Redação Pragmatismo
Economia 22/Dez/2020 às 12:30 COMENTÁRIOS
Economia

Como fazer um planejamento previdenciário e garantir uma aposentadoria mais tranquila

Publicado em 22 Dez, 2020 às 12h30
garantir aposentadoria
(Imagem: Freepik)

As novas regras da previdência trouxeram diversas mudanças para o trabalhador brasileiro. Não basta apenas conhecer a lei, é importante fazer um planejamento previdenciário para garantir uma aposentadoria sem dores de cabeça.

Para você que está em processo de aposentadoria ou você, trabalhador autônomo ou de carteira assinada, que ainda tem muitos anos a contribuir, separamos algumas dicas importantes, com a ajuda de especialistas no assunto, para você ter um planejamento mais tranquilo possível e conseguir uma aposentadoria sem complicações.
Plano de aposentadoria

Criar um plano de aposentadoria não significa apenas pensar em gastos, e sim, ter cuidado com várias etapas do processo de aposentadoria. É sempre importante estar em dia com a documentação, recuperar arquivos importantes (se for necessário), levantar dados dos seus gastos com saúde, alimentação, saber como anda a situação no INSS, entre outros passos. Confira, neste artigo, os principais cuidados para fazer um planejamento previdenciário correto e assegurar uma boa aposentadoria.

Planejamento financeiro

Se você tem uma família e está em um processo de aposentadoria, ou, se alguém da sua família vai se aposentar em breve, é importante que haja um planejamento financeiro para que toda a família tenha prudência com os gastos e, se for necessário, criar uma mudança de hábitos.

Se este, porém, não for o seu caso e, ainda falta um bom tempo para você dar entrada na aposentadoria, a dica é fazer um planejamento desde agora.

O planejamento financeiro para a aposentadoria inclui conhecer toda a situação financeira da família, reduzir gastos supérfluos e entender as principais necessidades da família.
Saiba como anda a sua situação

Se você é autônomo, faz uma contribuição individual ou trabalha com carteira assinada e ainda não sabe sobre o seu tempo de contribuição, é fácil ter acesso aos seus dados.

Descubra pelo extrato previdenciário: acesse o site Meu INSS e encontre o seu Cnis. Com essa informação em mãos, você consegue saber quanto tempo possui de contribuição.

Tenha sempre a sua documentação organizada

Uma boa aposentadoria começa sempre com a organização dos documentos de toda sua vida de trabalho, por isso, não deixe nada fora de pastas e, se possível, guarde documentos importantes do seu trabalho no seu computador ou em outros dispositivos que sejam seguros.

Os documentos são os responsáveis por garantir efetividade no pedido do INSS. Os principais documentos a serem reunidos são:

Recibos de pagamento;
Carteira de trabalho;
Extratos do FGTS e outros documentos que comprovem o seu tempo como contribuinte;
Acordo coletivo;
Ações trabalhistas;
Carnês e/ou guias de recolhimentos e outros.

Se você possui documentos digitais, reúna-os também, pois são válidos da mesma maneira que os físicos. Caso tenha perdido algum dos arquivos importantes, utilize ferramentas para recuperação de hd, como o Recoverit, um software que permite que você restaure dados apagados de diversos dispositivos, incluindo USB e HD e restaura muitos tipos de arquivos, incluindo fotos, e-mails, documentos de texto, vídeos e outros.

Recolher a documentação é muito importante para o processo de aposentadoria.

Resolva problemas bem antes de pedir aposentadoria

Não deixe para solucionar pendências perto de pedir o benefício, pois isso pode atrasar a sua situação.

Com antecedência, pesquise situações que precisam ser resolvidas, como: verificar se há algum vínculo empregatício não comprovado e, se for o caso, como consegui-lo. Encontrar dados de uma empresa que faliu, verificar se existe algum vínculo empregatício que não esteja constando no Cnis, entre outras.

Busque ajuda de profissionais

Se você está em dúvida sobre a sua aposentadoria, tempo de contribuição e como dar entrada, procure por informações no RH da empresa que trabalha ou no setor específico do órgão.

Se, ainda assim, não obtiver todos os detalhes que deseja, busque um contador ou um advogado especialista para verificar situações pendentes e/ou como dar entrada no pedido de aposentadoria.

COMENTÁRIOS