Redação Pragmatismo
Racismo não 28/Nov/2017 às 21:04 COMENTÁRIOS

Familiares de Day McCarthy dizem que ela precisa de ajuda psiquiátrica

Parentes de Day McCarthy afirmam que ela era uma adolescente revoltada que sempre sonhou em ser rica. Segundo os familiares, Dayane Alcântara Couto de Andrade (nome verdadeiro), de 28 anos, já foi presa e está precisando de 'ajuda psiquiátrica'

Day McCarthy

Parentes de Day McCarthy, a mulher que xingou uma menina negra de 4 anos (veja aqui), concederam uma entrevista ao jornal O Globo desta terça-feira e deram mais detalhes sobre a jovem de 28 anos.

Segundo eles, Day McCarthy – que, na verdade, se chama Dayane Alcântara Couto de Andrade – perdeu o contato com os parentes desde que se mudou para o Rio de Janeiro. Ela nasceu na cidade de Cancelas e cresceu em Presidente Kennedy, ambas no interior do estado do Espírito Santo.

“Ela estudou em escolas particulares, frequentou durante um ano a Igreja Batista, até se mudar para o Rio. Foi morar na capital fluminense depois de conhecer um músico. Sempre sonhou em ser rica e famosa. Foi uma adolescente muito revoltada. Vendo tudo isso que ela tem feito, acho que está maluca. Precisando de ajuda psiquiátrica”, disse o parente, que prefere não se identificar.

“Não sabemos muita coisa dela. O que sei dizer é que se casou com um italiano rico e depois foi com ele para os Estados Unidos, depois para o Canadá”, contou outro parente.

Segundo a publicação, Day McCarthy perdeu o pai quando tinha 18 anos. Em seguida, ela teria brigado com a mãe para ficar com toda a herança, pegou sua parte e foi viver sozinha.

Além disso, ela teria viajado para os Estados Unidos, onde supostamente ficou ilegal e trabalhou como babá. “Já separada do empresário, ficou rica. É tudo o que nós sabemos”, disse outro.

Em seu perfil no Instagram, ela se diz “socialite e escritora”, tendo publicado quatro livros, dos quais não revela o título. Após a repercussão do caso de racismo, a conta de Dayane foi excluída e não se encontra mais no ar.

Presa

Uma breve apuração revela que Day McCarthy já tem uma ficha suja nos Estados Unidos.

De acordo com o jornal Regional Inquirer, a brasileira radicada no Canadá aparece na ficha policial de Virgínia como “mantenedora ou frequentadora de prostíbulo”, práticas proibidas no estado norte-americano.

Ainda de acordo com a publicação, a prisão de Dayane foi noticiada pela imprensa internacional em setembro de 2015.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários