Redação Pragmatismo
Eleições 2022 12/Out/2021 às 09:18 COMENTÁRIOS
Eleições 2022

Romário diz preferir Bolsonaro a Lula: "Antes o Brasil estava uma merda"

Publicado em 12 Out, 2021 às 09h18

"Antes de Bolsonaro, nosso país estava uma merda do caralho", diz Romário, confirmando que votará no atual presidente nas eleições do ano que vem

romário bolsonaro lula
(Imagem: Reprodução/Gazeta Esportiva)

O senador Romário (PL-RJ) afirmou que, hoje, prefere o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na visão do ex-jogador de futebol, o país estava “uma merda” antes de o chefe do Executivo assumir o cargo, em 2019. “Antes de Bolsonaro, nosso país estava uma merda do caralho”, disse.

O ídolo da seleção brasileira deu a declaração em entrevista ao jornalista Rica Perrone, em um quadro chamado “Um ou outro”, no último dia 7 de outubro. A pergunta foi apenas se Romário preferia Lula ou Bolsonaro, sem referência direta a um eventual 2º turno na eleição à Presidência da República no ano que vem. “Hoje, Bolsonaro“, respondeu o congressista.

Antes desse trecho da entrevista, Romário elogiou a conduta de Bolsonaro à frente do governo federal, fazendo ressalvas à postura do presidente no enfrentamento à pandemia.

“Eu faço parte de um partido [PL] que, hoje, é Bolsonaro. Se você me perguntar, eu acho que o Bolsonaro é um presidente que tem feito coisas positivas para o nosso país. Erra em alguns momentos, principalmente nesses últimos 2 anos com a pandemia. Deixou de ter algumas ações, na minha opinião falou algumas coisas que poderia não ter falado”.

Perrone questiona nessa hora: “Ele se embananou muito, né?”. O ex-futebolista concorda, mas logo sai em defesa do presidente, seu colega no Congresso entre 2011 e 2014, quando os dois eram deputado.

“Tomou algumas decisões que poderia não ter tomado. Mas eu, particularmente, convivi com Bolsonaro nos quatro anos de deputado federal, ele estava lá ainda. E o Bolsonaro é um cara que tem coragem, que não tem medo de se posicionar”, declarou Romário.

Romário reafirmou, em seguida, que se a eleição fosse hoje ele votaria pela reeleição do atual ocupante do Palácio do Planalto. Mais adiante na conversa, o ex-jogador lamenta: “Infelizmente no Brasil hoje falar de política tá chato, sabe por quê?”.

O ex-atleta dá como exemplo a própria entrevista com Perrone. “Acabei de falar que gosto do Bolsonaro, de pessoas com personalidade, e já sei que a esquerda vai me dar porrada”.

Recomendações

COMENTÁRIOS