Redação Pragmatismo
Notícias 23/Dez/2019 às 13:01 COMENTÁRIOS
Notícias

Homem é chamado de 'herói' após salvar menino de 5 anos atacado por pitbull

Publicado em 23 Dez, 2019 às 13h01

Apesar do ataque, homem exime animal de qualquer culpa e conta que o pitbull tinha marcas de ferimentos: “Nenhuma raiva. O cachorro é inocente. É igual uma criança”. Menino teve corte profundo e não morreu por pouco

homem ataque pitbull criança

Um jovem está sendo chamado de ‘herói’ após salvar uma criança de 5 anos que foi atacada na última quinta-feira (19) por um pitbull na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Patrick do Céu, de 20 anos, apareceu em imagens de uma câmera de segurança lutando contra o cachorro e colocando a criança no teto de um carro. O animal também atacou Patrick, que depois se desvencilhou e conseguiu se proteger.

O jovem conta que imaginou a filha passando pela situação e se sentiu obrigado a ajudar a criança. “Eu imaginei a minha filha no chão. Quando eu vi aquilo, eu coloquei na minha cabeça que era a minha filha e eu tinha que salvar. Não pensei em mim em nenhum momento”, destacou.

O pequeno João Pedro, alvo do ataque, ficou com o olho inchado e levou alguns pontos no pescoço. Os dois ficaram meia hora no teto do carro esperando por ajuda.

“O corte foi bem profundo. Na hora que o médico abriu para lavar, dava para enfiar a primeira parte do dedo. Foi por muito pouco que ele não morreu”, contou a mãe, emocionada.

A babá do menino, que está com o braço imobilizado, contou que o cachorro começou a ficar agressivo quando viu crianças brincando de patinete. Ela, que quebrou o braço após o ataque, se protegeu ao ver que a criança estava segura em cima do carro.

“O barulho do patinete estava incomodando (o pitbull). Mas aí ele me pegou por trás e me derrubou”, explicou a babá.

A vizinhança só descobriu a gravidade do ataque depois que o dono do carro estranhou os amassados no teto e pediu as imagens das câmeras de segurança.

Patrick diz que não se sente um herói pelo que fez. Ele está com a mão e as pernas machucadas, mas isentou o animal de culpa. “Nenhuma raiva [do animal]. O cachorro é inocente. É igual uma criança”, afirmou.

O jovem revelou ainda que o pitbull apareceu na rua na última quarta-feira (18). O animal estava sem dono e ele chegou a dar água e comida ao animal.

“Quando ele chegou eu nem queria que ele ficasse por perto, porque sei que o pitbull pode ser perigoso. Mas depois dei água, ração e carinho porque achei que algum dono poderia estar procurando por ele. Quando ele se agitou ao ver a criança, pedi pra todo mundo tentar não demonstrar medo, mas ele avançou. Foi quando corri pra fazer alguma coisa”, lembra.

O animal foi levado pelo Corpo de Bombeiros e o dono ainda não foi identificado. O cão está no Instituto de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman, em São Cristóvão.

VÍDEO:

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários