Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 12/Jan/2018 às 14:49 COMENTÁRIOS

Danuza Leão sai na frente no ranking das piores declarações de 2018

Danuza Leão começou 2018 disposta a abocanhar o troféu 'baboseiras do ano'. Cinco anos após esbravejar contra domésticas e 'ascensão social dos pobres', a socialite agora faz apologia ao assédio sexual

Danuza Leão
Danuza Leão

A socialite e escritora brasileira Danuza Leão, de 84 anos, publicou nesta quarta-feira (10) um texto em sua coluna no jornal O Globo afirmando esperar que “a moda de denúncias sexuais não chegue ao Brasil”.

A publicação veio em resposta à cerimônia do Globo de Ouro, que foi palco para protesto contra o assédio sexual.

“O Globo de Ouro pareceu um grande funeral”, escreveu ela, referindo-se aos trajes pretos usados pelas mulheres na premiação.

Danuza ainda disse que as artistas “foram muito pouco paqueradas e voltaram sozinhas para casa” na noite do evento.

A brasileira lamenta ainda que um homem passa perder o emprego por causa de “uma tentativa desajeitada de conquistar uma mulher”.

Ao se referir às denúncias como “caça às bruxas”, a colunista afirma que acha “ótimo passar em frente a uma obra e receber um elogio” e que “toda mulher deveria ser assediada pelo menos três vezes por semana para ser feliz”.

2012

Em 2012, Danuza Leão ganhou as manchetes após esbravejar contra a ascensão social dos pobres. Em coluna na Folha, a brasileira dizia que ir a Paris ou Nova York havia perdido a graça porque já não era algo exclusivo – uma vez que até o porteiro do prédio pode realizar esses desejos. Danuza pediu desculpas após a má repercussão do caso.

2013

Em 2013, Danuza atacou a lei aprovada no Congresso Nacional que ampliava os direitos das trabalhadoras domésticas. A socialite afirmou que o projeto colocaria muita gente no olho da rua, uma vez que as patroas da classe média alta não conseguiriam manter o privilégio de ter uma empregada doméstica.

2014

No ano de 2014, Danuza Leão, já demitida da Folha, reapareceu na mídia afirmando que estaria falida. Na época, ela se negava a pagar ação judicial que perdera contra o jornal.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários