Redação Pragmatismo
Esporte 28/Mar/2019 às 19:54 COMENTÁRIOS
Esporte

Campeã de Surf é atingida por raio em praia de Fortaleza e morre

Publicado em 28 Mar, 2019 às 19h54

Outros surfistas que estavam na praia ficaram feridos e um deles, de 17 anos, encontra-se em estado grave. Vídeo mostrou resgate. Amigos e familiares de Luzimara realizam homenagem para ela

Imagem do momento em que segunda vítima é resgatada do mar em Fortaleza

A surfista Luzimara Souza, de 23 anos, morreu nesta quarta-feira (27) em Fortaleza (CE) após ser atingida por um raio enquanto surfava na praia da Leste-Oeste.

Testemunhas afirmam que a jovem recebeu a descarga elétrica quando estava dentro da água. “Infelizmente aconteceu essa fatalidade. Eu cheguei aqui no momento em que ela recebeu a descarga elétrica em cima dela”, relatou o vendedor Gerardo Júnior.

Luzimara Souza foi encaminhada com vida para o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Bairro Centro, mas não resistiu e morreu após dar entrada na unidade.

Ainda sem saber que a filha havia morrido, a mãe da surfista falou sobre a tragédia:

A mãe da surfista, Mara Souza, disse que ela sempre surfava naquele ponto da praia. Mara contou que, além da filha, outros surfistas que estavam no local e também sentiram a descarga elétrica.

O vendedor Gerardo Júnior ainda disse que, depois do resgate de Luzimara, percebeu que o outro surfista, identificado como Felipe Cardoso Nogueira, estava se afogando após o raio. “Eu entrei no mar para tirar ele e levei para os bombeiros. Saí de lá e ele estava consciente”, acrescentou.

O rapaz de 17 anos foi socorrido por populares, levado à Unidade de Salvamento do Corpo de Bombeiros, onde recebeu os primeiros socorros, e encaminhado para o Insituto Doutor José Frota (IJF), no Centro. Segundo o hospital, o estado dele é considerado “delicado”.

Segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), houve o registro de mais de 350 raios em Fortaleza nesta quarta-feira.

Sacrifício

Luzimara dos Santos começou a treinar aos dez anos de idade na Associação Esportiva Cultural Praia do Mero. Ela ganhou o Campeonato Cearense e Brasileiro de 2018, e em 2019 foi vice-campeã em uma das etapas do torneio nacional. Luzimara estava treinando para o Campeonato Brasileiro de Surf de 2019 quando ocorreu a tragédia.

A surfista vendia batata frita e itens ganhos em campeonatos e artigos de surfe para garantir o próprio sustento e o da família. Luzimara mantinha um cofre improvisado, feito com um garrafão de água, onde guardava o dinheiro que destinava a viagens profissionais.

“Ela vendia peças de roupa que a gente ganhava na competição. Nós, como surfistas, temos que fazer isso para ter lucro, né?”, afirma Jorge Gomes, amigo pessoal da surfista.

No ano passado, ela chegou a fazer uma “vaquinha virtual” para viabilizar sua ida a São Paulo, onde acabou vencendo uma etapa de uma competição de surfe.

O velório da atleta ocorreu na casa onde ela cresceu, no Bairro Pirambu, na capital cearense. Seu corpo foi enterrado na tarde desta quinta-feira (28).

Homenagem

Amigos e familiares de Luzimara organizam uma homenagem à atleta para este domingo (31), no mesmo local onde ocorreu a fatalidade.

Segundo Joel Alves, amigo de Luzimara, o ato em memória da atleta vai começar às 9h, na areia da praia onde ela e os amigos sempre se reuniam antes de entrar no mar.

Joel diz que o sonho da amiga era ser reconhecida e afirma ter certeza que ela ficará muito agradecida pela homenagem. “Ela é uma pessoa muito querida na comunidade, tenho certeza que, de onde ela estiver, vai gostar muito. Era um sonho dela ser reconhecida, nós queremos mostrar que na nossa comunidade lutamos contra o crime e as drogas através do esporte”, conclui.

Luzimara Souza / Reprodução

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários