Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 08/Mar/2018 às 14:03 COMENTÁRIOS

Por que não quero flores no Dia da Mulher

Todo dia 8 do terceiro mês do ano recebo flores e cartões de parabenização pelo Dia da Mulher. Às vezes, penso em devolver os cartões, mas na maioria das vezes, apenas agradeço. Queria dizer que não quero flores. Eis o que quero:

não quero flores no Dia da Mulher machismo violência preconceito

Cristiane Alves, Jornal GGN

Todo dia 8 do terceiro mês do ano recebo flores e cartões de parabenização pelo Dia da Mulher. Quase nunca é pela história relacionada ao dia, pela luta e pelo sofrimento recrudescente.

Dia da mulher é dia de flores por sermos femininas, delicadas, lindas, por sermos mães, por procriarmos, por adotarmos, por sermos as que educam e por sermos merecedoras. Resta saber o motivo de um órgão reprodutor feminino nos tornar merecedoras de um dia memorial.

Às vezes, penso em devolver os cartões, mas na maioria das vezes, apenas agradeço e elogio (quando é verdade). Queria dizer que não quero flores, não pelos motivos que elenquei acima.

Me mandem punhos cerrados ao ar, me mandem relatos de coragem e superação, me mandem cards representativos de um grupo que merece mais e conquista esse mais a cada dia.

Tanto ainda para lutar. Tantas guerras ainda com o machismo que nos pertence e que precisamos exorcizar em nós, mulheres, que precisamos deixar de cultivar em nossos filhos, meninos e meninas.

Precisamos compreender que esse dia não é um presente masculino pela dádiva de terem lindas representantes do gênero feminino, tampouco é uma invenção feminina para mostrar aos homens que eles “não têm um dia mundial” ou que precisam de um “dia do homem”.

É um dia de choro, de morte e de luta. Um dia para mostrar que mulheres foram coisas e coisas descartáveis.

Dia para mostrar que não temos paridade de direitos, ao contrário, temos sobrecargas de cobrança.

Dia da Mulher não é dia para receber bombom ou jantar especial, não é um dia para o vazio ou o fútil. Nesse dia, mulheres morreram queimadas por ousarem exigir, reivindicar, gritar, andar, se mobilizar, lutar.

Lugar de mulher é em casa”, “mulher tem que usar vestido”, “mulher não pode usar vermelho”, “mulher é tudo vaca!”.

O bombom, o jantar, o presente? Coma, usufrua, pegue e agradeça. Mas, exija tratamento com deferência todos os dias porque você é você.

Hoje, só hoje, pense no todo, pense em nós. Lute por nós

Leia também:
Dia da mulher?
A história das mulheres brasileiras que foram à luta por seus direitos
Discurso de Temer já seria considerado ultrapassado em 1960
As heroínas anônimas: 8 de março, Dia Internacional da Mulher
As 10 notícias que ainda não veremos no Dia da Mulher
No dia Internacional da Mulher, é longa a lista de discursos machistas e piegas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários