Redação Pragmatismo
Direita 26/Set/2019 às 00:49 COMENTÁRIOS
Direita

Conservadores se calam diante de meninas expostas por Silvio Santos

Publicado em 26 Set, 2019 às 00h49

Meninas de maiô expostas em rede nacional por Silvio Santos competindo para ver "quem tem a perna mais bonita" não chocam os mesmos falsos moralistas que vociferaram contra a HQ do beijo entre dois homens

Silvio Santos maiô meninas
(Reprodução/programa Silvio Santos)

Repercutiu mal um quadro do Programa Silvio Santos exibido no último domingo (22). Durante o concurso ‘Miss Infantil’, meninas desfilaram no palco usando roupas de banho. Elas receberam notas dos jurados e da plateia.

“Vocês do auditório vão ver quem tem as pernas mais bonitas, o cólon mais bonito, o rosto mais bonito, e o conjunto mais bonito”, anunciou o dono do SBT.

As meninas desfilaram com vestidos de princesa. As crianças tinham menos de 10 anos. “Elas aprendem na escola, é claro. As mães se realizam em algumas meninas que são filhas delas”, disse Silvio.

As juradas davam 50 pontos para a criança que avaliaram ter se saído melhor. “O maiô é muito importante, porque vocês querem ser atrizes, apresentadoras. Quem tá na frente da câmera não pode sentir vergonha”, afirmou Chris Flores. “Vocês são uma boneca de maiô, super desinibidas”, disse Helen Ganzarolli.

Nas redes sociais, as críticas foram duras. “O mesmo apresentador que esteve ao lado de Bolsonaro e de Edir Macedo nas comemorações do 7 de setembro. A cara do falso moralismo conservador. Mas é o beijo gay em HQ que ‘doutrina e corrompe’, não a cultura da pedofilia ou a exposição da criança à objetificação e ao ridículo”, escreveu o jornalista Lucas Berti.

“Todos os fakemoralistas brasileiros são potenciais pedófilos e pró-estupro. Para essa gente, as garotas/mulheres são apenas objetos. Em casa é que os homens de bem se formam como abusadores. Silvio Santos é uma das janelas de acesso ao mundo dessas pessoas torpes”, desabafou um internauta.

Faz bem para a criança?

Para a jornalista Nina Lemos, o SBT virou uma máquina do tempo que viajou para o passado, para décadas ultraconservadoras, onde corpos de mulheres e até de crianças eram exibidos dançando descendo até a boquinha da garrafa.

“Meninas de 7 e 8 anos ouviram comentários sobre suas pernas, cintura. E sobre o ‘conjunto da obra’. A gente sabe que sexualizar crianças é uma péssima ideia. E que fazer com que elas participem de uma competição de maiô é irresponsável, quase um chamado para a pedofilia”, escreveu Nina.

“E se isso pode colocar meninas perto de uma sexualização que atrai abusadores, não deixa de ser um abuso também para elas, as meninas que participaram da competição. Elas são crianças. Não deveriam estar aprendendo a competir com os seus corpos”, acrescenta a jornalista.

“E é na infância que muitas meninas começam a sofrer distúrbios de imagens, que podem levar a doenças como a bulimia e a anorexia, a dietas malucas, remédios sem receita que fazem muito mal e todo o pacote ’emagrecimento’ que há anos causa efeitos danosos para a saúde física e psíquica das mulheres”, continua Nina.

“Como pode fazer bem para uma criança ouvir de um senhor de 88 anos, ou de quem quer que seja, quem é que tem a perna mais bonita? Exibir perna “bonita” nessa idade?”, finaliza.

O youtuber Felipe Neto, que virou alvo de conservadores após comprar e distribuir gratuitamente na Bienal do Livro a HQ censurada por conter um beijo gay, também criticou o silêncio dos moralistas diante do quadro de Silvio Santos:

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários