Redação Pragmatismo
EUA 13/Jun/2018 às 17:07 COMENTÁRIOS

Donald Trump rebate críticas de Robert De Niro

Donald Trump responde à provocação de Robert De Niro. Presidente dos Estados Unidos não se calou diante de xingamento feito pelo astro do cinema durante premiação

Donald Trump rebate críticas de Robert De Niro

O presidente Donald Trump não se esquivou da provocação feita pelo ator Robert De Niro no domingo (10), que o xingou durante cerimônia do Tony Awards 2018, principal premiação do teatro americano. Nesta quarta-feira (13), o líder dos Estados Unidos fez um tuíte dizendo que o astro do cinema tem “QI muito baixo“.

Trump usou como argumento para desqualificar De Niro suas atuações como boxeador. De Niro é protagonista do filme Touro Indomável (1980), sobre um pugilista que tenta alcançar o sucesso mas acaba prejudicado pelo próprio temperamento. O filme é dirigido por Martin Scorsese e rendeu a De Niro o Oscar de melhor ator em 1981. Recentemente, atuou ao lado de Sylvester Stallone no filme Ajuste de Contas (2013), em que interpreta um boxeador aposentado.

Irônico, Trump disse que, ao ser acertado na cabeça de verdade durante esses trabalhos, De Niro terminou com a capacidade mental afetada. “Robert De Niro, um indivíduo com QI muito baixo, levou muitos golpes de boxeadores reais na cabeça. Eu o assisti ontem à noite e realmente acredito que ele pode estar “desnorteado”. Acho que ele não se dá conta de que a economia está melhor do que nunca, com a empregabilidade em alta constante e muitas empresas investindo de novo em nosso país. Acorde!“, xingou Trump.

Quando De Niro provocou o presidente na cerimônia do Tony Awards, premiação do teatro que se equivale ao Oscar, foi aplaudido de pé pelo público. O ator vem se manifestando contra Trump desde a vitória do empresário nas eleições de 2016. Quando o resultado das urnas saiu, disse estar muito deprimido e afirmou que apoiava os protestos que se realizavam contra o mandatário.

Em 2016, xingou o presidente após um vídeo vir à tona com falas de Trump consideradas desrespeitosas com as mulheres.

Ele é tão descaradamente burro, ele é um punk, um cachorro, ele é um porco. Ele não se importa, acha que está jogando com a sociedade, não paga seus impostos, é um idiota (…) um desastre nacional, uma vergonha para esse país. Ele fala sobre como gostaria de socar as pessoas na cara… bem, eu gostaria de socá-lo na cara — disse.

Gauchazh

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários