Redação Pragmatismo
Corrupção 07/Dez/2018 às 17:57 COMENTÁRIOS
Corrupção

Flávio Bolsonaro abandona grupo de WhatsApp sem dar explicações

Publicado em 07 Dez, 2018 às 17h57

Questionado por aliados em grupo de WhatsApp após as denúncias publicadas sobre seu ex-assessor e a esposa de seu pai, Flávio Bolsonaro decidiu deixar o grupo sem dizer nada

Flávio Bolsonaro grupo de WhatsApp
Flávio Bolsonaro

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) abandonou um grupo de WhatsApp formado por amigos e aliados depois de ser questionado sobre as denúncias que envolvem seu ex-assessor pessoal.

A denúncia foi revelada pelo jornal O Estado de S.Paulo nesta quinta-feira (6), com base em um relatório do Coaf Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que transações atípicas de 1,2 milhão de reais feitas pelo ex-funcionário de Flávio.

O valor, movimentado por Fabrício Queiroz entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, seria incompatível com os rendimentos dele. Entre as transações, está a emissão de um cheque de 24.000 reais para a futura primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Ao perceber que a denúncia estava sendo repercutida no grupo de WhatsApp do qual fazia parte, o filho de Jair Bolsonaro não titubeou e saiu do grupo sem dizer uma palavra.

Horas depois, à medida em que outros veículos de comunicação também tratavam da pauta, Flávio postou uma mensagem genérica em sua página no Twitter:

“Fabrício Queiroz trabalhou comigo por mais de dez anos e sempre foi da minha confiança. Nunca soube de algo que desabonasse sua conduta. Em outubro foi exonerado, a pedido, para tratar de sua passagem para a inatividade. Tenho certeza de que ele dará todos os esclarecimentos”.

Flávio Bolsonaro grupo WhatsApp

Entenda o caso

Um ex-motorista do deputado estadual do Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro, filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, aparece em relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf, por movimentações financeiras de mais de R$ 1,2 milhão consideradas suspeitas.

A investigação faz parte da operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro que prendeu dez deputados estaduais.

O relatório do Coaf aponta movimentações financeiras de servidores e ex-servidores da Assembleia Legislativa do Rio e de pessoas relacionadas a eles que, segundo a investigação, são incompatíveis com a capacidade financeira dos citados.

Além disso, o Coaf identificou um grande volume de depósitos e saques inferiores a R$ 10 mil, o que, segundo o relatório, seria para dificultar a identificação da origem e do destindo do dinheiro.

O documento aponta Fabrício José Carlos de Queiroz como servidor público cadastrado da Alerj, com renda de R$ 23 mil por mês. Além disso, teriam sido identificadas duas mídias informando que Fabrício Queiroz seria motorista do deputado Flávio Bolsonaro.

Ele movimentou nessa conta o total de R$ 1.236.838 entre 1º de janeiro de 2016 e 31 de janeiro de 2017, o que foi considerado suspeito pelo conselho.

Outra parte do relatório do Coaf revela saques em espécie no total de R$ 324.774, e R$ 41.930 em cheques compensados. Na época, um dos favorecidos foi a ex-secretária parlamentar, atual esposa do presidente eleito, Jair Bolsonaro, Michele de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, no valor de R$ 24 mil.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. C.Poivre Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    Janeiro de 2019: sai a quadrilha de Temer, entra a gangue dos bostonaros: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/se-fosse-o-que-diz-ser-moro-ja-teria-desembarcado-do-governo-bolsonaro-por-carlos-fernandes/

  2. C.Poivre Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    O xadrez do COAF e a implantação do Estado Policial: https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-do-coaf-dos-bolsonaro-e-do-estado-policial-por-luis-nassof?fbclid=IwAR0kBEVrei-PlaYDgUuN_JnaAWx-DdySVE27Oc7eDNfD-dcA9CiUoAbxKP0#.XA10pyng0zI.facebook #LulaLivre

  3. C.Poivre Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    A roubalheira da "famiglia" Bostonaro: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/caiu-na-rede-a-familia-bolsocheio/

  4. C.Poivre Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    Substitutos para o motorista da "famiglia" bostanaro é que não faltarão; https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/caiu-na-rede-a-fila-para-ser-motorista-de-bolsonaro/

  5. Edna Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    SAI O DRÁCULA E ENTRA EM AÇÃO A FAMILIA DO BOSTONARO QUE JÁ SÃO EXPERIENTES EM ROUBAR E ESPALHAR NOTICIAS FAKES.

  6. angela souza Postado em 06/Jul/2019 às 14:04

    Você que brandou que não tem politico de estimação Melhor Jair apagando pois o Mito te engambelou mas o choro é livre