de Chávez ter mudado a Constituição de seu país a seu modo e tempo. Isso não me parece tão louvável. E com o petróleo que ele comanda, os venezuelanos deveriam estar melhores. E não estão. NÃO VEJO NINGUÉM DE FORA QUERENDO IR MORAR LÁ... Não consigo apoiar ou gostar de qualquer ditador. Quando é preciso impor com leis particulares, e não gerais (gerais meeeesmo), a coisa vira ditadura. Não serve. Chávez tinha lá seu modus ditatorius; então não foi admirável. Nem é. Claro que ele lutou contra as grandes ditaduras ocidentais, capitalistas, excludentes. Mas lutou de uma maneira - digamos - também lamentável. Mudar uma Constituição para ser líder ad eternum é de algum modo louvável? Não parece. A questão é que o mundo desandou tanto que algumas práticas se justificam (isso é menos pior do que aquilo); não é fácil adorá-las. Eu não consigo entender esse "Hugo Chávez é o mai eleito do mundo". O mais honesto e merecedor. Não consigo. Todo aquele que arrasta seguidores fanáticos e cegos (como nas religiões), mesmo se vítimas de tanta opressão que acabam se agarrando a "qualquer" possibilidade de salvação, mais me parece um hipnotizador, não um democrata. Ninguém quer debater sobre o fato de Chávez ter mexido na Constituição a seu bel projeto. Ele levou as propostas de remendo constitucional às urnas? Não. Ninguém quer falar disso. Nem que o petróleo produzido por lá, vigiado por Chávez, poderia melhorar a situação dos venezuelanos, e não melhora. Então, como amar esse soberano?! O menino das perguntas foi corajoso, desafiante. E as pessoas rindo na cara dele, inclusive à mesa, foi cruel. Um estudante, nessa idade, pode errar um pouco sem ser metralhado. Até para bater é preciso certa estratégia (nesse caso, em que o menino, mesmo de Oxford, é apenas um menino). Galloway só faltou dar uns tabefes. Tanto desespero também não é respeitável. Tudo bem que as ditaduras disfarçadas são mais cruéis, como as da mídia, da religião, do discurso velado e insistente; mas essa ira... parece PCdoB ou PSTU gritadores. Malafaia... Sobre as defesas dos gays por Chávez, nunca ouvi falar. Nunca. De qualquer forma, não me parece que a Venezuela seja o lugar que todos os outros deveriam ser.

  49. Carlos Pires Postado em 10/Apr/2013 às 09:34

    Divagou, divagou, jogou pra platéia e... não respondeu. Alienado (?) é esse sr. Galloway.

  50. Bruno Postado em 23/Apr/2013 às 20:45

    Ahã, estou sabendo como as eleições na Venezuela são justas. Tão justas quanto as que são feitas em Cuba. Se George Galloway pensa mesmo que essas eleições foram esse mar de justiça eu tenho uma terreno no céu para vender para ele.

  51. Elisson Postado em 25/Apr/2013 às 04:42

    Tony Blair e Bush com políticas iguais? Parabéns, atestado de demência para você. Blair é pro ONU e bush não, como é possível terem políticas iguais?

  52. Thiago Postado em 02/May/2013 às 22:56

    Esse cara é um "desinfeliz", vejam qdo ele se recusa a debater com um estudante pelo simples fato dele ser israelense... http://www.youtube.com/watch?v=z-ciuiJKIG8

  53. herbo Postado em 03/May/2013 às 17:55

    Onde a mentira gritada vira verdade: "esmagadora maioria". 55% dos votos, foi o que Chávez teve, e acusado de ter roubado por diversas fontes, ainda que tenha sido justa, 55% não é em nenhuma matemática, nem na mais socialista de todas emagadora maioria. E só pra idiotas que vivem numa sociedade bi-partidaria que coligação com X partidos choca.

  54. RUBENS Postado em 12/May/2013 às 05:53

    Pergunta idiota, resposta medíocre! Existe um montão de ativistas, assim como este estudante, e fãs, assim desse professor, pra tudo neste mundo!

  55. Helio Gonçalves Fernandes Postado em 17/Aug/2013 às 12:52

    Para muitos americanos alienados a capital do Brasil é Buenos Aires, até parece que são leitores da revista veja, ou andam assistindo muito a globo, cuidado essas mídias "emburrecem" qualquer vivente.

  56. marcos Postado em 21/Nov/2013 às 12:41

    O coroa tbm tem um conhecimento muito limitado sobre venezuela, e revolução....

  57. Eduardo Postado em 19/Dec/2013 às 17:16

    Olavete detected! Rodrigo Teixeira assiste tanto os vídeos do Olavo, que já possui o mesmo modo de discutir/argumentar, e a ignorância predominante em generalizar o marxismo.

  58. marcelo coutinho Postado em 19/Dec/2013 às 19:23

    E eu achando que coxinha realça era privilégio nosso! só restou a ele ficar mexendo os braços e a cabeça. kkkkkkkkk

  59. Camila Maria Rastelli. Postado em 20/Dec/2013 às 05:29

    As legendas estavam difíceis de ler, só no final é que melhoraram. Será que foi a minha internet?

  60. daniel Postado em 20/Dec/2013 às 13:36

    podia ter ido dormir sem essa !!!kkkkkkkkkkkk

  61. soniadivina Postado em 29/Dec/2013 às 15:48

    o mesmo discurso os reaças daqui fazem contra Lula...mas ate agora NINGUEM deu a resposta merecida ...ainda tenho esperança que aconteça!PT CADE VOCE p/responder assim ?

  62. Bruno Postado em 17/Mar/2014 às 22:06

    uma dúvida! meu conhecimento sobre o assunto é zero, mas no vídeo o cara afirma que caprilles não é censurado, e tem aparecido na tv etc... em uma entrevista recente Capriles afirma que depois de dar entrevista, a emissora, ou rádio na qual foi feita sofre várias ameaças. ele afirmou ser "o politico mais censurado da Venezuela".... e aí quem está falando a verdade? ou