Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 26/Nov/2019 às 12:19 COMENTÁRIOS
Mulheres violadas

Mulher é espancada em bar na frente de amigos; câmera flagra agressão

Publicado em 26 Nov, 2019 às 12h19

Homem empurra a mulher, que cai e bate a cabeça no chão. Quando ela consegue se levantar, é novamente empurrada. Em uma terceira aproximação, o agressor dá um soco no rosto da vítima. Covardia foi registrada em vídeo

mulher agredida bar bh

A câmera de segurança de um bar registrou o momento em que uma mulher é agredida por um homem na noite do último domingo (24) em Belo Horizonte (MG). A vítima, que tem 29 anos, foi empurrada, jogada no chão e levou socos na cara.

A mulher estava com amigos no bar e pediu uma mesa aos garçons. De acordo com a vítima, o grupo de homens que estava ao lado não queria que a mesa fosse colocada perto deles porque o espaço era apertado demais.

O vídeo mostra um dos homens empurrando a mulher, que cai e bate a cabeça. Quando ela consegue se levantar, é novamente empurrada. Em uma terceira aproximação, o agressor dá um soco no rosto da vítima e vai embora.

“Quando os dois agressores entraram na casa atrás de mim, o mais alto foi para cima de mim, me xingando, e respondi os xingamentos e ele me empurrou. Ao cair, bati a cabeça e fiquei tonta. Ao tentar levantar, ele e o grisalho me empurraram novamente ao chão. Quando levantei, a confusão continuou e ele me deu um soco no rosto onde desmaiei e, quando acordei, ele já havia fugido e meu pai chegou até o local sem saber o que acontecia”, relatou a vítima, que não teve a identidade revelada.

“Todos os funcionários e clientes do bar assistiram a situação e não tiveram nenhuma atitude mesmo me vendo ao chão e os agressores ainda insistindo. Ninguém tentou segurar o homem ou separar, a única pessoa que quiseram segurar fui eu”, contou a mulher agredida.

De acordo com o boletim de ocorrência, o agressor que aparece no vídeo fugiu do local a pé. Segundo testemunhas, o homem tem aproximadamente 1,90m de altura. A vítima disse que foi por conta própria para o hospital.

O dono do bar informou que acionou a polícia imediatamente e que esta foi a primeira vez que houve agressão dentro do estabelecimento. Ele afirmou também que a orientação dada aos funcionários é de sempre separar as brigas.

O pai da mulher agredida é sargento da PM e afirmou que o agressor ainda não foi identificado, mas as buscas continuam. “A gente ainda está na procura dele, e queremos encontrá-lo”, disse.

VÍDEO:

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários