Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Direitos Humanos 14/Feb/2012 às 15:09
4
Comentários

Polícia "orienta" moradores de rua espancados a dizerem que "levaram uma queda"

Apesar de um dos agredidos ter ficado com vários hematomas pelo corpo, corte na testa, lesão em um dos olhos e nas pernas, o caso ficou por isso mesmo pois os seguranças também são policiais militares

moradores rua espancados lapa spDois moradores de rua foram agredidos, no início da noite de segunda-feira, 13, por dois seguranças de um supermercado na Rua Catão, na Lapa, zona oeste da capital paulista.

As vítimas moram sob o viaduto da Lapa. Uma delas entrou no estabelecimento para comprar uma garrafa de cachaça e, quando se aproximava do caixa para pagar a bebida, foi abordada por um dos seguranças, que a acusou de furto, tendo início uma discussão.

O outro morador de rua, identificado como Sampaio, entrou no supermercado para ajudar o colega que apanhava e foi agredido também, e com mais violência, pelos dois seguranças. Clientes gravaram as agressões com o uso de celulares.

Policiais militares foram acionados. Apesar de Sampaio ter ficado com vários hematomas pelo corpo, corte na testa, lesão em um dos olhos e nas pernas, o caso ficou por isso mesmo pois os seguranças também são policiais militares.

Leia mais

No pronto-socorro da Lapa, segundo a vítima, os PMs teriam “orientado” Sampaio a, caso registrasse boletim de ocorrência, afirmar que os ferimentos foram causados por uma queda. Os policiais negam e dizem que nada falaram a Sampaio e que ele simplesmente não quis ir para a delegacia.

Mesmo os clientes se prontificando a servirem de testemunha das agressões, Sampaio, com medo de ser alvo fácil de eventuais represálias, pois mora na rua, não registrou queixa. A vítima afirmou que é formada em enfermagem, morava em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, e que resolveu deixar a residência em razão de desentendimentos com a família.

Agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Janes Rodriguez Postado em 14/Feb/2012 às 15:35

    Esses são os "pobres trabalhadores" que tem gente tipo Bolsonaro Jr defendendo...na companhia do PSOL e do PSDB

    • Luis Soares Postado em 14/Feb/2012 às 16:00

      A polícia enquanto corporação só se livrará dos estigmas negativos que lhe estão fincados quando conseguir eliminar com rigidez os que diariamente contribuem para tal condição.

  2. Marcos Postado em 15/Aug/2013 às 02:42

    Sinceramente, a polícia é a representação do povo, ela vem do povo, se existem policiais assim é porque vieram de uma sociedade assim, certamente na Inglaterra esse tipo de ação da polícia é bem menor, esse negocio de vilanizar a polícia é muito infantil.