Redação Pragmatismo
Humor 26/Nov/2019 às 20:41 COMENTÁRIOS
Humor

"Se beber, não ceie" ganha o prêmio Emmy Internacional

Publicado em 26 Nov, 2019 às 20h41

Produção do Porta dos Fundos vence o prêmio Emmy Internacional, o mais importante da televisão mundial. "Se beber, não ceie" é uma provocação não só a religiosos mais fervorosos, mas a qualquer crente que tenha medo de questionar 'valores cristãos'. Rede Globo concorria em três categorias, mas não levou nada

porta dos fundos emmy
Elenco do Porta dos Fundos recebe o Emmy Internacional

A edição de Natal do Porta dos Fundos ganhou o prêmio Emmy Internacional na categoria de “Melhor Comédia”, e superou produções de países como Canadá, Singapura e Israel. Já o Grupo Globo, que concorria em três categorias, não levou nada. O anúncio foi feito durante cerimônia realizada na noite de hoje em Nova York (EUA).

Primeiro especial de Natal do “Porta” na Netflix, “Se beber, não ceie” é uma provocação a religiosos mais fervorosos. A sátira mostra apóstolos que acordam de ressaca no dia seguinte à Última Ceia e percebem que Jesus Cristo sumiu.

Em 2019, o Brasil emplacou nove indicações ao Emmy Internacional: apenas três eram do Grupo Globo, mas nenhuma na categoria de “Melhor Novela”. FOX e Conspiração Filmes também emplacaram outras três produções.

Mas, apesar do volume grande de indicações, o Brasil só conquistou dois prêmios na noite: Porta dos Fundos (para a Netflix) e “Hack The City” na categoria “Melhor série curta” (Fox Lab e Yourmama para o National Geographic). Holanda e Reino Unido também ganharam dois prêmios, cada.

Criado em novembro de 1973, o Emmy Internacional é tido, atualmente, como a premiação mais importante para a televisão mundial.

O evento é dedicado exclusivamente aos melhores programas de TV produzidos e exibidos fora dos Estados Unidos, mas há, também, uma categoria para produções de língua estrangeira e que são exibidas na TV americana.

“Pior que Trump”

Ao receber o prêmio, Fábio Porchat agradeceu com uma alfinetada no presidente Jair Bolsonaro. “Isso é muito importante para nós, porque o nosso presidente é pior que o [Donald] Trump, então, isso é para ele também”, debochou o humorista.

Porchat subiu ao palco para pegar o troféu ao lado dos co-fundadores Antonio Tabet e Gregorio Duvivier, além de parte da equipe da produtora. Em seu discurso de agradecimento, o humorista citou Deus, Jesus e o elenco do Porta. “Esse lugar é o melhor para se trabalhar no mundo!”, exaltou.

“Estamos no Brasil, estamos no México, agora queremos estar aqui nos Estados Unidos. Cadê a música? Vamos dançar!”, continuou Porchat, extasiado.

Na cerimônia de premiação, o filme Especial de Natal: Se Beber, Não Ceie, parceria do Porta com a Netflix, desbancou os concorrentes FAM! (Singapura), Kupa Rashit (Israel) e Workin’ Moms (Canadá). “Netflix, obrigado por terem acreditado em nós”, finalizou.

com agências

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários