Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 12/Mar/2018 às 15:07 COMENTÁRIOS

Vídeo revela momento em que jornalista é agredida por torcedor no RS

"Nunca achei que fosse passar por isso... trabalhando". Vídeo revela momento em que a repórter Renata de Medeiros é agredida por um torcedor do Inter no RS

Renata de Medeiros agredida torcedor
Renata de Medeiros foi agredida por torcedor do Internacional

A repórter Renata de Medeiros foi agredida neste domingo (11) enquanto trabalhava na cobertura do clássico Grêmio e Internacional (Gre-Nal) no estádio Beira Rio, em Porto Alegre.

A profissional, que trabalha na Rádio Gaúcha, recebeu insultos de um torcedor enquanto passava ao lado dele e acabou sendo vítima de agressão física: ela recebeu um soco.

“Sai daqui, p*, gritou um torcedor do Inter pra mim. Pedi que repetisse enquanto eu filmava. Me agrediu. Nunca achei que fosse passar por isso trabalhando”, desabafou a jornalista no Twitter.

Devido à intervenção de um segurança do clube, o soco desferido pelo homem não pegou em cheio, mas deixou um hematoma no braço da repórter.

A covardia foi registrada em vídeo (ver abaixo) pela própria Renata e divulgada por ela nas redes socais. O torcedor acabou retirado das arquibancadas por um segurança presente.

Renata registrou um Boletim de Ocorrência após o incidente. A repórter tem recebido manifestações de solidariedade nas redes sociais e o Internacional chegou a divulgar uma nota sobre a agressão.

Leia a nota do Inter:

O Sport Club Internacional lamenta e repudia o ato discriminatório sofrido pela repórter Renata de Medeiros, da Rádio Gaúcha, durante o Gre-Nal deste domingo, no Beira-Rio. O torcedor que proferiu palavras ofensivas e agrediu a profissional foi imediatamente retirado do estádio pelos seguranças do Clube e conduzido ao Juizado Especial Criminal (JECRIM).

Foi uma situação lamentável e totalmente contrária aos princípios do Clube. Portanto, sempre que ocorrer fatos deste tipo no estádio, o Internacional pede que a vítima denuncie o agressor para que as medidas cabíveis possam ser tomadas”.

Vídeo:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários