Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 11/Jan/2019 às 16:45 COMENTÁRIOS

Mulher forçada a dormir em cabana por estar menstruada morre junto com os filhos

Mulher e os dois filhos morreram sufocados no Nepal depois que ela foi forçada a dormir em uma cabana sem janelas por estar menstruada

chhaupadi ritual mulher menstruada
Ritual hindu forças as nepalesas a viver um ‘exílio menstrual’ (Reprodução)

Uma mulher e os dois filhos morreram sufocados no Nepal depois que ela foi forçada a dormir em uma cabana sem janelas por estar menstruada, afirmou a polícia na quinta-feira (10).

A família é a vítima mais recente do “chhaupadi”, um costume hindu antigo, banido no país há mais de uma década. A prática obriga mulheres e meninas no período menstrual a deixarem suas casas e procurarem tocas para animais ou cabanas.

Amba Bohara, 35 anos, e seus filhos – de 12 e 9 anos – acenderam uma fogueira na noite de terça-feira para aquecer a fria cabana de lama e pedra onde foi forçada a se abrigar durante o período menstrual. Na manhã seguinte, o sogro da mulher encontrou os três mortos no local.

“Eles morreram de sufocamento porque não havia ventilação, e, para cortar o frio, a família fez uma câmera com muito pouca passagem de ar”, contou por telefone o policial Uddhav Singh Bhat à Thomson Reuters Foundation.

O que é o ‘chhaupadi’?

A antiga tradição caiu na ilegalidade em 2005, mas continua prevalente no oeste do Nepal – região considerada remota. O “chhaupadi” coloca a mulher sob risco de sofrer picadas de cobras, ataques de outros animais selvagens e estupro.

Algumas comunidades acreditam que, caso as mulheres e meninas em período menstrual não deixem suas casas, possam ser vítimas de castigos como desastres naturais.

As mulheres ficam impedidas de tocar uma série de itens, como leite, figuras religiosas e gado. Além disso, devem comer apenas o necessário. Elas também não podem se encontrar com outros integrantes da família durante a menstruação.

Esse costume levou a inúmeras mortes, mesmo depois de o governo passar a aplicar penas de três meses de prisão e multas de 3 mil rúpias – algo como R$ 100.

No ano passado, uma mulher também morreu sufocada depois de ser expulsa de casa. Em 2017, uma adolescente foi encontrada morta por picada de forma.

Ativistas de direitos humanos dizem que os esforços do governo para acabar com a prática “chhaupadi” foram inadequadas e pedem monitoramento mais atento.

Agência Reuters

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Comentários