Redação Pragmatismo
Racismo não 28/Nov/2018 às 18:25 COMENTÁRIOS

O lugar das famílias branca e negra no comercial de Natal da Perdigão

Perdigão é acusada de reforçar estereótipo racista em nova campanha de Natal. Marca recebeu série de críticas de usuários após divulgar peça publicitária

lugar das famílias branca e negra comercial de Natal da Perdigão
Cena do comercial de Natal da Perdigão (reprodução)

Um comercial da Perdigão, que pertence à BRF, está sendo acusado de racismo por usuários. O vídeo divulgado para promover o chester Perdigão recebeu centenas de comentários negativos e criou grande discussão sobre estereótipo racista nas campanhas publicitárias.

O comercial mostra uma família pobre fazendo uma ceia de Natal com o chester da marca, agradecida e emocionada por receber o alimento gratuitamente por causa da compra de do mesmo produto por uma outra família. A ideia é mostrar a ação da Perdigão para a época: na compra de um chester, a marca doa outro para uma família que precisa.

O problema, porém, foi a representação. A família pobre era composta majoritariamente por pessoas negras, enquanto a outra família era composta por pessoas brancas, na maioria. Segundo usuários, a marca reforçou estereótipos racistas.

A campanha de Natal da Perdigão é um poço de racismo“, disse uma usuária no Twitter. “De representação do branco bondoso e do negro feliz pela caridade. Surreal.”

A campanha foi divulgada ontem no canal da marca no YouTube e conta com 180 mil visualizações e centenas de comentários — a maioria negativa.

E a família branca novamente salva o Natal da pobre família negra que não pode comprar um Chester?“, ironiza um usuário. “E não venham com aquele papo de ‘coincidência’ ou ‘nós não enxergamos cor’, porque se fosse assim, teríamos mais famílias negras retratadas ajudando pobres famílias brancas por aí.

Na tarde desta terça (27), o assunto era um dos mais comentados no Twitter.

Enquanto muitos criticavam a propaganda, outros se incomodaram com as reclamações e rechaçaram a ideia de racismo, uma vez que a família “rica” também mostrou integrantes negros.


Outro lado

Ao HuffPost, a BRF, dona da Perdigão, afirmou que lamenta que a campanha tenha ofendido seus consumidores e reiterou que esta não foi a intenção.

Falar de generosidade é, para nós, uma forma de união e agradecimento a todos os nossos consumidores, que há três anos colaboram para o Natal de mais de 6 milhões de pessoas, independente de cor, gênero, raça ou religião. É nisso que acreditamos“, finalizou nota enviada pela imprensa.

Leia também:
Experimento da Heineken coloca frente a frente pessoas com visões opostas de mundo
Série de desastres produzidos pela publicidade brasileira

Luiza Belloni, Huffpost

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários