Redação Pragmatismo
Lula 06/Apr/2018 às 01:00 COMENTÁRIOS

Homem vai até o Instituto Lula debochar da prisão e acaba agredido

Homem foi até a sede do Instituto Lula para tripudiar do ex-presidente após a divulgação de que Sergio Moro mandou prendê-lo. O provocador acabou agredido por um apoiador de Lula que estava no local

opositor provocador debochar da prisão Lula agredido
Provocador foi hospitalizado após ser agredido por simpatizante de Lula (AP)

Um apoiador de Lula agrediu no início da noite desta quinta-feira (5) um homem que foi até a frente da sede do Instituto Lula para debochar do ex-presidente.

A agressão ocorreu quando três dirigentes petistas deixavam o prédio: o senador Lindbergh Farias, o tesoureiro Emídio de Souza e Márcio Macedo. O homem se aproximou e começou a xingá-los de ladrão.

Enquanto Lindbergh Farias falava com a imprensa, o homem começou a atacá-lo aos gritos de “viado” e “filho da puta”.

“Vem apanhar aqui seu filho da puta. Vai ser reeleito aqui, seu viado?”, gritava o manifestante. Irritado, Lindbergh se dirigiu ao homem o desafiando a falar na sua cara.

Um apoiador de Lula deu um chute no manifestante, que bateu com a cabeça no para-choque de um caminhão e caiu no meio da rua.

Dirigentes petistas, que estavam na porta do prédio, foram para seus carros incentivados pelo tesoureiro do PT, Emídio de Souza.

O manifestante foi atendido no hospital São Camilo, que fica em frente ao Instituto Lula, no Ipiranga.

O hospital se limitou a dizer que o paciente foi submetido a exames e que o seu quadro é estável.

O senador, ao comentar o episódio, disse que a iniciativa foi do manifestante. “Eu estava passando, o cara foi no meio começar a xingar todo mundo. Isso é provocação”, disse Lindbergh.

Ainda sobre o episódio, Lindbergh assinalou: “Não nos confunda com esses fascistas. Não sei onde esse pessoal quer chegar. Parece um plano orquestrado para acabar com a paz no país”.

Na internet, o caso repercutiu. “O que não vai faltar são babacas, que em busca de um trocado, irão provocar para render matéria que ataque a esquerda. São tão idiotas que, talvez, façam até de graça. Sabemos que o poder da narrativa está com esses cretinos, mas eles que vandalizaram primeiro”, observou um internauta.

“Isso sim é colher o que plantou. Gente folgada, uma hora o saco enche”, publicou outra.

Leia também:
Uma esquerda para o capital
A dura vida da esquerda num Brasil cada vez mais anticomunista
O que é ser de esquerda hoje?
O esquerdista fanático e o direitista visceral: dois perfeitos idiotas
Fernando Meirelles: ‘Nossos sonhos não cabem no capitalismo’

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários