Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 02/May/2019 às 20:06 COMENTÁRIOS

Homem estupra mulheres e adolescentes que buscavam de emprego

Homem de 33 anos se aproveitava do desespero de mulheres e adolescentes em busca de emprego e as estuprava. Imagens revelam o agressor abordando as vítimas

Sérgio Alberto Monteiro
Câmeras flagraram Sergio abordando mulheres nas ruas

Sérgio Alberto Monteiro, de 33 anos, estuprou pelo menos 7 mulheres na cidade de Jundiaí (SP). O homem se aproveitava de vítimas que estavam desempregadas e em busca de vagas para se aproximar e cometer os crimes.

Imagens feitas por câmeras de segurança mostram o homem abordando as vítimas no centro da cidade. “Ele usou a necessidade delas, que estavam entregando currículo e à procura de emprego para atraí-las até o local dos estupros”, afirma a delegada Renata Yumi Ono.

O caso estava sendo investigado há sete meses. Em outubro de 2018 uma mulher procurou a Delegacia de Defesa da Mulher e afirmou que estava no trabalho quando o desconhecido se aproximou e ofereceu um celular com preço baixo. Interessada na negociação, a vítima o acompanhou até a Vila Ana, onde foi atacada em um terreno baldio.

Sérgio foi preso na última terça-feira (30) em uma operação realizada pela Guarda Municipal e a Polícia Civil. À polícia, ele confessou parte dos estupros e dos roubos, e disse que morava em São Paulo com a mãe e que trabalhava no Ceasa aos fins de semana.

“Causou espanto o fato de que ele devolvia as vítimas de volta ao lugar onde havia as abordado, estendendo por mais tempo o sofrimento. Um fato que também chama a atenção é que subtraía para si algum tipo de objeto da vítima, inclusive currículos, demonstrando mais uma característica de um criminoso em série”, explica a delegada.

Os estupros

Há dois meses, Sérgio abordou duas adolescentes de 16 anos que entregavam currículos em lojas e agências. Segundo o relato das vítimas à polícia, ele ofereceu emprego de atendente em um suposto restaurante da irmã.

As meninas caminharam por cerca de 3 quilômetros até chegarem ao terreno na Vila Ana. Uma delas foi estuprada e as duas tiveram os celulares roubados. Desde então, a polícia captou informações e imagens dos locais onde Sérgio teria agido. As mulheres também forneceram informações sobre as características dele.

Outras quatro vítimas denunciaram o mesmo tipo de crime no último dia 15 de abril. Elas procuravam trabalho na região central. A delegada Renata Yumi Ono afirma que Sérgio pegava os dados pessoais das mulheres como forma de intimá-las a não falarem sobre o crime.

Sérgio foi indiciado por sete estupros e cinco roubos e está em prisão preventiva. Outras mulheres que foram vítimas do homem devem procurar a Delegacia da Mulher na avenida Nove de Julho, 3600, Jardim Paulista (SP).

Sérgio Alberto Monteiro

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários