Redação Pragmatismo
Eleições 2018 15/Oct/2018 às 11:08 COMENTÁRIOS

Fãs de Bolsonaro pedem boicote, mas restaurante de Helena Rizzo segue lotado

Restaurante de uma das chefs mais premiadas do Brasil segue cheio após campanhas de boicote. Fãs de Bolsonaro irritaram-se após Helena Rizzo declarar que não apoia o candidato

helena rizzo bolsonaro restaurante
Imagem do restaurante (esq) de Helena Rizzo neste sábado

Uma das chefs de cozinha mais premiadas do Brasil foi alvo de uma campanha difamatória nas redes sociais após manifestar publicamente que não apoia a eleição do candidato Jair Bolsonaro (PSL).

Além de atacada pessoalmente, grupos e indivíduos que idolatram Bolsonaro pediram boicote ao restaurante de Helene Rizzo. No entanto, até agora a campanha não surtiu efeito.

No último sábado (13), o restaurante Manioca contava com todos os seus 120 lugares ocupados. As informações são da revista Veja, que enviou uma reportagem ao estabelecimento.

Apesar de lotado, a reportagem afirmou que os funcionários do local estavam apreensivos e assustados com a repercussão do episódio. Eles foram orientados a não comentar o assunto com os clientes.

Nos ataques virtuais que Helena recebeu, os mais tímidos diziam que ela “deveria vender marmita na Venezuela”. Outras críticas foram tão agressivas que não serão publicadas nesta página.

Apoiadores de Bolsonaro também espalharam fotos falsas da fachada dos restaurantes de Helena aparentemente vazios, o que seria uma forma de comprovar a adesão ao boicote pedido em rede social.

“Ideologias políticas de lado, a comida segue impecável e faz jus aos prêmios recebidos por Helena Rizzo. O filé ao molho de presunto serrano, gratin de batatas e rúcula selvagem veio com a carne derretendo na boca”, finaliza a reportagem da Veja.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários