Redação Pragmatismo
Lula 05/Apr/2018 às 22:00 COMENTÁRIOS

Ciro Gomes divulga nota sobre pedido de prisão contra Lula

Pré-candidato à Presidência da República pelo PDT divulgou nota sobre o despacho do juiz Sergio Moro determinando a prisão de Lula: "Não consigo ver Justiça". Outras figuras públicas também se pronunciaram

ciro gomes Lula prisão

O pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, usou seu perfil no Facebook para lamentar a decisão do juiz Sérgio Moro de determinar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em nota, Ciro diz não conseguir ver justiça na situação e cobra a prisão de “intocados notórios corruptos do PSDB”.

“Parte importante do País na qual me incluo, não consegue ver justiça, muito menos equilíbrio em um providência tão amarga, enquanto remanescem intocados notórios corruptos do PSDB”, escreveu o presidenciável.

Ciro disse que acompanhava “com muita tristeza” o que estava acontecendo com seu amigo Lula. “Por mim, e por muitos brasileiros, especialmente os mais pobres, por quem ele tanto fez. Espero que os próximos recursos possam prontamente quanto possível estabelecer sua liberdade”, afirmou.

Outras figuras públicas e lideranças também se manifestaram. Confira:

Chico Alencar (PSOL-RJ), deputado federal — “É uma celeridade impressionante, parece que têm medo de alguma reação popular, sequer apreciam os recursos finais, os chamados embargos dos embargos, há uma insegurança desse poder tão imperial. Tudo isso contribui para que se reaja. Por que no caso do Lula tem essa pressa total?”

Evo Morales, presidente da Bolívia — “Repudiamos a revoltante decisão da justiça do Brasil que, ameaçada por oligarquias corruptas, negou o direito constitucional do irmão Lula da Silva a se defender em liberdade. Essa sentença ilegítima é um golpe institucional contra a democracia do povo do Brasil.”

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela — “Não só o Brasil mas o mundo inteiro te abraça, Lula. Dói a alma esta injustiça. A direita, ante a sua incapacidade de ganhar democraticamente, elegeu o caminho judicial para amedrontar as forças populares.”

Gleisi Hoffmann (PT-PR), senadora e presidente do partido — “Violência sem precedentes na nossa história democrática. Um juiz armado de ódio e de rancor, sem provas e com um processo sem crime, expede mandado de prisão para Lula, antes de se esgotarem os prazos de recurso. Prisão política, que reedita os tempos da ditadura.”

Humberto Costa (PT-PE), líder da minoria no Senado — “Esse mandado de prisão expedido de forma absolutamente açodada é mais um declarado abuso nessa caçada política implacável contra Lula. É um escândalo, que envergonha o Brasil.”

Jandira Feghali (PCdoB-RJ), deputada federal — “O momento exige de nós coragem. O arbítrio chegou ao limite e a prisão de Lula sem provas foi decretada. Não nos calamos durante os duros anos da ditadura e não nos farão esmorecer agora. Permaneceremos ao lado dos que lutam pela democracia. A força de Lula será a nossa força.”

Lindbergh Farias (PT-RJ), líder do partido no Senado — “Isso é um absurdo porque a defesa do presidente Lula ainda tinha até terça-feira (10) para apresentar os embargos dos embargos […]. Essa prisão é um absurdo, ilegal, inconstitucional.”

Maria do Rosário (PT-RS), deputada federal — “Moro tem seu despacho de prisão contra Lula pronto há quanto tempo? Inaceitável! Lula e advogados decidirão e têm meu apoio, mas não creio, por ser inocente, que Lula deva se entregar em Curitiba.”

Miro Teixeira (Rede-RJ), deputado federal — “São momentos indesejáveis que se somam: o momento da corrupção que fez tanto mal à população brasileira e esse outro momento de ver um líder de tantas lutas ser recolhido à prisão. O Lula não é exclusivamente um ex-presidente. É um símbolo da luta contra a ditadura pela anistia, pela democracia de um modo geral. Mas, exatamente com base nos postulados democráticos, ele recebe uma pena de reclusão.”

Roberto Jefferson, presidente do PTB e condenado no mensalão — “Não tenho sentimento de vingança em relação a Lula. Também não desejo seu mal. Muito menos comemoro sua prisão. Já passei por isso e sei o quanto uma prisão é desumana, cruel. Recomendo a Lula resignação, paciência, humildade, calma. Que saiba tirar as lições necessárias.”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários