Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 09/Feb/2017 às 16:11 COMENTÁRIOS

Construtora demite estagiário que desafiava “feministas e aborteiras” no Facebook

Estagiário que publicava imagens nas dependências da empresa com comentários depreciativos contra as mulheres é demitido. A construtora comunicou o desligamento do jovem por meio de nota pública divulgada no Facebook e recebeu milhares de elogios

estagiário demitido construtora

A Cantareira Construtora, de Maringá (PR), recebeu milhares de elogios nas redes sociais após anunciar publicamente o desligamento de um estagiário que publicava fotos no local de trabalho acompanhadas de mensagens machistas.

O jovem costumava postar imagens feitas nas dependências da empresa e nas legendas fazia comentários depreciativos direcionados às mulheres.

“Procurando alguma feminista pra ajudar a descarregar. Direitos iguais até chegar a carga de cimento”, diz um dos posts do rapaz, que mirava suas críticas em “feministas aborteiras”.

“Nós, do Grupo Cantareira tomamos conhecimento de postagens, com mensagens sexistas e extremistas, feitas por um estagiário em uma rede social pessoal. Apesar das fotos terem sido feitas em nossos empreendimentos, ressaltamos que não reflete a opinião do grupo, mas particular. O Grupo Cantareira despreza qualquer incitação de ódio e preconceito”, diz a nota da empresa.

Além de condenar os comentários, a construtora ainda postou uma imagem valorizando as mulheres que trabalham na construção civil, com os seguintes dizeres: “Lugar de mulher é onde ela quiser”.

As publicações da empresa receberam, somadas, até a publicação desta notícia, quase 50 mil curtidas no Facebook.

Posts do estagiário:

Publicações da empresa:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários