Redação Pragmatismo
Michel Temer 25/Oct/2017 às 19:32 COMENTÁRIOS

AO VIVO: Votação que deve salvar Temer é iniciada na Câmara

Ao vivo. Confira dicas para não se confundir na votação da denúncia contra Michel Temer e acompanhe o voto de cada deputado

O plenário da Câmara dos Deputados iniciou na noite desta quarta-feira (25) a votação da admissibilidade ou rejeição da segunda denúncia apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o presidente Michel Temer (PMDB).

Os deputados devem decidir se autorizam ou não que o STF (Supremo Tribunal Federal) abra inquérito para investigar fatos relatados pela PGR, em setembro, que apontam que Temer teria cometido os crimes de obstrução à Justiça e organização criminosa.

A Câmara está votando o parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), apresentado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Ele defende barrar a denúncia que acusa, além do presidente, dois ministros peemedebistas de seu governo: Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência, e Eliseu Padilha, da Casa Civil, ambos por organização criminosa.

Para que a denúncia avance, são necessários os votos de pelo menos dois terços dos deputados contra o relatório (342). Se isso ocorrer, o STF ainda precisa decidir se aceita ou não a denúncia. Em caso de acolhimento, Temer fica afastado do cargo por até 180 dias.

Caso o parecer seja aprovado, a denúncia — cujo teor é negado pelo presidente e sua equipe de defesa — será engavetada.

Voto “sim” é para salvar Temer. “Não” é para que ele seja afastado e investigado

Pode parecer contraditório, mas quem falar “sim” estará votando contra a denúncia e a favor de Temer. Isso porque os deputados estarão analisando não a denúncia, mas sim o relatório que venceu na CCJ.

ASSISTA ABAIXO:

Comentários