Redação Pragmatismo
Corrupção 11/Sep/2018 às 08:38 COMENTÁRIOS

Beto Richa e a esposa são presos pela Gaeco

Ex-governador Beto Richa (PSDB) é preso no Paraná junto com a esposa e o ex-chefe de gabinete. Tucano é candidato ao Senado nas eleições de 2018

Beto Richa preso
Beto Richa

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado, foi preso nesta terça-feira (11), em Curitiba. Também foram presos Fernanda Richa, esposa do tucano, e Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador.

As três prisões são temporárias, com validade de cinco dias, e estão relacionadas a investigações sobre o programa Patrulha Rural.

Os mandados foram cumpridos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A casa onde o casal mora ainda é alvo de busca e apreensão da nova etapa da Operação Lava Jato, batizada de Piloto, deflagrada também nesta manhã.

Deonilson Rodo ainda é alvo de prisão da Polícia Federal (PF) na 53ª fase da Lava Jato, que cumpre, ao todo, 36 ordens judiciais no Paraná, na Bahia e em São Paulo.

A investigação apura o pagamento milionário de vantagem indevida, em 2014, pelo Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht, o departamento de propina da empreiteira, para agentes públicos e privados no Estado Paraná.

Segundo os delatores, a contrapartida era o direcionamento do processo licitatório para investimento na duplicação, manutenção e operação da rodovia estadual PR-323 na modalidade parceria público-privada.

Pesam contra os acusados as suspeitas de terem cometido os crimes de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários