Redação Pragmatismo
Notícias 12/Jan/2019 às 21:21 COMENTÁRIOS

Bolsonaro troca bilhetes com Rodrigo Maia e pergunta sobre Collor

Em troca de bilhete com Rodrigo Maia durante solenidade, presidente Jair Bolsonaro faz questionamento sobre o senador Fernando Collor. Fotógrafos flagraram momento

bilhete bolsonaro rodrigo maia
(Imagem: Daniel Marenco/Agência O Globo)

Em solenidade de formatura de 16 procuradores da República — entre os quais, apenas três mulheres —, na noite desta sexta-feira, 11,o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), trocaram bilhete e confidências.

Maia conta com o apoio oficial do PSL, partido de Bolsonaro, para ser reconduzido ao comando da Câmara — a eleição será 1.º de fevereiro.

Na mensagem que escreveu, Bolsonaro faz uma pergunta sobre o senador Fernando Collor (PTC-AL), que, segundo assessores do governo, avalia uma candidatura à presidência do Senado. “Collor é …dato?”, pergunta a Maia — registro da imagem do bilhete não mostra a mensagem completa.

O presidente da Câmara pegou o bilhete, leu e fez um semblante de dúvida. Em seguida, Bolsonaro recolhe o papel de volta, dobra e guarda no bolso do paletó.

O deputado, então, se aproximou de Bolsonaro para uma conversa “ao pé de ouvido”, entrecortada por risos e sinais de positivo com o polegar.

Até o momento, as candidaturas em discussão no Senado são de Renan Calheiros (MDB-AL), Major Olímpio (PSL-SP), Simone Tebet (MDB-MS), Tasso Jeiressati (PSDB-CE), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Angelo Coronel (PSD-BA), Esperidião Amin (PP-SC) e Alvaro Dias (PODE-PR).

Em seu discurso, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse que Bolsonaro “inaugura um mandato de mudanças” e “renova a esperança” de uma vida melhor para os brasileiros.

Agência Estado

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Roberto Pedroso Postado em 06/Jul/2019 às 00:32

    https://uploads.disquscdn.com/images/b719364a29d81aa1d168ae9e2c2adc9342968459e8954447f22cb024f44dc56d.jpg

  2. Araújo Postado em 06/Jul/2019 às 00:32

    Esse idiota não terminará o mandato!