Redação Pragmatismo
Racismo não 18/Apr/2018 às 15:45 COMENTÁRIOS

Polícia prende dentista denunciada por racismo contra bebê

Dentista acusada de racismo contra uma mãe e sua filha bebê é presa em hotel. Ela estava escondida e se preparando para fugir para São Paulo. Família da denunciada alega agora que ela sofre de 'transtornos mentais'

dentista Delzuite Ribeiro racismo
Dentista Delzuite Ribeiro foi presa após ser denunciar por racismo. Ela planejava fugir para São Paulo

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (17) a dentista Delzuite Ribeiro de Macêdo. Ela foi denunciada por insultar com ofensas raciais o bebê de uma mulher. A partir deste caso específico, a polícia informou que outras oito denúncias pelo crime de racismo já haviam sido registradas contra a dentista (saiba mais aqui).

Delzuite foi presa em um hotel de Teresina, capital do Piauí. De acordo com a Polícia Civil do estado, ela estava escondida e se preparando para fugir para São Paulo.

A delegada Cinthya Verena pediu a prisão provisória da dentista porque ela não se apresentou à polícia para ser ouvida sobre as acusações.

A prisão foi efetuada pelo delegado Emir Maia e sua equipe. “Recebemos a informação de que ela estava escondida em Teresina. Tivemos êxito em descobrir que ela estava hospedada no hotel do Sinte (Casa de Hospedagem do Professor), já com passagem comprada para a cidade de São Paulo”, disse Emir.

“Ela confirmou que foi ela mesmo quem divulgou aquelas mensagens preconceituosas e odiosas. A prisão foi decretada porque ela estava foragida, não atendia a nenhum chamamento da polícia. Diligenciamos aqui na capital onde ela tinha uns endereços. Antes de ela ser odontóloga, era cabeleireira. Não foi muito difícil encontrá-la”, assinalou o delegado.

“O crime que ela praticou foi racismo, que define condutas discriminatórias e de ódio. A pena pode chegar até cinco anos de reclusão e é um crime inafiançável. As pessoas acham que nas redes sociais existe imunidade para postar o que quiser, mas não […] a polícia está sempre atenta”, finalizou o delegado.

Racismo

Delzuite Macêdo foi apontada como autora de uma série de comentários ofensivos contra pessoas negras em uma publicação no Facebook.

O texto foi publicado em um grupo fechado, mas capturas de tela circularam nas redes sociais, gerando revolta entre internautas. A dentista afirma que seu filho “é lindo, branco e de olhos verdes”, ao mesmo tempo em que debocha da cor da pele de uma bebê de um mês.

Transtornos mentais?

Depois da repercussão da denúncia, a família de Delzuite veio à público para alegar que a acusada sofre de ‘transtornos mentais’.

Em entrevista ao jornal Extra, a mãe da dentista disse que ela está agindo assim por causa de distúrbios mentais e que vai pedir a internação da filha. “Quanto mais está sob pressão, mais se descontrola”, disse a mulher de 73 anos.

Leitura complementar: Os detalhes do crime de racismo praticado pela dentista Delzuite Ribeiro

Vídeo registra momento da prisão de Delzuíte:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários