Redação Pragmatismo
Eleições 2018 13/Sep/2018 às 09:58 COMENTÁRIOS

Vox Populi mostra Fernando Haddad em 1º e Bolsonaro em 2º

Pesquisa VoxPopuli feita entre 7 e 11 de setembro, em todo o Brasil, mostra Fernando Haddad ultrapassando Jair Bolsonaro. Ao contrário dos outros grandes institutos, o Vox decidiu associar diretamente Haddad ao apoio de Lula durante os questionamentos. Veja os números

pesquisa Vox Populi Haddad
Dados da pesquisa Vox Populi publicados nesta quinta-feira (13)

Jornal GGN

Pesquisa Vox Populi feita entre 7 e 11 de setembro, em todo o Brasil, mostra Fernando Haddad ultrapassando Jair Bolsonaro, com 22% contra 18%, respectivamente.

Em terceiro lugar está Ciro Gomes, com 10%, seguido por Marina Silva (5%) e Geraldo Alckmin (4%). Brancos e nulos somam 21%. A margem de erro é de 2,2 pontos.

O PT lançou Fernando Haddad candidato à Presidência no lugar no Lula no final da tarde de terça (11), forçado por decisão da Justiça Eleitoral, que não permitiu que o ex-presidente petista concorresse com o registro sub judice.

Vox Populi, ao contrário de outros grandes institutos, tomou a decisão de associar diretamente Haddad ao apoio de Lula. Segundo Marcos Coimbra, diretor do Vox, “esconder o fato de que o ex-prefeito foi indicado e tem o apoio do ex-presidente tornaria irreal o resultado de qualquer levantamento.

VEJA AQUI AS MAIS RECENTES PESQUISAS ELEITORAIS NO BRASIL

É uma referência relevante para uma parcela significativa dos cidadãos. Chega perto de 40% a porção do eleitorado que afirma votar ou poder votar em um nome apoiado por Lula.” A informação é da CartaCapital.

A pesquisa ainda demonstrou que 53% dos entrevistados sabem que Haddad é o candidato de Lula. Haddad é o menos conhecido entre os presidenciáveis: 42% informam saber de quem se trata e outros 37% afirmam conhece-lo só de nome.

“O desconhecimento é maior justamente na parcela mais propensa a seguir a recomendação de voto de Lula, os mais pobres e menos escolarizados. De maio para cá, decresceu sensivelmente o percentual de brasileiros que afirmam não saber que o ex-presidente está impedido de disputar a eleição: de 39% para 16%”, afirmou.

REJEIÇÃO

Ciro é o candidato com menor rejeição (34%) entre os cinco principais postulantes. Haddad tem a segunda menor taxa, 38%. Bolsonaro lidera o ranking com 57%.

Bolsonaro, por outro lado, parece ter consolidado um teto de votos. Na pesquisa espontânea, ele tem 13% das menções. O valor é um pouco abaixo do desempenho de 18% na estimulada.

SEGUNDO TURNO

No cenário de segundo turno entre Bolsonaro e Alckmin, o ex-capitão venceria por 25% a 18%.

Contra Marina, há empate técnico, com 24% para Bolsonaro e 26% para Marina.

Contra Ciro, Bolsonaro perde por 10 pontos: 32% a 22%.

Contra Haddad, também perderia com diferença, por 36% para o petista e 24% para Bolsonaro.

FACADA

Vox também aferiu a percepção da sociedade sobre o atentando à faca sofrido por Bolsonaro, que o deixou praticamente fora da disputa por votos nas ruas.

A maioria absoluta, 64%, acredita que a facada foi um ato solitário de um cidadão “com problemas mentais”. Outros 35% acham que foi um ato planejado e com fins políticos.

Outros 49% contra 33% acham que o episódio não rende votos.

Analista do DIAP

Antônio Augusto de Queiroz, analista político e diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), acredita que Haddad deve ir para o segundo com o apoio de Lula.

“Tudo indica que ele vai para o segundo turno tanto pela qualidade do candidato e por ser uma candidatura muito competitiva”, afirma Queiroz, em referência ao petista. Para ele, as próximas pesquisas devem apontar ainda o impacto da ausência de Bolsonaro na campanha, o que é determinante para fidelizar seus apoiadores.

com informações de RBA

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários