Redação Pragmatismo
Política 26/Jul/2018 às 16:57 COMENTÁRIOS

Brasileira e filha caem do 21º andar de edifício no Uruguai

Brasileira e filha de 4 anos morrem após queda do 21º andar de um edifício em Punta del Este, no Uruguai. A mulher estava de férias com o marido e a menina na cidade. Autoridades investigam possibilidades de suicídio e homicídio

brasileira filha prédio uruguai
Prédio em Punta del Este (Uruguai) onde ocorreu a tragédia

Uma mulher brasileira e a sua filha morreram na noite desta terça-feira (24) em Punta del Este, no Uruguai. As vítimas, de 44 e 4 anos, caíram do 21º andar de um prédio. Elas estavam de férias na cidade. As informações são da agência EFE.

Segundo as primeiras informações, Luciane Tessman Osvaldt poderia ter se jogado com a criança de madrugada, quando o marido, o médico Alessandro Osvaldt, teria saído para fazer compras. Essa é uma das linhas de investigação, mas as autoridades também trabalham com a hipótese de homicídio.

Alessandro Osvaldt garantiu à Polícia que não houve “briga” nem discussão antes do ocorrido. Imagens de câmaras de segurança do prédio coincidem com a versão dele, que tinha saído de carro e não estava no prédio quando a esposa e a filha despencaram.

Porta-voz da polícia, Joe López afirmou que os primeiros policiais que chegaram ao local dificuldades para entrar no apartamento — emprestado ao casal por familiares da vítima –, já que as portas estavam fechadas. O caso aconteceu no edifício Torre Lobos, localizado na região de Playa Brava.

Os agentes encontraram indícios de tentativas de rasgar a rede de proteção da janela de um dos quartos e um buraco na do terraço, de onde teriam caído.

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro afirmou que está prestando assistência à família das vítimas e que o Consulado em Montevidéu mantém contato com as autoridades locais sobre as investigações do caso.

Luciane Tessmann e a filha Laura eram de Camaquã, município situado no Rio Grande do Sul, perto da fronteira com o o Uruguai. Os corpos das vítimas devem ser liberados nesta sexta-feira (27) e, na sequência, transladados para Porto Alegre.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários