Redação Pragmatismo
Religião 04/May/2018 às 16:30 COMENTÁRIOS

Pastor evangélico é preso por assediar e estuprar menores

Pastor evangélico de 47 anos assediava garotas de 13, 15 e 17. Polícia teve acesso a mensagens em que o homem pede para as garotas se tocarem enquanto falam com ele e faz comentários sobre partes íntimas. O religioso também abusou fisicamente de uma das vítimas

Pastor evangélico é preso estuprar pedofilia

A Polícia Civil de Paulínia (SP) prendeu um pastor evangélico suspeito de estupro e assédio sexual a três adolescentes. O homem de 47 anos tinha prisão preventiva decretada, estava foragido e se entregou na quarta-feira (2). De acordo com a investigação, o suspeito assediava as jovens de 13, 15 e 17 anos por mensagens no WhatsApp.

As informações foram passadas pela Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (3). O pastor Edivaldo Paulo da Silva conheceu as garotas na igreja e começou a assediá-las pelas mensagens de celular. As jovens denunciaram o suspeito e entregaram os celulares para a investigação.

Nas mensagens que o delegado teve acesso, o homem sugere que as garotas se toquem enquanto falam com ele e faz insinuações sobre o pênis, dizendo que era “tamanho GG”.

De acordo com a investigação, além das mensagens, o pastor também chegou a tocar nas partes íntimas de uma das vítimas. O boletim de ocorrência foi registrado com estupro de vulnerável e assédio sexual. O homem está preso no 2º Distrito Policial de Paulínia. A prisão temporária foi pedida no dia 3 de abril, logo após a denúncia das adolescentes.

O que diz a defesa

A advogada do suspeito, Larissa Caroline Verissímo, afirmou que vai conseguir comprovar a inocência do pastor com depoimentos e provas que serão anexadas ao inquérito. Segundo ela, as acusações têm a intenção de denegrir a imagem do investigado.

As testemunhas que a defesa levou para serem ouvidas no inquérito esclareceram que as acusações não possuem fundamento, uma vez que o pastor nunca teve aproximação íntima com as menores. A defesa acredita que as acusações são fruto de uma tentativa, por parte ex-membros da igreja, a de atacar a honra do pastor”, disse a advogada.

Leia também:
Pai que teve filhas estupradas por padre católico busca Justiça
547 crianças de coral masculino católico foram violentadas, revela relatório
Papa aceita renúncia de arcebispo da Paraíba que acobertou pedofilia
Padre culpa crianças por pedofilia: ‘eles seduzem seus agressores’
Pastor pedófilo que jurava ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras é preso
Papas praticavam pedofilia desde o Renascimento, revela livro
Milhares de crianças foram sexualmente abusadas por 800 membros da Igreja Católica
Bispo justifica pedofilia: ‘tem criança que provoca’

Beto Ribeiro, Ribeirão Preto

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendações

Comentários