Redação Pragmatismo
Justiça 18/Jun/2019 às 19:55 COMENTÁRIOS

The Intercept divulga 'Parte 7' de diálogo entre Moro e Dallagnol

Na 'Parte 7' que acaba de ser divulgada pelo The Intercept, ex-juiz Sergio Moro repreende o procurador Deltan Dallagnol por causa de FHC. Mensagens mostram que Lava Jato fingiu investigar ex-presidente tucano para criar percepção pública de 'imparcialidade'

Sergio Moro FHC Lava Jato
Lava Jato sofria acusações de ser parcial, sobretudo após viralização de imagem entre Moro e Aécio trocando confidências

Novas revelações do The Intercept mostram nesta terça (18) trecho do chat privado entre Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol que revela que o ex-juiz discordou de investigações sobre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na Lava Jato porque, nas palavras dele, não queria “melindrar alguém cujo apoio é importante”.

Segundo o The Intercept, o diálogo ocorreu em 13 de abril de 2017, um dia depois do Jornal Nacional ter veiculado uma reportagem a respeito de suspeitas contra o tucano.

Naquele dia, Moro chamou Deltan Dallagnol em um chat privado no Telegram para falar sobre o assunto. O juiz dos processos da Lava Jato em Curitiba queria saber se as suspeitas contra o ex-presidente eram “sérias”.

O procurador respondeu acreditar que a força-tarefa – por meio de seu braço em Brasília – propositalmente não considerou a prescrição do caso de FHC e o enviou ao Ministério Público Federal de São Paulo, segundo ele, “talvez para [o MPF] passar recado de imparcialidade”.

À época, a Lava Jato vinha sofrendo uma série de ataques, sobretudo de petistas e outros grupos de esquerda, que a acusavam de ser seletiva e de poupar políticos do PSDB. As discussões haviam sido inflamadas meses antes, quando o então juiz Moro aparecera sorrindo em um evento público ao lado de Aécio Neves e Michel Temer, apesar das acusações pendentes de corrupção contra ambos.

FHC foi citado na Lava Jato pelo menos nove vezes (1234 e 5678 e 9). Caso fossem investigados e comprovados, nem todos os possíveis crimes cometidos pelo ex-presidente estariam prescritos.

Naquele dia, antes de responder a Moro, Dallagnol encaminhou a dúvida do juiz para um chat em grupo chamado Conexão Bsb-CWB, no qual estavam procuradores das duas cidades. Foi de Brasília, onde o caso tramitava, que ele recebeu a resposta de que a documentação foi encaminhada a São Paulo sem a análise sobre a prescrição.

Após a divulgação da primeira leva de reportagens sobre as mensagens secretas da Lava Jato, FHC fez uma defesa pública de Moro: “O vazamento de mensagens entre juiz e promotor da Lava-Jato mais parece tempestade em copo d’água. A menos que haja novos vazamentos mais comprometedores…”, disse.

Leia a íntegra da ‘Parte 7’ AQUI

Veja o que o The Intercept já revelou até agora:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Parte 7

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. chichano goncalvez Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Somos obrigado a votar em senadores e deputados, que sejam contra prescrição de crimes, tanto contra o patrimonio Brasileiro, como para ladrões do colarinho branco, chega de impunidade, só ladrão de galinha vai pra cadeia, ou gente inocente. E esse tal de mourinho que não passou no exame da OAB, hoje é ministro, credo !

  2. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    https://uploads.disquscdn.com/images/2be89341a43d2af1edd0c89e6233e54c10fb3591cffdcf569598ebef7be226c2.jpg

  3. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    E no G1 da Rede Globo, que os bozos chamam de comunista, nem uma palavra sequer...kkkkk

  4. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Arminha só com a mão agora. https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/06/18/senado-aprova-parecer-que-pede-suspensao-dos-decretos-das-armas.ghtml

  5. Gleenzinhow Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    O intercePT vai conseguir eleger o Moro como presidente da República. Que tiro no pé essa denúncia....

  6. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Dallagnol só pensa naquilo... https://uploads.disquscdn.com/images/0a5ff4f84a5c19bb5705ce2574604005368d60ddf72ba22a59df20e608e913f5.jpg

  7. Eduardo Ribeiro Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Parabéns aos TROUXAS que acreditaram no blablabla de imparcialidade, justiça para todos, ninguem acima da lei, aquelas merdas todas...hoje as Lavajetes mongolóides ganharam OFICIALMENTE o título de TROUXAS. Queria enfatizar o timing de Glenn Culhudo Greenwald....maluco jogou no ventilador bem na noite do herói-fake Moro no Ratinho, e no aniversário do grande boca de sovaco FHC "pior presidente da história até aqui e maior traidor do trabalhador brasileiro até aqui"... Vai com calma, Pai Glenn....deixa os canalhas respirarem um pouco...

    • A.Wergutz.Flip Postado em 06/Jul/2019 às 19:07

      Glenn Greenwald precisa ser investigado imediatamente Glenn Greenwald acaba de escrever no Twitter que Deltan Dallagnol e os procuradores da Lava Jato ainda têm as mensagens em seus celulares. Como ele saberia disso? Monitorando ele mesmo os celulares? Há um crime em curso? A Polícia Federal e o MPF precisam agir.

  8. Guerreiro Genuíno Postado em 05/Jul/2019 às 16:20

    é grave! é muito grave!! É GRAVÍSSIMO!!! https://www.youtube.com/watch?v=IYeFmHMh7vw

  9. Losing Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Por meio de nota, Moro afirma que “não reconhece a autenticidade de supostas mensagens obtidas por meios criminosos, que podem ter sido editadas e manipuladas, e que teriam sido transmitidas há dois ou três anos”. “Nunca houve interferência no suposto caso envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que foi remetido diretamente pelo Supremo Tribunal Federal a outro Juízo, tendo este reconhecido a prescrição”