Redação Pragmatismo
Lula 01/Mar/2019 às 16:00 COMENTÁRIOS
Lula

Colunista do Globo soube da morte de Arthur antes da família

Publicado em 01 Mar, 2019 às 16h00

Colunista do jornal O Globo soube da morte do neto de Lula antes de familiares. Assim como aconteceu na morte de Dona Marisa, quando médicos e funcionários do Sírio vazaram inclusive imagens de exames realizados na ex-primeira dama, dessa vez é possível que tenham feito o mesmo com a morte de uma criança de 7 anos

lula morte de arthur
Lula e Arthur (reprodução/facebook)

Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu no início da tarde desta sexta-feira.

O Hospital Bartira, do grupo D’Or, em Santo André (SP), informou que a criança foi diagnosticada com meningite meningocócica e não resistiu, devido ao agravamento do quadro infeccioso.

Arthur era filho Marlene Araújo Lula da Silva e Sandro Luis Lula da Silva, filho da ex-primeira-dama Marisa Letícia (que faleceu em fevereiro de 2017) e do ex-presidente Lula, preso desde abril de 2018 na carceragem da sede da Polícia Federal em Curitiba (PR).

A meningite meningocócica é uma infecção causada pela bactéria Neisseria meningitidis. Esta bactéria pode causar inflamação nas membranas que revestem o sistema nervoso central e infecção generalizada.

A defesa do ex-presidente pediu que a Justiça autorize a saída dele para o enterro do neto. O pedido foi protocolado na 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba. Especialistas em Direito Constitucional e Penal afirmam que o ex-presidente tem direito de sair da prisão para se despedir do neto.

O Globo

O jornalista Renato Rovai escreveu, em seu blog, que o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, soube da morte de Arthur antes mesmo de alguns familiares.

“Os [familiares] que não estavam no hospital souberam da morte de Arthur a partir do vazamento da notícia, quase que certamente, por parte de algum médico ou funcionário do grupo D´Or”, publicou Rovai.

Confira trechos da publicação:

Uma morte é sempre um pouco uma tragédia em nossa sociedade. Não somos preparados para lidar com ela. A morte de uma criança nessas condições é algo dilacerante.

O menino Arthur morreu às 12h11. Seus familiares mais próximos eram os que estava no hospital e ficaram sabendo praticamente ao mesmo tempo que o jornalista de O Globo, Ancelmo Góis, que postou a nota informando do acontecido às 12h20. Ou seja, o jornalista apurou e escreveu a nota em nove minutos.

Os familiares que não estavam no hospital souberam da morte de Arthur a partir do vazamento da notícia, quase que certamente, por parte de algum médico ou funcionário do grupo D´Or.

A mesma coisa ocorreu com Dona Marisa. Médicos e funcionários do Sírio Libanês vazaram inclusive imagens de exames realizados na paciente. Tudo porque ela era esposa de Lula. Agora fizeram o mesmo com a morte de uma criança de sete anos.

Relembre: O sadismo dos médicos que tiveram acesso ao diagnóstico de Dona Marisa

Isso não tem nada a ver com a notícia, mas faz parte da tragédia. Quando em audiência Lula pediu a Moro que devolvesse ao menos o Ipad do seu neto que tinha sido apreendido pela Polícia Federal, era o Ipad de Arthur.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Joselito. Araujo Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Moro fio do cão. Você merece uma morte cruel. Fio do cão, do diabo. Fio de seissenta mil jumentas. Fio do Belzebu misturado com Eduardo Cunha.

  2. Gerardo Junior Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    O que fazem com esse homem ultrapassa qualquer barreira de crueldade

  3. Avelino de Oliveira Postado em 06/Jul/2019 às 00:38

    O que seria da classe capacho dominante, sem esse ódio?! No nazismo, muitos médicos apoiavam Hitler. Não é diferente no Brasil.