Redação Pragmatismo
Rede Globo 07/Jan/2019 às 11:49 COMENTÁRIOS

"O imbecil que está lá". Crítica de Faustão provoca discórdia nas redes sociais

"O imbecil que está lá e não deveria estar". Crítica política de Faustão em rede nacional provoca discórdia nas redes. Fala do apresentador teria sido direcionada a Jair Bolsonaro; filho do presidente eleito se manifestou

Faustão imbecil Bolsonaro
(Imagem: Reprodução/Instagram)

Uma crítica do apresentador Fausto Silva durante seu programa na Rede Globo causou alvoroço entre internautas neste domingo (6). A polêmica girou em torno de quem seria o ‘imbecil’ citado por Faustão.

“Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá, e não deveria estar, pode até ser honesto, mas é um idiota que está ferrando com todo mundo”, afirmou Faustão.

“Você paga imposto e o que você recebe? Então, vamos ver se esses novos ares vão mudar. Vamos ver. Tem que rezar pra dar certo, não adianta rezar contra”, completou.

A declaração repercutiu rapidamente nas redes sociais, dando margem para diversas interpretações. A maioria das mensagens afirmavam que o xingamento seria direcionado à Jair Bolsonaro (PSL), atual presidente do País.

“Faustão chama Bolsonaro de imbecil e ofende os eleitores do capitão. Que resposta merece esse paspalho da TV Globo? Deixar de assisti-lo seria pouco. Que tal boicotar os produtos que ele anuncia?”, publicou um indignado eleitor de Bolsonaro.

“Faustão chamando Bolsonaro de imbecil foi a melhor coisa do dia. Nunca pensei que a esta altura, iria concordar um dia com ele”, escreveu um crítico do presidente eleito.

Segundo o Estadão, a edição do programa exibida neste domingo teria sido gravada em novembro de 2018, durante o mandato de Michel Temer. Naquele período, porém, já se sabia que Bolsonaro era o presidente eleito.

Carlos Bolsonaro

Carlos Bolsonaro, apontado como o cão de guarda do pai, se manifestou após a fala de Faustão. Em declaração nas redes sociais, o filho do presidente eleito também não citou nomes.

“Alguns da imprensa estão revoltados porque Bolsonaro não os dá bola! Que tenham a liberdade, assim como qualquer um pode ignorar quando há uma clara tentativa negativa de manipulação! Creio que terão que se acostumar com as redes sociais pois evitam distorções!”, tuitou na manhã desta segunda (7).

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários