Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Corrupção 20/Jul/2012 às 12:42
6
Comentários

Justiça derruba principal prova do mensalão e abala julgamento

TCU derruba a prova central do mensalão. Ao validar os contratos de publicidade de Marcos Valério, o Tribunal, liderado por Ana Arraes, reforça a ideia de que o esquema não utilizou recursos públicos

tcu mensalão

Decisão do TCU também confirma a tese de caixa dois eleitoral – e não de compra regular de parlamentares

A menos de quinze dias para o início do “julgamento do século”, uma decisão tomada pelo Tribunal de Contas da União pode ser determinante para o futuro dos réus da Ação Penal 470. O TCU considerou regulares os contratos de publicidade de R$ 153 milhões do Banco do Brasil com as agências de publicidade DNA e SMPB, que pertenciam ao empresário Marcos Valério de Souza. Isso reforça o que foi dito, dias atrás, pelo criminalista Marcelo Leonardo, que fará a defesa oral de Valério no Supremo Tribunal Federal. “Não houve recursos públicos, apenas empréstimos privados”. O PT admite que tomou empréstimos bancários, junto ao Rural e ao BMG, para honrar dívidas de campanha próprias e de alguns partidos da base aliada.

A decisão do TCU foi tomada a partir de relatório preparado pela ministra Ana Arraes, cujo voto foi acompanhado pelos demais ministros. O primeiro a ser beneficiado é o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, que foi denunciado por ter validado os principais contratos de publicidade de Valério na administração pública federal.

Leia mais

De acordo com o TCU, os contratos seguiram o padrão de normalidade do Banco do Brasil e não diferem dos que foram fechados com outras agências de publicidade. Curiosamente, as agências de publicidade de Valério entraram para o governo federal no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Foram apadrinhadas pelo ex-ministro Pimenta da Veiga, das Comunicações, que é amigo pessoal de Valério. Continuaram no governo Lula, até o escândalo do mensalão, ocorrido em 2005.

Embora já ajude a livrar a cara da Pizzolato, a decisão do TCU pode ter também repercussões maiores sobre outros réus. A começar, pelo próprio Valério. O empresário sustenta que, entre o fim da campanha presidencial de 2002 e o início do governo Lula, foi apresentado ao ex-tesoureiro Delúbio Soares, do PT, pelo ex-deputado Virgílio Guimarães. Ajudou a resolver o problema das dívidas de campanha com o partido por meio dos empréstimos bancários. E, no caso do Rural, ele argumenta que tentou fazer lobby para que o banco assumisse a massa falida do Banco Mercantil de Pernambuco – o que não ocorreu. Por isso, Valério chegou a dizer que foi um lobista fracassado.

Essa decisão do TCU também corrobora a tese de caixa dois eleitoral – e não de compra regular de parlamentares. Isso porque os empréstimos foram tomados logo no início do governo Lula. Os contratos de publicidade eram renovados periodicamente.

Reação na oposição

Na oposição, a decisão do TCU foi recebida com desespero. Segundo o blogueiro da revista Veja Reinaldo Azevedo, o petismo trabalha para “transformar o Brasil num curral”. Eis um trecho de artigo publicado por ele nesta manhã:

Caberá ao STF dizer se existe pecado do lado de baixo do Equador! Se decidir que não há, não vai adiantar Deus ter piedade dos brasileiros.

O que o TCU demonstrou, no entanto, é que as agências de Valério prestaram contratos regulares de publicidade ao Banco do Brasil. E o lobby a favor do Rural se dava em outras esferas.

Brasil 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcel Postado em 21/Jul/2012 às 19:07

    temod de mencionar que o TCU aprovou baseado em uma lei do ATUAL MINISTRO DA JUSTIÇA...Bem sob medida O VALIDAR OS CONTRATOS DE PUBLICIDADE DE MARCOS VALÉRIO, O TRIBUNAL, LIDERADO POR ANA ARRAES, REFORÇA A IDEIA DE QUE O ESQUEMA NÃO UTILIZOU RECURSOS PÚBLICOS; ISSO PODE INFLUENCIAR JULGAMENTO E JÁ LIVRA O EX-DIRETOR DO BB, HENRIQUE PIZZOLATO. E ASSIM A PIZZA DO JULGAMENTO DO MENSALÃO JÁ ESTÁ PRONTA. OU É PRA ACREDITAR QUE ELES SERÃO PUNIDOS? VC SABIA QUE O AUTOR DA LEI QUE LIVRA OS MENSALEIROS É O ATUAL MINISTRO DA JUSTIÇA? QUAL É O PARTIDO DELE MESMO? ISSO MESMO O PT. DEPOIS A PETRALHADA FICA NOS ACUSANDO E DIFAMANDO, A REVOLTADOS ON LINE E SEUS ADMINISTRADORES,PQ? POR QUE NÃO QUEREM QUE NINGUEM FIQUE SABENDO DOS CONCHAVOS DE BASTIDORES PARA QUE NENHUM DOS MENSALEIROS SEJAM PUNIDOS

  2. Ligeovanio-MA Postado em 21/Jul/2012 às 21:08

    Marcel, MENSALÃO só existiu na imaginação golpista da nossa querida imprensa. Não adianta chorar. Até mesmo o Bob Jefferson já confessou que não existiu mensalão. Agora se o que a imprensa quer é que o STF condene sem provas... aí já é outra história.

  3. Ben Delay Postado em 21/Jul/2012 às 23:03

    Viu "amigo" M-A-R-C-E-L, quando se faz necessário a justiça marca presença... Duvido que as trapalhadas do Cachoeira e seus asseclas, termine me suculentas pizzas!

  4. Marcel Postado em 23/Jul/2012 às 15:07

    É amigos..acho que vcs tem memória curta ou então vossos filtros intelectuais estão desregulados…Pois eu me lembro muito bem do Lula tentar justificar, depois negar que sabia, e agora a ultima estratégia é negar a existência…Poxa, escolhe uma, pois nem todo mundo é burro e tem memória curta …Cada coisa… Que a imprensa brasileira é um lixo, isso é verdade…Mas também, a sua programação geral é direcionada ao tipo de gente que da 80% de popularidade a governantes corruptos que pisam na Connstituição Federal e deixam a saúde e educação em último plano, enquanto enchem barracos de TV’s, computadores, motos…Isso, quando o filho ficar doente ou entrar na faculdade, a TV e a moto vão servir para dar base a um financiamente que encherá os Bancos de dinheiro (pois o PT só é esquerda na imaginação, pois durante seu governo os BANCOS LUCRARAM COMO NUNCA, chegando a TRILHÕES…Ahhh, mas isso vcs não devem saber, pois não perdem tempo lendo artigos da média golpista, lêem apenas blogueiros que recebem dinheiro do MEU IMPOSTO pra falar bem de ladrão..Que caso fosse bom político, não faz mais que obrigação.. QUEM APLAUDE POLÍTICO É TROUXA…ELES SÃO NOSSOS FUNCIONÁRIOS, E SÃO MUITO BEM PAGOS….

  5. Francisco Postado em 25/Jul/2012 às 07:28

    Pois é gente, o título ora comentado fala que a Justiça derrubou a prova, prova não houve e, caso houvesse não poderia jamais ser derrubada, onde já se viu derrubar uma prova ??? E ademais contra fatos ( provados ) não há argumentos, resta agora ao Baronato da Mídia " et caterva " vociferar, espernear, etc. No caso de algum comentarista ter provas da existência de conchavos seria o caso de fazer uma acusação formal ao STF nomeando o(s) Ministro(s) que aceitou isso. Bancos lucram mesmo, ainda mais dentro do regime capitalista e este não foi criado pelo PT. Finalizando: Se o que você tem a dizer não é melhor do que o silêncio o melhor é calar-se ! ( Provérbio Árabe )

  6. Paula Postado em 24/Aug/2012 às 14:47

    Nesse post tem um artigo bem interessante e um link para ver a íntegra das alegações finais da defesa do Bob Jefferson. "O mensalão não existiu." E agora histéricos midiáticos movidos à novela das 8? Não era ele o herói de vocês? Não foi com base na "denúncia" dele que surgiu toda a novela do mensalão? Pois é, agora o cara desmente tudo no estilo, "ops", era mentirinha, enganei um bobo, ou um monte de bobos. Não estou inventando, está no processo, é só ler. http://noticias.r7.com/blogs/hildegard-angel/2011/09/15/roberto-jefferson-diz-ao-stf-que-mensalao-nao-existiu-nao-foi-fato-foi-retorica/