Redação Pragmatismo
História 12/Apr/2019 às 20:24 COMENTÁRIOS

Texto de Jô Soares sobre Jair Bolsonaro viraliza nas redes sociais

Jô Soares publica carta aberta a Jair Bolsonaro na qual ironiza, entre outras coisas, a declaração do presidente sobre o nazismo ser de esquerda

Jô Soares Jair Bolsonaro
(Reprodução do texto de Jô Soares na edição impressa do jornal Folha de S.Paulo)

por Jô Soares

“Caro presidente Jair Bolsonaro. Entendo a reação provocada quando o senhor afirmou que o nazismo era de esquerda. Isso se deve ao fato de que, depois da Primeira Guerra Mundial, vários pequenos grupos se formaram, à direita e à esquerda.

Um desses grupos foi o NSDAP: em alemão, sigla do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães. Entre seus fundadores originais havia dois irmãos: Otto e Gregor Strasser. Otto era um socialista convicto, queria orientar o movimento do partido à esquerda. Foi expulso e a cabeça posta a prêmio.

Seu irmão Gregor preferiu unir-se ao grupo do Camelô do Apocalipse. Quanto a Otto, que não concordava com essa vertente, nem com as teorias racistas, teve sua cabeça posta a prêmio por Joseph Goebbels pela quantia de US$ 500 mil. Foi obrigado a fugir para o exílio, só conseguindo voltar à Alemanha anos depois do final da guerra. Hitler apressou-se em tirar o ‘social’ da sigla do partido. Mais tarde, Gregor foi eliminado junto com Ernst Röhm, chefe das S.A., na famigerada ‘Noite das Facas Longas’.

Devo lhe confessar que também já fui alvo de chacota, mas por um motivo totalmente diferente: só peço que não deboche muito de mim.

Imagine o senhor que confundi o dinamarquês Søren Aabye Kierkegaard, filósofo, teólogo, poeta, crítico social e autor religioso, e amplamente considerado o primeiro filósofo existencialista, com o filósofo Ludwig Wittgenstein, que, como o senhor está farto de saber, foi um filósofo austríaco, naturalizado britânico e um dos principais autores da virada linguística na filosofia do século 20.

Finalmente, um conselho: não se deixe influenciar por certas palavras. Seguem alguns exemplos:

1. Quando chegar a um prédio e o levarem para o elevador social, entre sem receio. Isso não fará do senhor um trotskista fanático;

2. A expressão ‘no pasarán!’, utilizada por Dolores Ibárruri Gómez, conhecida como ‘La Pasionaria’, não era uma convocação feminista para que as mulheres deixassem de passar as roupas dos seus maridos;

3. ‘Social climber’ não se refere a uma alpinista de esquerda;

4. Rosa Luxemburgo não era assim chamada porque só vendia rosas vermelhas;

5. Picasso: não usou o partido para divulgar seus gigantescos atributos físicos;

6. Quanto à palavra ‘social’, ela consta até no seu partido.

Finalmente, adoraria convidá-lo para assistir ao meu espetáculo.

Foi quando surgiu um dilema impossível de resolver. Claro que eu o colocaria na plateia à direita. Assim, o senhor, à direita, me veria no palco à direita. Só que, do meu lugar no palco, eu seria obrigado a vê-lo sempre à esquerda.

Espero que minha despretensiosa missiva lhe sirva de alguma utilidade.

Convicto de ter feito o melhor possível, subscrevo-me.”

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Eduardo Ribeiro Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    A quem interessar: *A Chegada do Terceiro Reich*, de Richard J. Evans. Nessa obra tem bem bonito e detalhado essas boas informações do Jo sobre a corrente primordial "de esquerda" dentro do Nazismo, que queria fazer valer o Socialismo do nome do partido mas obviamente que não eram marxistas (algo bem similar ao que fazem atualmente), e Hitler obviamente (é duro ter que falar tanta obviedade) não via com bons olhos isso daí......(é uma trilogia, tem mais 2 livros, claro)

  2. Rogério Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    CARTA ABERTA AO " HUMORISTA" DESEMPREGADO JO SOARES Caro "humorista" e "escritor" desempregado Jo Soares, tua carta ridicula e patetica esta repleta de erros crassos de portugues, e teus supostos conhecimentos de historia sao, pra quem diz ser " influenciador analogico", visivelmente baseados na Wikipedia, que , como se sabe,carece de credibidade.Procure um emprego porque como " humorista" e escritor, tu iras continuar desempregado. P.S.: Procure ler a autobiografia de Hitler, " Mein Kampf".

  3. Claudia Fuentes Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Nossa gente mas quanta ignorância, é como esse povo que fala mal da vacinação ou dos que acreditam que a Terra é plana... O nazismo e o comunismo nao tem NADA à ver um com o outro, isso é o B-A-BA da base política, por favor gente, se vocês não tem nem sequer a decência de se informar sobre o sentido dos conceitos que utilisam, deixem os adultos discutirem e venham nos ver depois de ter as noções de base, valeu?

  4. Silvano Rocha Postado em 06/Jul/2019 às 00:43

    a mamata acabou,agora é reciclar esse lixo que ainda persiste.

  5. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Os carecas do subúrbio do ABC de SP são em sua maioria metalúrgicos, classe média baixa, e são nazistas de extrema direita, anticomunistas até os ossos. Agora explicar isso para o Bozo e seus asseclas é uma tarefa impossível.

  6. Gustavo Plottier Pilotto Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Genial como sempre!!!

  7. ERNANE Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    PERCEBO QUATRO CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ENTRE UM COMUNISTA E UM NAZISTA: A PRIMEIRA, AGRESSIVIDADE NAS PALAVRAS; A SEGUNDA, USO DA MENTIRA REPETIDA COMO SE FOSSE VERDADE; A TERCEIRA, NEGAÇÃO DE FATOS HISTÓRICOS COMO SE NUNCA HOUVESSEM OCORRIDO, E A QUARTA MAIS ABOMINÁVEL: O ÓDIO CONTRA O POVO JUDEU!

  8. ERNANE LIBOREDO Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    TEXTO MUITO BEM ESCRITO, DEMONSTRA MUITO CONHECIMENTO FILOSÓFICO, MAS NA PRÁTICA, E PELA HISTÓRIA VERDADEIRA, CONTINUO ACREDITANTO QUE NAZISMO E COMUNISMO SÃO A MESMA COISA COM LINGUAGUENS DIFERENTES, HITLER TINHA OS SEUS CAMPOS DE CONCENTRACÃO E DE EXTERMÍNIO, STALIN DA MESMA FORMA NA SIBÉRIA, E MATOU MAIS DO QUE HITLER, O NAZISMO USOU A MENTIRA REPETIDA COMO FERRAMENTA DE CONVENCIMENTO DO POVO ALEMÃO, E STALIM DA MESMA FORMA CRIOU UMA UTOPIA QUE TRANSFORMOU EM CAOS E SUCATA, TODOS OS PAÍSES ONDE FOI IMPOSTO A IDEOLOGIA COMUNISTA,E POR FIM, AQUI NO BRASIL, O PT, ATRAVÉS DO SEU LÍDER MAIOR, TRANSFORMOU A MENTIRA EM VERDADE NA MENTE DOS INCALTOS E SEUS SEGUIDORES.CONCLUSÃO: NAZISMO E COMUNISMO SÃO IRMÃOS SIAMESES!

  9. ERNANE LIBOREDO Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    TODOS SABEM QUE JÔ SOARES É COMUNISTA, E NÃO SERIA NORMAL SE ELE ADMITISSE A REALIDADE DOS FATOS,QUE ALÉM DE COMUNISTA, É NAZISTA. PODE FILOSOFAR À VONTADE, MAS OS MÉTODOS SÃO OS MESMOS!

  10. R. m Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Meus deus! Essa é a melhor coisa que eu já li na vida. Absolutamente destroça a boçalidade do Bolsonaro. E com que classe! Que saudade de Jô Soares. Lembrem-se que enquanto o Bolsonaro fala essas sandices seus seguidores aplaudem enquanto qualquer ser humano com um mínimo do mínimo de bom senso se sentiria humilhado pelo resto da vida e o mais surpreendente é que provavelmente o presidente da republica segue sendo um completo imbecil apesar da ampla evidência contrária as suas afirmações (já que não houve nenhuma retratação). Inacreditável.

  11. Romualdo Moraes Neto Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Os alunos do astrólogo olavo de carvalho (não dá pra chamar de filósofo um sujeito q sequer tem o nível médio, né?) têm uma fixação quase sexual por siglas. Impressiona.

  12. Roberto Pedroso Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Eu não votei nesse lixo que esta ai! a culpa não é minha!!eu votei no PROFESSOR!!!sem medo, sem receio, sem remorso, sem culpa e (repito)sem medo!!!!!!

    • ERNANE LIBOREDO Postado em 06/Jul/2019 às 00:39

      VOCÊ AINDA ESTÁ VIVENDO NA IDADE DA PEDRA, E PAROU NO TEMPO, E O LIXO ESTÁ NA SUA CABEÇA, QUE PENSA COM A MENTE DOS OUTROS!

  13. chichano goncalvez Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Hoje tenho absoluta certeza, que os analfabetos politicos, elegeram uma coisa qualquer que não sabe distinguir alhos de bugalhos, alias não sabe nada de nada, é um QUASE completo idiota e semi-analfabeto, credo !

  14. Apocalipsis 13 Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Bozo, o furúnculo do golpe.