Redação Pragmatismo
Eleições 2022 15/Jun/2021 às 09:37 COMENTÁRIOS
Eleições 2022

Motociata de Bolsonaro não reuniu 1 milhão de pessoas e nem entrou para o Guinness Book

Publicado em 15 Jun, 2021 às 09h37

Ao contrário do que publicaram Carla Zambelli, Bia Kicis e outros, 'motociata' não reuniu 1,3 milhão de pessoas e tampouco entrou para o livro dos recordes. A PM informou que 12 mil motos participaram do ato. Evento também não foi capa do Washington Post; jornal dos EUA se manifestou após a fake news

motociata bolsonaro
Imagem aérea da ‘motociata’ de Bolsonaro. Manifestantes estacionaram as suas motos e foram ouvir discurso do presidente

As informações divulgadas por apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o público da “motociata” não são verdadeiras. Ao contrário do que publicaram nomes como Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF), o evento não reuniu 1,3 milhão de pessoas e tampouco entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes.

Zambelli publicou em sua página no Twitter um vídeo no qual aparece na concentração do evento. Na publicação, ela afirma que participaria da “maior motociata do mundo” e que “o nosso presidente pode entrar para o Guinness Book”. Já Bia Kicis republicou postagem de um seguidor de Bolsonaro afirmando que o evento contou com 1.324.523 motocicletas e que o presidente “bateu o recorde mundial de ‘motopasseata’ da história”.

No último sábado, Bolsonaro reuniu apoiadores em um passeio de moto pela cidade de São Paulo, em resposta aos protestos contra o presidente realizados por todo o Brasil em 29 de maio. A manifestação, chamada de “Acelera para Cristo” começou às 10 horas, em Santana, Zona Norte da cidade, e terminou no obelisco do Ibirapuera, às 13h30, após cerca de 130 km percorridos.

Apesar da presença maciça de bolsonaristas, o número não chega nem perto do divulgado por “fake news” em alguns perfis de redes sociais. Segundo a Polícia Militar de São Paulo, que acompanhou o evento, cerca de 12 mil motos participaram da manifestação.

Também não há nenhuma menção à “motociata” no site do Guinness World Record, uma vez que sequer existe esta categoria. Além disso, para entrar no livro dos recordes, o padrão de análise dos pedidos é de 12 semanas, o que impossibilitaria a inclusão da manifestação do último sábado.

Mesmo assim, diversos perfis bolsonaristas divulgaram que 1.324.523 motos rodaram por São Paulo em apoio ao presidente. O número seria maior inclusive do que a frota de motocicletas da cidade, que é de 1.217.655, segundo pesquisa do ano passado.

Circula também pelas redes sociais um print com a capa do jornal “The Washington Post” com uma manchete em inglês que diz: “Bolsonaro lidera o maior tour de motocicletas do planeta”.

A capa do Washington Post, naturalmente, é falsa. Nenhuma das últimas edições do jornal destacou a motociata realizada por Bolsonaro. “Esta não é uma primeira página real do Washinton Post”, disse o jornal após a repercussão da fake news.

A imagem que circula em redes sociais no Brasil é uma montagem e foi feita usando como base a capa original do The Washington Post publicada em 6 de agosto de 2013, e que destacava a venda do jornal para o bilionário Jeff Bezos.

É possível notar que, apesar da manchete e da foto principal alteradas, outros elementos originais foram mantidos. Lá estão os artigos nas colunas laterais com os mesmos títulos e autores. Também são idênticos a data e a previsão do tempo no alto da página.

Na ‘motociata’ de Bolsonaro houve distribuição de marmitas e sorteio e moto:

Recomendações

COMENTÁRIOS