Redação Pragmatismo
Senado Federal 29/Jun/2017 às 09:40 COMENTÁRIOS

Reforma Trabalhista é aprovada na CCJ; veja como votou cada senador

Por 16 votos a 9 e uma abstenção, Reforma Trabalhista é aprovada na CCJ e agora só resta ser aprovada no plenário do Senado Federal. Veja como votou cada senador

reforma trabalhista aprovada ccj

Por 16 votos a 9, com uma abstenção, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a admissibilidade do Projeto de Lei 38/2017, que promove a reforma trabalhista patrocinada pelo governo Michel Temer, em meio à pior crise de sua gestão, e altera diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Foram mais de 13 horas de debates em um dia de tensão entre os senadores, com direito a muita troca de acusações entre oposicionistas e membros da base, leitura de seis votos em separado (textos alternativos), discurso do agora ex-líder do PMDB Renan Calheiros (AL) contra o governo e até leitura de carta em que Temer se compromete a vetar pontos polêmicos da proposta.

O texto cuja constitucionalidade foi atestada pela maioria na CCJ foi elaborado pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), um dos principais fiadores da gestão Temer.

A pressa do governo em votar o texto sem modificações se deve ao fato de que, caso houvesse alteração de conteúdo, a matéria teria que retornar à análise da Câmara, autora do PL 38/2017.

Uma das preocupações dos governistas, mesmo não declarada, é a sinalização, ao mercado financeiro, de que o Executivo, mesmo diante da denúncia de Temer por corrupção passiva, é capaz de promover no Congresso as reformas estruturantes e as medidas de ajuste fiscal – embora até os membros da base de sustentação reconheçam que as denúncias de corrupção na gestão peemedebista inviabilizaram a reforma da Previdência, por exemplo.

A seguir, confira como votaram os senadores:

PMDB
Jader Barbalho (PA) – Sim
Eduardo Braga (AM) – Não
Simone Tebet (MS) – Sim
Valdir Raupp (RO) – Sim
Marta Suplicy (SP) – Sim
Romero Jucá (RR) – Sim

PT
Jorge Viana (AC) – Não
José Pimentel (CE) – Não
Fátima Bezerra (RN) – Não
Gleisi Hoffmann (PR) – Não
Paulo Paim (RS) – Não

PDT
Ângela Portela (PDT/RR) – Não

PSDB
Paulo Bauer (SC) – Sim
Antonio Anastasia (MG) – Sim
José Serra (SP) – Sim
Ricardo Ferraço (ES) – Sim

DEM
Maria do Carmo Alves (SE) – Sim

PSD
Lasier Martins (RS) – Abstenção

PP
Benedito de Lira (AL) – Sim
Wilder Morais (GO) – Sim

PSB
Antonio Carlos Valadares (SE) – Não
Roberto Rocha (MA) – Sim

REDE
Randolfe Rodrigues (AP) – Não

PTB
Armando Monteiro (PE) – Sim

PRB
Eduardo Lopes (RJ) – Sim

PR
Cidinho Santos (MT) – Sim

VEJA TAMBÉM:
Lobistas, bancos, indústrias e transportes estão por trás da reforma trabalhista
O empresário milionário por trás da aprovação da reforma trabalhista no senado
Um resumo das reformas trabalhistas ao redor do mundo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários