Redação Pragmatismo
Senado Federal 18/Jun/2019 às 14:32 COMENTÁRIOS

Namorada de senador ganha cargo público e é promovida em menos de um mês

Senador demite namorada, mas ela é recontratada com aumento salarial. Parlamentar mobiliza equipe jurídica do Senado Federal para provar que "namoro não é parentesco"

namorada de senador marcos do val
Marcos do Val e Brunella Poltronier (reprodução)

Contratada como assessora parlamentar do gabinete do senador Marcos do Val (PPS-ES), Brunella Poltronieri Miguez, atual namorada do parlamentar, foi promovida com aumento de salário, exonerada e recontratada para outro cargo na Casa. Todas essas mudanças aconteceram entre janeiro e maio deste ano, de acordo com o site Metrópoles.

Brunella começou a trabalhar em janeiro como assistente parlamentar no gabinete do senador ganhando quase R$ 9 mil. Em menos de um mês, foi promovida e passou a receber R$ 13,5 mil. Após três meses, ela foi demitida por Do Val e ele alegou que se apaixonou pela ex-funcionária, sendo esse o motivo da dispensa.

Vinte dias depois, no entanto, a advogada foi nomeada para ocupar o cargo de secretária parlamentar na diretoria-geral do Senado. Agora, a namorada do senador trabalha como consultora legislativa e ganha cerca de R$ 11 mil por mês.

Antes de conhecer o senador, Brunella Poltronieri trabalhava no Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Espírito Santo (Ipem-ES), com um salário de R$ 2.300

“Quando comecei a despertar o interesse por ela, entrei em conflito comigo. Não sabia o que era ilegal ou imoral”, justifica o senador Marcos do Val. Para que Brunella não ficasse desamparada, o senador conversou com “amigos do Senado” e conseguiu realocá-la.

Marcos do Val afirma que começou a namorar Brunella há apenas um mês, mas publicações em suas redes sociais mostram que seus seguidores já desconfiavam da relação desde janeiro.

Na época, nos primeiros dias de mandato, o senador rebateu algumas das insinuações. “Agradeço os elogios [à minha assessora], mas entendo que a mulher deve ocupar cargos e espaços de poder por sua competência, e não por sua beleza. Ela tem pós-graduação em Direito e está terminando o mestrado”, escreveu Do Val.

Advogados do Senado

A pedido de Marcos do Val, uma equipe de advogados do Senado trabalhou com afinco para elaborar um documento de 14 páginas no qual a equipe jurídica da Casa concluiu que “namoro não é parentesco”. O documento é assinado pelos advogados Tairone Messias Rosa, Asael Souza e Fernando Cesar Cunha, este último advogado-geral do Senado.

A equipe jurídica da Casa foi mobilizada pelo senador, queria provar que não existe nepotismo no fato dele ter conseguido que sua namorada ascendesse em cargos públicos no Senado.

A assessoria do senador reafirma que Do Val exonerou a namorada assim que se apaixonou por ela e começou o relacionamento. O parecer jurídico foi pedido pelo senador na manhã desta segunda-feira (17) e saiu em menos de 24 porque recebeu “indicação de urgência”.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. chichano goncalvez Postado em 05/Jul/2019 às 16:21

    Até quando vão continuar votando nos mesmos, que sempre se beneficiaram em detrimento do povo. Só sendo analfabeto politico para votar na direita.

  2. Joane Farias Nogueira Postado em 05/Jul/2019 às 16:20

    Não sei o que pensar. Ele a exonerou pq se apaixonou .Mas mexeu os pauzinhos pra recontratar em um cargo melhor ( eu acho que é melhor) . Antes tivesse deixado-a como assessora dele .Sendo cargo de confiança , se ele confia , que continue. Mas ele usou sua influência ora beneficiar uma namorada. Achei que soneto saiu pior que emenda .