Redação Pragmatismo
Literatura 31/Jan/2017 às 15:02 COMENTÁRIOS

ABL disponibiliza manuscritos raros de Machado de Assis na internet

Manuscritos de Machado de Assis são disponibilizados pela Academia Brasileira de Letras. 'Esaú e Jacó', 'Memorial de aires' e 'O almada' são os primeiros originais digitalizados; projeto pretende migrar todo arquivo do autor para a internet

abl manuscritos Machado de Assis internet
Machado de Assis com 25 anos de idade (reprodução)

Revista Cult

Ao observar o manuscrito original do romance Memorial de aires (1908), o último publicado em vida por Machado de Assis, percebe-se que o autor carioca trocou diversas vezes o nome das personagens Dona Carmo e Fidélia ao longo de sua composição.

Tais trocas podem sugerir, como indica o crítico Silviano Santiago, que ambas as personagens eram a mesma pessoa na cabeça de Machado – possivelmente sua recém-falecida esposa, Carolina Augusta. Na interpretação de Santiago, o autor de Dom casmurro (1899) estaria, em seu momento de velhice derradeira, pintando a saudade da esposa em seu último romance.

Enigmas como estes agora podem ser analisados por qualquer leitor que se interessar. Isso porque, desde a última segunda (9), três manuscritos originais de Machado foram disponibilizados pela Academia Brasileira de Letras (ABL): o poema heroico cômico O almada (1910), e seus dois últimos romances, Esaú e Jacó (1904) e Memorial de aires.

veja aqui o passo a passo de como acessar os manuscritos

Antes de serem disponibilizados online, os escritos só podiam ser analisados pelos terminais de busca no Arquivo da Academia, no centro do Rio de Janeiro.

A história dos gêmeos Pedro e Paulo, por exemplo, o monarquista e o republicano que disputam a mão da mesma mulher, pode ser vista em todas as suas rasuras e titubeios, tal como Machado deixou gravado nas 825 páginas dos rascunhos de Esaú e Jacó. Todo o percurso criativo do escritor carioca e fundador da ABL pode ser encontrado ali.

A digitalização dos três originais faz parte de um projeto da Academia que pretende disponibilizar, gradualmente, todos os manuscritos de Machado de Assis mantidos no Arquivo Múcio de Leão, da ABL, dirigido pelo historiador José Murilo de Carvalho.

Os documentos serão divididos entre o fundo arquivístico, que guarda os documentos recebidos e produzidos em vida pelo autor; e a coleção de documentos, reunindo os originais encontrados e preservados pela própria ABL. Os três manuscritos podem ser consultados aqui.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários