Redação Pragmatismo
Esporte 28/Nov/2018 às 09:19 COMENTÁRIOS

A história triste por trás do repórter que internautas imaginaram estar 'bêbado'

Repórter estava bêbado em cobertura ao vivo? Foi o que veículos da mídia internacional e internautas especularam, mas a história é diferente e bem mais triste

repórter angel sastre bêbado

Uma entrada ao vivo do jornalista espanhol Ángel Sastre provocou especulações de veículos de comunicação da mídia internacional e também de internautas.

“Jornalista embriagado faz ao vivo surreal para TV espanhola”, noticiou um periódico português. “Bêbado ao vivo: o caos da Copa Libertadores se estende até o Cuatro”, era o título de outra matéria, dessa vez em um portal espanhol.

O repórter do canal “Notícias Cuatro” cobria a final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors, em Buenos Aires, e muitos consideraram que ele estava sob efeito de álcool.

Isto porque Sastre não conseguia concluir frases ou se posicionar corretamente em frente à câmera. Mas a verdade é que o profissional sofre com sequelas ocasionadas por um sequestro na Síria.

Antonio Pampliega, colega de profissão de Sastre, precisou se manifestar para afastar os boatos. “Eu li os comentários de centenas de pessoas e é lamentável o linchamento público ao qual Ángel está sendo submetido. Ángel não está bem. É óbvio. Mas nenhum de nós está”.

Ao lado de Sastre, Pampliega também ficou sequestrado por 299 dias na Síria, até serem resgatados em maio de 2016.

Ambos foram capturados em 2015 por um grupo da organização terrorista Al-Qaeda enquanto faziam a cobertura da guerra civil. Um terceiro jornalista, José Manuel Lopez, também foi sequestrado no episódio.

Pampliega falou sobre os traumas e sequelas que restaram após o sequestro:

“Depois de tudo, eu também acelerei, perdi o controle de minha vida. Fiz centenas de coisas que vou me arrepender. Sinto muito, Angel. Me dói ver colegas de profissão ‘colocando ainda mais gasolina’ na situação delicada”.

Angel Sastre, no momento em que retorna ao seu país após ser libertado

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários