Redação Pragmatismo
Racismo não 18/Abr/2019 às 20:32 COMENTÁRIOS
Racismo não

“Os mulatos brasileiros são todos mau-caráter”, diz político de Santos

Publicado em 18 Abr, 2019 às 20h32

Vaza áudio racista de secretário-adjunto de Turismo de Santos. "Essa cor é uma mistura de uma raça que não tem caráter. É verdade, isso é estudo. Todo pardo, todo mulato, tu tem que tomar cuidado". Político tentou se justificar após a repercussão

áudio racista secretário santos
Áudio com teor racista enviado em grupo de Whatsapp pelo secretário-adjunto de Turismo de Santos, SP, revoltou internautas (Foto: Reprodução/Twitter)

“Esses caras, têm que desconfiar de todos. Todos que tu conhecer. Essa cor é uma mistura de uma raça que não tem caráter. É verdade, isso é estudo. Todo pardo, todo mulato, tu tem que tomar cuidado”.

A fala acima é do secretário-adjunto de Turismo de Santos, Adilson Durante Filho. Trata-se de um áudio de WhatsApp que vazou nesta sexta-feira (18) e repercutiu fortemente nas redes sociais.

Em nota, Duarte Filho assume a autoria e diz que o áudio foi gravado “em um momento de infelicidade e levado pela emoção, em decorrência de um fato que muito me abalou”. O destinatários, segundo ele, eram integrantes de “um pequeno grupo de supostos amigos de WhatsApp”.

De acordo com o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), Durante Filho pediu licença não remunerada após a divulgação do áudio. A prefeitura acatou, mas não informou se vai exonerá-lo do cargo.

Santos Futebol Clube

Além de secretário-adjunto de Turismo, Adilson Durante Filho é atualmente conselheiro do Santos Futebol Clube. A declaração feita pelo político foi desaprovada pela torcida Santos FC Antifascista, que divulgou nas redes sociais um vídeo com o áudio. Nos comentários da publicação, torcedores pedem sua saída do clube.

Em nota, o Santos Futebol Clube destacou sua trajetória no combate ao racismo. “O time mágico de Pelé, Pepe, Coutinho, Zito e tantos outros gênios do futebol espalhou aquela maravilhosa imagem de brancos e negros se abraçando para comemorar gols que encantavam o mundo. Até hoje mantemos acesa essa tradição”, diz o comunicado.

A íntegra do áudio

A seguir, leia a transcrição do áudio e depois ouça o conteúdo:

“Ô Caco, vou falar uma coisa pra vocês, aqui a gente tá entre amigos, tá? Sempre que tiver um pardo, o pardo o que que é, não é aquele negão, né? Mas também não é o branquinho. É o moreninho da cor dele. Esses caras, têm que desconfiar de todos. Todos que tu conhecer. Essa cor é uma mistura de uma raça que não tem caráter. É verdade, isso é estudo. Todo pardo, todo mulato, tu tem que tomar cuidado. Não mulato tipo o Pedro. O Pedro é tipo pra índio. Tipo chileno, essas porra (SIC). Tô dizendo o mulato brasileiro, entendeu? Os pardos brasileiros são todos mau-caráter. Não tem um que não seja.”

Pedido de desculpas

Confira a íntegra da nota divulgada por Duarte Filho:

“Com relação a um antigo áudio de alguns anos atrás que circula nas mídias sociais, de minha autoria, gostaria de expor que, em um momento de infelicidade e levado pela emoção, em decorrência de um fato que muito me abalou, acabei me expressando de forma absolutamente diversa das minhas crenças e modo de agir. Jamais tive a intenção de atingir quem quer que seja, até porque assim me manifestei em um pequeno grupo de supostos amigos de WhatsApp. Consigno que não tenho qualquer preconceito em razão de cor, raça ou credo, pois minha criação não me permitiria ser diferente. Peço, humildemente, desculpas a todos que se sentiram ofendidos, e expresso, por meio deste comunicado, meu mais profundo arrependimento quanto às palavras genericamente proferidas”

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Roberto Pedroso Postado em 06/Jul/2019 às 00:39

    ''isso é estudo''.........(!?!?!?!?!)estudo??? que estudo ???publicado aonde?de onde???expresso em qual publicação???que eu saiba o jornal da KKK não é reconhecido como fonte/referencia cientifica!!!e os modernos avanços científicos na área dos estudos sobre genética demoliram por completo as teses eugenistas do seculo passado!!!!!é cada lixo humano que aparece hoje em dia......tipico ''cidadão de bem''esse ai.......

  2. caca silva Postado em 06/Jul/2019 às 00:39

    Eu sou pardo (aquele moreno jambo/ sei lá: índio chocolate), mas eu sofro com a indiferença no olhar ou desconfiança. Quando eu falo que há racismo no Brasil, as pessoas faalm que é MIMIMI da minha parte. Elas não tem ideia do quanto estas palavras me machuca e me deixam mal. Desculpas não aceitas porque você é racista mesmo e só está pedindo as desculpas porque o áudio vazou. * Agora é um estudo científico, onde o mulato-pardo-sei lá-chinelo é mal educado com o paulista-branco-heterossexual-perfeito.

  3. Paulo Roberto Galliac Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    A figura ai formou na escola de eugenia?

  4. Omas Sensato Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Difícil saber quem é o pior: O racista ou quem tenta defende-lo...

  5. Professor Rosendo Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    É justamente nos momentos e tensao ou emoçao que nossos filtros caem e a pessoa revela sua verdadeira indole e visao de mundo. Esse cara é racista. E quanto mais ele tentar justificar pior sera.

  6. tadeunova Postado em 06/Jul/2019 às 00:39

    Sei...............................

  7. Mone Postado em 06/Jul/2019 às 00:44

    Conceito de "raça" é uma invenção sem fundamentos na realidade,a ideia de “raça” é uma mentira.A genética mostra que os seres humanos não podem ser fracionados em subcategorias biologicamente distintas”, e“desafia o conceito tradicional de diferentes raças humanas como biologicamente separadas e distintas”,a raça é uma construção social, sem base biológica.Geneticistas condenaram a idéia, de que genes respondem pela diversidade econômica, política, social e comportamental em todo o mundo.Projeto Genoma Humano também confirmou que os genomas encontrados em todo o mundo são 99,9% idênticos em todas as pessoas. Assim, a ideia de diferentes “raças” é um desatino , um delírio. Vemos pequenas diferenças entre vários grupos étnicos – diferenças comportamentais, físicas, linguísticas e assim por diante,tais diferenças se deve à cultura e às experiências de cada um . Tal divisão ao longo de linhas raciais que vai do “branco” ao “preto” é provavelmente uma estranha aberração do mundo ocidental moderno, um produto de muitas forças históricas diferentes, em particular o tráfico transatlântico de escravos e os aspectos mais cruéis da teoria racial do século XIX. A principal ferramenta para legitimar a dominação e exploração imperialista sobre a África e a Ásia foi a teoria racial, chamada de darwinismo social, importante evidenciar ainda que todos os humanos tiveram origem na África. A espécie humana ,evoluiu no continente e depois migrou para o resto do mundo. Não está convencido…? Então se vocês não não se convenceram, têm que fornecer definição científica, de diferenças significativas nos genomas humanos, e o que “raça” significa. Depois, demonstrar que existem diferenças entre grupos étnicos para justificar a divisão de pessoas em “raças” separadas. Boa sorte – essa é uma tarefa impossível, são nossas experiências e nossa cultura, não nosso DNA, que respondem pela maioria de nossas diferenças,com uma Terra sendo destruída por praticamente todos os seres humanos, deveríamos parar de nos concentrar nas nossas pequenas diferenças individuais e nos lançar , no que todos nós temos em comum: nosso lar.Fonte-Revista Científica do UBM-Revista National Geographic Society.

  8. Omas Sensato Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Quem ele tá pensando que é? O presidente?

  9. Mone Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    O homem surgiu na Àfrica.A África é o continente mais antigo em todo globo terrestre, e sua paisagem mantém as formas geológicas que adquiriu até o presente. O desprendimento das outras porções territoriais , deram origem à América, à Eurásia e à Antártida ,quando antes eram apenas um único continente - a Pangeia. Devido às suas características geomorfológicas o continente africano foi uma paisagem favorável para a evolução humana,os hominídeos, ancestrais mais antigos do gênero Homo, o Australopithecus afriucanus, em seguida,Homo habilis,estes grupos resolveram explorar outros territórios, como a Ásia e a Europa, levando sua base cultural originária na África,surge o Homo sapiens,e subespécie do Homo sapiens,Homo sapiens neanderthalensis ou Homo neanderthalensis ou Homem de Neandertal , uma espécie extinta do gênero Homo, cuja existência está ligada à evolução do homem moderno . Todos nós , homens e as mulheres modernos(as) temos raízes e origens mais profundas na África. Só existe uma raça , que é a raça humana.Quem mostra essa evidência ,é a ciência e o DNA. É só estudar . O conceito de RAÇAS foi refutado matemáticamente pela pesquisa. Aí, vem esse sr com sua estupidez ,desfaçatez,falta de estudo e ignorância ,e sem a menor condição de exercer o cargo de secretário-adjunto de Turismo,para o qual foi indevidamente nomeado e fala a essa GROSSERIA DE UMA INSENSIBILIDADE ABISSAL

  10. Adriano Garcez Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    "É verdade, é estudo". Soa Olavista.

  11. MarcBuriti Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Alguém já está cuidando do processo penal em cima desse fascista ? O caso não é tão somente meter o pé na bunda dele do emprego. Esses incompetentes da vida estão com arminhas de mão para fazerem o que quiserem. E pergunto: quem chegou ao governo com ideias fascistas? Quem?

  12. Talk to talk Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Este áudio do Nazista eugenista, deveria ser MUITO divulgado e ESFREGADO NA CARA quando alguém disser que NÃO HÁ preconceito racial no Brasil e que as reclamações são MI mi mi.

  13. RAIMUNDO UCHÔA Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    A primeira estupidez cometida por esse energúmeno é generalizar, pois toda e qualquer generalização é, no mínimo injusta, além de refletir superficialidade de conhecimento; depois revela sua total ignorância sobre o processo de formação étnica do povo brasileiro, a partir de suas matrizes. É um incapaz pra ocupar qualquer cargo público, principalmente esse ligado diretamente ao acolhimento de pessoas, que visitam o município, ao qual ele deveria prestar um bom serviço. Eu o demitiria, sem apelação!

  14. Ricardo Pinto Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Alô prefeito de Santos! Manda esse racista filhodaputa pro olho da rua! Um canalha desses jamais deveria passar perto de um cargo público! Rua com ele! Exoneração já!

  15. Mone Postado em 05/Jul/2019 às 16:36

    Senhor ,secretário-adjunto de Turismo de Santos, Adilson Durante Filho., se tivesse estudado mais e melhor ,não falaria tanta asneira.Esse cargo de secretário-adjunto de Turismo, é incompatível com tamanha falta de conhecimento