Redação Pragmatismo
Notícias 13/Fev/2020 às 16:30 COMENTÁRIOS
Notícias

Sergio Moro sente o baque e publica mentira nas redes sociais

Publicado em 13 Fev, 2020 às 16h30

Sergio Moro sentiu o baque após participar de audiência pública na Câmara e foi às redes sociais se manifestar. No entanto, o ministro "escolheu mal" os alvos e os argumentos, e acabou desmascarado

sergio moro marcelo freixo
Sergio Moro (imagem: Marcos Correa, PR)

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) ocupou a tribuna da Câmara para responder ao ministro Sergio Moro que o criticou alegando conivência com as milícias do Rio de Janeiro.

Após ser chamado de ‘capanga de milícia’ em audiência pública na Câmara, Moro sentiu o baque e foi às redes sociais para atacar Freixo, Glauber Braga e o PSOL.

Moro escreveu: “No projeto de lei anticrime, propusemos que milícias fossem qualificadas expressamente como organizações criminosas. Propusemos várias outras medidas contra crime organizado.O PSOL, de Freixo/Glauber, foi contra todas elas”.

O ministro de Bolsonaro apelou a mentiras para tentar tirar o foco das relações da família do seu patrão com as milícias, assumindo mais uma vez o papel de serviçal e rebaixando o Ministério da Justiça.

Enquanto o clã Bolsonaro elogiava e pedia a legalização das milícias, Freixo as enfrentava numa CPI histórica que resultou no indiciamento de 226 criminosos, prisão dos chefes de todas as quadrilhas e em 58 propostas concretas para combater o crime organizado. A tipificação do crime de milícia é resultado do trabalho do deputado na CPI.

Freixo precisou andar acompanhado de segurança armada durante 10 anos e até hoje é alvo de ameaças de morte por causa das investigações que realizou. Confira a fala do deputado:

Ainda sobre o tweet de Moro, Freixo publicou um breve apanhado no Instagram:

O jornalista Glenn Greenwald também se manifestou. “Que mentiroso antiético é Sergio Moro. Implicar que Freixo é responsável por capacitar milícias – quando ele teve que ter segurança armada por uma década por causa de sua investigação corajosa sobre milicianos e sua protégée Marielle foi assassinada – é nojento até para Moro”, disse o fundador do The Intercept Brasil.

Em outra postagem, Greenwald diz que a acusação de Moro contra Freixo é uma das piores que ele já viu. “De todos os atos antiéticos, enganosos e ilegais que vi Moro cometer – e passei o último ano lendo-o fazer exatamente isso – essa insinuação que Marcelo Freixo – que arriscou sua vida para enfrentar a milícia -, esteja beneficiando as milícias esta entre os mais sujos”, escreveu.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários