Redação Pragmatismo
Europa 24/Jan/2020 às 14:16 COMENTÁRIOS
Europa

A cidade italiana que está vendendo casas por apenas 1 euro

Publicado em 24 Jan, 2020 às 14h16

Cidade italiana adota medidas inesperadas para tentar combater o abandono de casas e apartamentos e repovoar bairros inabitados. Cerca de 90 imóveis estão à venda

cidade italiana vende casas Bisaccia
Imagem de Bisaccia (reprodução)

Bisaccia é a mais nova cidade italiana a adotar medidas inesperadas para tentar combater o abandono de imóveis. Casas na região estão sendo vendidos por cerca de 1 euro (cerca de R$ 4,60) com o objetivo de repovoar bairros esvaziados com o tempo. As informações são da CNN.

A cidade fica na região da Campania, província de Avellino, ao sul da Itália, e tem cerca de 4.382 habitantes. A prefeitura colocou 90 casas à venda por 1 euro cada numa tentativa desesperada de atrair famílias, amigos e casais para morar na região.

De acordo com o prefeito Francesco Tartaglia, em entrevista à CNN, Bisaccia sofreu com a emigração de moradores para regiões metropolitanas da Itália e também com uma série de terremotos – o último registrado no final de década de 1980.

“Temos uma situação bem particular aqui”, disse o prefeito. “A área abandonada se espalha pela parte mais antiga do vilarejo. Os imóveis abandonados ficam colados uns nos outros na mesma via. Alguns até compartilham a mesma entrada.”

Por isso a prefeitura quer atrair moradores fixos, e não mais turistas passageiros. “Encorajamos que as pessoas comprem mais de um imóvel para causar um impacto e respirar uma vida nova”, declarou Tartaglia.

Como os imóveis estão abandonados há anos, muitos deles precisam de reformas extensas. Mas a prefeitura garante que o preço de 1 euro pela escritura é real e que não há risco de herdeiros aparecerem para reclamar direito às casas — todas são de propriedade do município.

Para mais informações sobre como adquirir os imóveis, basta acessar o site da prefeitura (www.comune.bisaccia.av.it)

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários