Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 07/Aug/2018 às 15:41 COMENTÁRIOS

Empresário tenta matar a ex-esposa e a filha de 6 anos

Empresário armado tenta matar a ex-esposa e a filha de 6 anos. Ligações mostram pânico da mulher e da menina durante o ataque do ex-marido

empresário Edler Benvenuti ex-esposa Santos
O empresário Edler Benvenuti

Um empresário foi preso na cidade de Santos (SP) nesta segunda-feira (6) após perseguir e tentar matar a ex-mulher, a filha de 6 anos e o atual companheiro da ex-esposa.

Edler Benvenuti, de 41 anos, iniciou a perseguição ao carro onde estavam a criança, a ex-mulher dele, Janaína Benvenuti, de 39 anos, e o namorado dela, Elton Rolin de Moura, de 40.

Com uma arma em punho, ele emparelhou o veículo ao lado do carro da ex-esposa e exigiu que ela e a filha fossem para o carro dele.

“Ele veio nos perseguindo e, quando conseguiu parar novamente ao nosso lado, abaixou a janela com a arma na mão e disse que ia descarregá-la na gente. Foi um terror”, relata o atual namorado de Janaína.

A mulher e o técnico pediram ajuda à polícia pelo telefone 190 ao menos três vezes no trajeto de fuga. Durante a última ligação, o empresário colidiu propositalmente seu carro contra o da ex-esposa. Neste momento, a polícia chegou e efetuou a prisão em flagrante. A mulher e a criança ficaram feridas, mas passam bem.

No carro dele, foram encontrados cocaína, a pistola e três carregadores com munição.

Ligações

Três ligações para o telefone 190 da Polícia Militar registraram o desespero da mulher, do homem e da menina. Nervosos, eles dizem que são perseguidos por um homem armado em uma avenida às margens do Porto de Santos. Na gravação, a menina, que estava no carro, grita em desespero.

“Pelo amor de Deus, tem um carro me seguindo aqui, o cara quer atirar em mim, estou com criança no carro”, relatou Elton ao policial que atendeu a uma das ligações. “Estou de carro… Bateu, bateu no meu carro! Aí, aí, socorro!”, registrou a gravação de uma das chamadas feitas ao Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).

Edler Benvenuti foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo, porte de droga, dano qualificado, ameaça e lesão corporal com incidência da Lei Maria da Penha.

O empresário e a ex-esposa terminaram o casamento há aproximadamente quatro anos e, desde então, ela tenta o divórcio na Justiça.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Ana Cristina Rodrigues Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    Quanta volência meu Deus.

  2. Ubiratan Silva Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    Mais um "cidadão de bem" fazendo caca com uma arma na mão.

  3. Professor Rosendo Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    Um voto a menos pro Bolsonaro.

  4. Murilo Silva Cristo Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    Esse é o típico cidadão de bem, defensor dos valores tradicionais, esteio da sociedade, empreendedor aguerrido, a favor da família. Coloca uma arma na mão e se acha acima do bem e do mal.

  5. Thiago Melo Teixeira Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    Parabéns a ideologia Bolsonarista, estamos indo muito bem.

  6. kr3bys Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    É.. vão usar arma só pra se "defender", pode confiar.

  7. Robby Souza Postado em 06/Jul/2019 às 13:42

    são esses monstrengos que apoiam bolsolixo!! https://uploads.disquscdn.com/images/ac26304aafe85c5d545dfbf53a49143d3ef35e7a283d73af9947216fb66af4c7.jpg