Redação Pragmatismo
Polícia Militar 27/Nov/2019 às 11:38 COMENTÁRIOS
Polícia Militar

PM usa skate para bater em mãe e filho em São Paulo

Publicado em 27 Nov, 2019 às 11h38

Vídeo mostra PM usando skate para bater em mãe e filho em SP. Mulher teve o dedo quebrado e jovem também ficou machucado. Sobrinho da mulher ainda levou coronhada

pm skate bater mãe filho
À esquerda, imagem mostra PM segurando skate antes de usá-lo para golpear mãe e filho, encurralados na escada. À direita, Eliana mostra dedo quebrado por agente da PM

Policiais militares invadiram uma casa na Zona Norte de São Paulo e agrediram uma mulher, o seu filho e o sobrinho dela. O caso ocorreu na madrugada do dia 13 de outubro, mas só foi divulgado nesta terça-feira (27/11).

Nas imagens, os PMs encurralam mãe e filho numa escada e um dos agentes usa o skate do rapaz para bater nos dois. A mulher, a vendedora Eliana Malaquias Barbosa, de 45 anos, teve o dedo quebrado por causa do golpe. O rapaz, Ataniel Barbosa, 24 anos, ficou com o braço inchado.

O caso só veio à tona depois que a ‘Rede de Proteção e Resistência Contra o Genocídio’ teve acesso às imagens, identificou as vítimas e levou tudo às autoridades para apurar a conduta dos agentes da PM.

A filmagem foi encaminhada ao Ministério Público (MP) e à Corregedoria da Polícia Militar. Eliana e Ataniel foram parar na delegacia com os policiais, onde cada um deu sua versão para o que aconteceu.

A ocorrência envolvendo mãe e filho foi registrada como “desacato” e “resistência”. Os agentes da Polícia Militar disseram na delegacia que entraram no imóvel depois de verem Ataniel arremessando objetos nas viaturas durante um baile funk na região.

Ataniel foi levado algemado para o DP e também foi solto depois. Ele negou ter jogado paus, pedras e garrafas nas viaturas da PM. Além de ter machucado o braço por causa do golpe de skate, contou ainda ter sofrido lesões na cabeça devido as pancadas com cassetetes.

“Me levaram preso. Me tiraram de dentro de casa. Invadiram a casa e bateram em todos que aqui estavam”, disse o jovem. Outros vídeos mostram o momento que um policial agride Ataniel com o cassetete.

Quem filma a ação pede para os policiais não serem violentos. “Aí, senhor! Está oprimindo o pessoal aí, senhor!”, grita o homem que grava a cena. “É covardia, aí, ô desgraçado!”.

O primo de Ataniel, um estudante de 17 anos, e mais sete pessoas que estavam na casa também acusam os agentes de agressão. O adolescente conta que um policial deu uma coronhada com a arma na sua testa.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou por meio de nota que “Corregedoria da Polícia Militar apura o caso”. O Ministério Público afirmou que encaminhou a queixa à Promotoria de Justiça Militar para análise do órgão.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários