Redação Pragmatismo
Compartilhar
América Latina 28/Jun/2012 às 22:12
13
Comentários

PSDB envergonha Brasil e América Latina ao apoiar golpe no Paraguai

PSB, PT, PC do B e Psol foram os partidos que reprovaram oficialmente os acontecimentos políticos que culminaram com a derrubada de Fernando Lugo da Presidência do Paraguai

psdb golpe paraguai

Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, manifestou total apoio dos tucanos aos golpistas

O impeachment do presidente paraguaio Fernando Lugo não tem unanimidade entre os partidos políticos brasileiros. A maioria dos partidos manifestou apoio ao chefe de Estado destituído, seguindo manifesto do PT, que classificou a ação do legislativo paraguaio de golpe de Estado. O Wikileaks também vazou esta semana documentos que revelam que os EUA já sabiam que haveria um golpe naquele país desde 2009. No entanto, o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), principal legenda da oposição, defende a decisão do legislativo paraguaio e critica a diplomacia brasileira.

Em nota divulgada nesta terça-feira (26/06) e assinada por seu presidente nacional, o deputado federal Sérgio Guerra, o partido afirma que não houve rompimento das leis no Paraguai “tampouco ataque à ordem vigente na nação vizinha”. Guerra, no entanto, destacou negativamente a velocidade do processo de impeachment.

Leia mais

Na nota, o partido condenou a posição do Itamaraty em relação à crise política paraguaia afirmando “que o governo brasileiro age de maneira precipitada quando defende – ou mesmo implementa – sanções ao Paraguai na Unasul e em outras instâncias internacionais”. A decisão do Legislativo paraguaio, segundo o líder tucano, será respeitada.

A posição tucana também é defendida pelos líderes de outros dois partidos, um da oposição e outro da base aliada. Roberto Freire, presidente nacional do PPS (Partido Popular Socialista), em nota na segunda-feira (25/06) afirma que seu partido continua a defender o princípio da autodeterminação dos povos e da não intervenção. Esse princípio, segundo o deputado, “surgiu para evitar que os Estados Unidos se intrometessem em nossos assuntos; não devemos agora achar que podemos interferir em assuntos de outros países; é preciso tomar um certo cuidado com isso”.

A mesma opinião teve o presidente do PP (Partido Progressista), que compõe a base aliada do governo brasileiro. O senador Francisco Dornelles afirma que o país não pode afrontar a decisão do Congresso paraguaio e que, se houve alguma decisão equivocada, ela deveria ser questionada pela Suprema Corte do país. “Não tem sentido Brasil fazer papel de polícia na América Latina como Estados Unidos faziam. O Brasil tem que respeitar a decisão do Congresso do Paraguai. Não pode cometer um erro para dar a eles motivo para criar dificuldades comerciais para o país”, disse o senador na segunda-feira (25/06).

No entanto, a posição dos três líderes difere de outros partidos que já se manifestaram sobre o ocorrido, notadamente o PT (Partido dos Trabalhadores), PSB (Partido Socialista Brasileiro), PC do B (Partido Comunista do Brasil), que compõem a base aliada, e o Psol (Partido Socialismo e Liberdade), da oposição.

PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), Democratas e PSD (Partido Social Democrático) informaram, por meio de suas assessorias, que não tem um posicionamento oficial sobre a crise.

Golpe de Estado

O diretório nacional do PT condenou na segunda-feira (25/06) a deposição de Lugo em um ato que classificou como golpe de Estado. O partido também criticou a rapidez com que o Congresso paraguaio decidiu-se pelo impeachmment do ex-bispo, dando-lhe apenas duas horas para que ele pudesse se defender.

“A direita paraguaia, valendo-se de sua maioria parlamentar, promoveu uma deposição sumária, na qual concedeu ao presidente não mais que duas horas para se defender de um processo de impeachment. Os setores conservadores paraguaios empreenderam, assim, um verdadeiro golpe de Estado, destituindo um presidente eleito soberana e democraticamente pelo povo paraguaio”.

Para o Partido dos Trabalhadores, “o motivo real do impeachment é outro: impedir uma vitória da esquerda paraguaia, agrupada na Frente Guasu, nas próximas eleições presidenciais marcadas para abril de 2013”.

Outra crítica feita pelo PT foi em relação à desculpa utilizada para a deposição de Lugo, em razão das mortes nos conflitos agrários em Curuguaty, no dia 15 de maio.

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcel Postado em 28/Jun/2012 às 22:23

    Vergonha maior é o Lula se aliar ao Maluff...O Brasil está tão bem na comunidade internacional que muito país deixou de vir a Rio + 20 por causa da mania ridícula do Brasil apoiar países ditatoriais...como o Irã por exemplo..

  2. Marcel Postado em 28/Jun/2012 às 22:26

    Podia dar o link q nos mostre essa notícia do wik... Na boa..não defendo o psdb, mas o PT é o partido que mais envergonha o Brasil aqui e lá fora.... Imagine o que peensaram de nós quando viram o ex presidente (que reza a lenda, o mais popular do Brasil, não duvido, num país onde samba e futebol é mais importante que saúde educação, é provável mesmo que o Lula seja tão adorado) se aliando a um procurado da Interpol..O lado bom disso é que os PTralhas além de ter a PF na cola, tem também agora INTERPOL...Plíticos brasileiros, envergonhando a nação desde a independência

  3. Marcel Postado em 28/Jun/2012 às 22:27

    Só a velçha esquerda apoiou..a esquerda e países da am´perica latina que adoram tirar as liberdades individuais...O duro eh q tem gente que acha Hugo Chavez um exemplo..ahhhh, não sei pq leio essas baboseiras...

  4. Moderação Postado em 28/Jun/2012 às 23:46

    Marcel, são diferentes tipos de vergonha e se você tem uma balança para mensurá-las, então nos revele, ao invés de perder o seu tempo buscando disparar à todo custo contra 'esquerdista e PTralhas'. Seguem os links para a notícia do WikiLeaks, com inclusive um link do site da Veja, revista que nos parece ser bem do seu agrado. http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/mundo/2012/06/26/interna_mundo,381299/wikileaks-eua-falavam-em-plano-para-destituicao-de-lugo-em-2009.shtml http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/22661/wikileaks+eua+sabiam+de+articulacao+entre+oviedo+e+frutos+para+destituir+lugo.shtml http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/wikileaks-impeachment-de-lugo-era-planejado-ha-anos

  5. Kazu Postado em 29/Jun/2012 às 11:32

    Marcel, procure os seus amigos da Oia, Falha de S ao Paulo, OESP, Rede Bobo, Rádio CBN, Cachoeiras, PSDB, DEM, PPS, PSD, PMDB, etc.

  6. Marcel Postado em 29/Jun/2012 às 13:43

    Caors amigos..vcs tem que aprender uma coisa... Parem de tomar partido..eu não me indentifico com nenhum partido político do Brasillpois são todos farinha do mesmo saco..buscam aliança pensando somente em poder e si mesmos..nunca na população..Agora se a maioria é tonta e cai no conto, eu não tenho culpa...Ja disse aqui váriaz vezes que não gosto do PMDB, nem do PSDB nem do PT nem de partido nenhum..e nem da VEJA....MAs eu fico com dó de gente que perde tempo defendendo artido ou político..LEMBREM_SE>>SE ELES FAZEM ALGO BOM..NÃO É MAIS QUE OBRIGAÇÃO..SÓ GENTE IDIOTA APLAUDE POLÍTICO..GENTE NTELIGENTE SEMPRE COBRA COBRA E COBRA...MAS ESSA É A TÍPICA DEFESA DA ESQUERDA...SEMPRE CHAMAM A OPOSIÇÃOD E ELITE E DIREITA...MAS VCS JÁ OUVIRAM FALAR EM LIBERALISMO? SE NÃO OUVIRAM...LEIAM E DEPOIS VCS FALAM...EU SOU LIBERAL..NÃO PRECISO DE POLÍTICO NENHUM P FAZER NDA POR MIM.. TENHO DISPOSIÇÃO PRA CONQUISTAR MINHAS COISAS.

  7. Marcel Postado em 29/Jun/2012 às 13:49

    Outra coisa, essa página é muito flexível conforme seu posicionamento..Pois defende vários países que INIBEM A LIBERDADE DE IMPRENSA (COMO CUBA, ONDE SÓ HÁ TV ESTATAL E NÃO HÁ INTERNET LIVRE), E QUANDO LHE É CONVENIENTE SE DIZ A FAVOR DA LIBERDADE, COMO NA NOTPICIA DO JULIAN ASSANGE... Aquela notícia realmente é relevante...concordo que ele deve ser libertado...Mas duvido se ele tivesse divulgado um monte de atrocidades que que países ditatoriais cometessem...o Pragmatismo político ia ter essa posição..Amigos, meus princípios não são tão flexíveis assim...Pra mim não importa quem tá no poder..EU QUERO SEMPRE SER LIVREEEEEEE, LIVRE DE BUROCRACIA, IMPOSTOS, E OBRIGAÇÕES QUE O ESTADO NOS COLOCA..OUTRA COISA QUE EU DEFENDO É E LIBERDADE ECONÔMIA..ONDE JÁ SE VIU O ESTADO PROIBIR TROCAS VOLUNTÁRIAS ENTRE AS PESSOAS...COMO OCORRE NO BRASIL E NA ARGENTINA, ONDE TUDO HÁ UMA AGÊNCIA REGULADORA PRA ARRECADAR DE QUEM TRABALHA HONESTAMENTE..

  8. Kazu Postado em 29/Jun/2012 às 18:34

    Velhos discursos de liberalismo, que historicamente defenderam as ditaduras militares e intervencionismo americano em todos os continentes com atentados, terrorismos, mortes, assassinatos, desagregração de nações, como a Líbia que virou terra de ninguém, assim impor a sua própria PAX americano! A luta de classes continua atual e disso os liberais e neoliberais conhecem muito bem! Santa ingenuidade! Democracia e lberdade de quem e para quem? Quem adora a liberdade de economia são os patrões e capitalistas! Todas as imprensas tem posição politica definida e as defendem, não existes imprensa isenta, independente! Quando postar artigos ou teses apresentem as fontes e autores.

  9. joao paulo Postado em 02/Jul/2012 às 11:59

    Vindo desse ser imundo (sergio Guerra) não me impressiona ,já esperava isso do PSDB.Mas também há apoio dos partidos de direita do Uruguay.Há um movimento da direita reacionária no continente ,não só no Paraguay

  10. Henrique Cezar Cruvinel Postado em 03/Jul/2012 às 09:41

    Vergonha maior é o que o Governo brasileiro tem feito aos "brasiguaios" no Paraguai. Lugo tentou implementar uma rixa e luta de classe que já não cabe mais no mundo. Politicamente ha como transferir renda de uma classe mais abastada para outra de menor poder aquisitivo, vide Brasil com os programas implementados por Fernando Henrique e Lula com o Renda Cidadã e outros congêneres. O Brasil até poderia ter impedido a destituição de Lugo, através de conversações políticas. Agora ficar contra simplismente não dá, mormente por que referida destituição foi feita LEGALMENTE, e o Brasil, quando se fala nos nossos irmãos que moram no Paraguai e que estavam sendo vitimas dos MST'S da vida, diziam que era problemas internos de outro país e que não podia interferir. Agora não. Interfere com a maior cara de pau. O pior é que tiram o Paraguai do Mercosul dizendo que está ferindo a exigencia da cláusula democrática e no mesmo átimo aceita a entrada da Venezuela, como se a mesmo fosse um poço de democracia. Isto é apenas mais uma piada implementada pelo notorio Marco Aurélio Garcia, assessor para assuntos internacionais do governo. Dilma podia aproveitar e arrumar um emprego para esse inútil, talvez como adido em Cuba ou na Venezuela, assim quem sabe parem de envergonhar o Brasil. Honduras novamente não.

  11. Vera Postado em 25/Jul/2012 às 15:23

    Vergonha maior é apoiar o padreco de caráter duvidoso. Correto o PSDB.

  12. Roberci Postado em 06/Aug/2012 às 23:56

    Golpe, ha vá catar coquinho, os paraguaios temo direito de fazer o que bem entenderem, não houve golpe, pelo que vi foi tudo dentro da legalidade, só que a jato, mas isso é problema deles, não nosso.

  13. Roberci Postado em 06/Aug/2012 às 23:58

    Ainda, apoiar um regime como o de Cuba e do Irã, vá para p.q.p!