Redação Pragmatismo
Homofobia 09/Feb/2018 às 19:37 COMENTÁRIOS

Após foto vazar, presidente de clube assume romance com futebolista paraguaio

Presidente de clube veio a público assumir relacionamento amoroso com jogador após empresário do atleta vazar imagem íntima por chantagem

presidente de clube paraguai romance jogador
Antonio González, presidente do Rubio Ñu, admitiu envolvimento com o jogador Bernardo Gabriel Caballero

Um escândalo envolvendo o presidente do clube paraguaio Rubio Ñú, Antonio González, ganhou repercussão na imprensa local e internacional neste meio de semana.

Após o vazamento de uma foto de González com o jogador Bernardo Gabriel Caballero, o presidente veio a público assumir o relacionamento amoroso entre os dois e criticar um suposto empresário, chamado de Valentín, que teria vazado a imagem.

Em seu Facebook, González revelou o caso em detalhes, criticando o empresário.

“Há uma situação crítica relacionada ao jogador Bernardo Gabriel Caballero. Esse jogador safado veio ao clube para nos tomar muito dinheiro. Seu empresário, Valentín, vem há cerca de 15 dias pedindo os seus direitos federativos do jogador com chantagem. Serei honesto: Caballero estava comigo no Rubio Ñú há mais de dois anos e era muito especial para mim”, admitiu o presidente.

“Ele era meu companheiro e tinha todos os privilégios graças a mim. Era meu parceiro sentimental e peço desculpas se isso incomoda, mas sou sincero. De repente apareceu essa ‘velha louca’ (o empresário Valentín) e ele deixou o clube. “Um homem é mil vezes mais ciumento do que uma mulher, não gosto que me ameace”, explicou o dirigente.

“Quero pedir desculpas a todos os dirigentes e meus atletas por toda essa situação. Isso aconteceu por questões sentimentais e desportivas”, disse o presidente à Rádio Azul y Oro, confirmando que o caso também tem efeitos esportivos por causa do valor do jogador no mercado.

O Rubio Ñú cobra 2 milhões de guaranis (1.168 reais) após tê-lo contratado por 7 milhões de guaranis (4.088 reais).

O Rubio Ñu em questão, que teve a polêmica do seu jogador com o presidente, é da cidade de Luque e disputa apenas a quarta divisão no Paraguai.

O clube tem um homônimo mais famoso, da cidade de Assunção, fundado em 1913 -o centenário Club Rubio Ñu atualmente disputa a segunda divisão do Campeonato Paraguaio, onde é heptacampeão.

O clube mais famoso também já faturou três títulos da terceira divisão, mas nunca levantou a taça na elite do país.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários