Redação Pragmatismo
Humor 03/May/2018 às 16:52 COMENTÁRIOS

“Esposa deliciosa”? Erro de tradução de Emmanuel Macron vira piada nas redes

“Esposa deliciosa”? O erro de tradução do presidente francês Emmanuel Macron que repercutiu mundialmente e conquistou as redes sociais

Emmanuel Macron esposa deliciosa
Emmanuel Macron (Imagem: EPA/MICK TSIKAS)

O presidente francês Emmanuel Macron agradeceu ao primeiro-ministro australiano Malcolm Turnbull por ter sido recebido na Austrália de maneira tão calorosa.

Poderia ser apenas mais um discurso discreto, típico das burocracias impostas nestes processos, não fosse pelo fato de o presidente francês chamar de “deliciosa” a esposa do primeiro-ministro australiano.

“Eu queria agradecer pelas suas boas-vindas”, disse Macron em discurso nesta quarta-feira. “Obrigado a você e a sua deliciosa esposa pela calorosa recepção”.

Nas redes sociais, o adjetivo “deliciosa” atribuído a Lucy Turnbull não passou despercebido.

O jornalista australiano Matt Doran escreveu no seu Twitter: “Macron acabou de dizer ao Turnbull que queria agradecer à sua deliciosa esposa?”.

Nadia Daly, jornalista da ABCnews, acrescenta que se deve tratar de uma “tradução um bocado desajeitada”.

Jamie McKinnell, jornalista da Associated Press, escreve, também no Twitter, que se deve tratar de uma tradução mal feita por parte do próprio Emmanuel Macron.

Ao anexar um screenshot do Google Tradutor, o jornalista mostra que “délicieux” pode ser considerado “delightful” [encantador] ou “lovely” [adorável]. Ou seja, Macron imaginou que “delicious” teria o mesmo significado que “délicieux”.

Em suma, o erro provavelmnte ocorreu porque a palavra francesa “délicieux”, que tem pronúncia similar à palavra em inglês “delicious”, também pode significar algo como “delicada” ou “agradável”.

Macron se esforçou durante todo o encontro na Austrália para falar o idioma dos anfitriões, respondendo a todos os repórteres em inglês.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários