Redação Pragmatismo
Direita 03/Oct/2017 às 12:43 COMENTÁRIOS

Ex-futebolista brasileiro pede para que 'bolsominions' deixem de segui-lo nas redes

Ao perceber que estava sendo alvo de comentários agressivos, Juninho Pernambucano pediu para que 'Bolsominions' desapareçam do seu Twitter. Filho de Bolsonaro intrometeu-se no episódio e tomou 'chega pra lá' do jogador. "Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles"

Juninho Pernambucano Bolsominions Bolsonaro

Ao perceber que estava sendo alvo de comentários agressivos por causa de seus posicionamentos políticos, Juninho Pernambucano decidiu colocar os ‘pingos nos is’ e disparou contra os eleitores de Jair Bolsonaro.

O ex-meia de Vasco, Sport e Lyon classificou os eleitores do deputado como “bolsominions”.

“Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana e caráter deles”, escreveu o ex-atleta na rede social.

“Só pra esclarecer, tô tuitando sem sono, 33 mil pés. Assumo tudo que disse e peço: vaza bolsominion. Te respeito fora de meu Twitter! Apenas”, continuou o atual comentarista esportivo da TV Globo.

O filho de Jair Bolsonaro, Flávio, ex-candidato a prefeito derrotado no Rio de Janeiro, intrometeu-se no episódio e tomou um ‘chega pra lá’ do jogador. Flávio afirmou que, como vascaíno, estava decepcionado com a postura do ex-meia.

“Como vascaíno, minha decepção com o @Juninhope08 não é com a sua preferência política, mas por pré-julgar, sem conhecer, com base em mentiras”, escreveu o político.

Juninho, volta e meia, se manifesta politicamente em sua rede social. Na semana passada, retweetou um comentário de Antero Greco, da ESPN: “Gosto de democracia, mesmo bagunçada como a nossa. Pelo menos temos a liberdade de descer a ripa”.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários