Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 14/Sep/2018 às 09:20 COMENTÁRIOS

Policial civil arremessa esposa de carro em movimento; antes, sacou arma em bar

Policial civil agride companheira em bar e saca a arma quando pessoas indignadas com a covardia foram ajudá-la. O homem arrastou a mulher do local e foi embora. Depois, a vítima foi arremessada do carro em movimento

policial civil preso agride esposa
Policial civil preso

Um policial civil foi preso depois de agredir a companheira e jogá-la do carro em movimento, em Brasília, na madrugada desta sexta-feira (14).

A agressão ocorreu em um bar no Setor Bancário Sul.

Testemunhas relatam que a confusão começou ainda dentro do estabelecimento.

Afirmam também que ele sacou a arma e fez ameaças quando foram tentar ajudar a mulher.

Em seguida, o homem foi embora levando a companheira.

Momentos depois, ela foi encontrada caída no chão, por ter sido arremessada do veículo.

Socorristas do Samu levaram a vítima ao hospital.

O agressor foi preso pela Polícia Militar e encaminhado para a 5ª DP (Asa Norte).

Até o fechamento deste texto, o nome do policial civil não foi divulgado.

Uma imagem do homem foi capturada pela afiliada da TV Globo em Brasília (ver acima).

Internautas repudiaram o episódio.

“Constantemente vemos policiais fazendo barbaridades com uso de suas armas, extrapolando o seu devido uso. Imaginem isso multiplicado por milhões, se um dia aprovarem a liberação de armas para a população, como alguém está querendo fazer. Vai ficar pior que o país mais liberal em armas de fogo, tragédia e mais tragédia aumentada todos os dias. Diz o ditado que os sábios aprendem com os erros dos outros, e os burros com os próprios erros”, desabafou uma usuária.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários